Abrir menu principal

Estação Ferroviária de Santa Clara-Sabóia

estação ferroviária em Portugal
Santa Clara - Sabóia
Estação de Santa Clara - Sabóia, em 2016.
Inauguração 1 de Julho de 1889
Linha(s) Linha do Sul (PK 254,765)
Coordenadas 37° 29′ 44,94″ N, 8° 28′ 53,25″ O
Concelho Odemira
Serviços Ferroviários Intercidades, Alfa Pendular
Horários em tempo real
Serviços Acesso para pessoas de mobilidade reduzida Telefones públicos

A Estação Ferroviária de Santa Clara - Sabóia, originalmente denominada de Saboya - Monchique, é uma interface ferroviária da Linha do Sul, que serve as localidades de Sabóia e Santa Clara-a-Velha, ambas no Concelho de Odemira, em Portugal.

Índice

CaracterizaçãoEditar

No mês de Janeiro de 2011, contava com duas vias de circulação, com 458 e 477 m de comprimento; a primeira plataforma tinha 35 e 25 cm de altura e 132 m de comprimento, enquanto que a segunda tinha uma altura de 70 cm, e um comprimento de 70 m.[1]

 
Painel de azulejos na estação de Santa Clara - Sabóia.

HistóriaEditar

Planeamento, construção e inauguraçãoEditar

Quando se discutiu o trajecto da ligação ferroviária entre Beja e Faro, em 1858, foram propostos dois traçados, um dos quais ia só até Mértola, utilizando-se a navegação fluvial ao longo do Rio Guadiana, enquanto que o outro atravessava a serra Algarvia, passando por São Martinho das Amoreiras, Santa Clara - Sabóia, Vale da Mata, e São Bartolomeu de Messines.[2] Foi escolhido o segundo percurso, porque permitiria uma ligação contínua por caminho de ferro até ao Algarve e facilitaria o acesso às minas de Aljustrel.[2] O lanço entre Amoreiras-Odemira e Faro foi inaugurado em 1 de Julho de 1889.[3]

 
Estação de Sabóia nos inícios do Século XX, quando ainda ostentava o nome de Sabóia - Monchique.

Século XXEditar

Segundo um relatório apresentado em 29 de Janeiro de 1901 pela Administração dos Caminhos de Ferro do Estado, estava em construção a Estrada Real 76, que unia esta estação a Monchique.[4] Em 1906, foi alterado o nome da estação, de Saboya - Monchique para apenas Sabóia, uma vez que a estrada para Monchique ainda não estava concluída, além que aquela localidade algarvia tinha passado a ser servida pela estação de Estação de Portimão.[5]

A estrada até Monchique só foi concluída em 1931[6], pela Junta Autónoma das Estradas; nesta altura, já o nome da estação tinha sido novamente alterado, para Santa Clara - Sabóia.[7] Em 1937, a Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses criou uma carreira de autocarros desde a estação até à Praia da Rocha, passando por Monchique; esta carreira ligava-se aos comboios rápidos da Linha do Sul, que paravam na estação.[8]

Um diploma publicado do Diário do Governo n.º 123, II Série, de 28 de Maio de 1948, adjudicou ao empreiteiro José da Silva a construção de 2 reservatórios de betão armado de 100 metros cúbicos, um em Sabóia e outro em Moura.[9] O auto da recepção definitiva desta empreitada foi aprovado por um diploma no Diário do Governo n.º 188, Série II, de 14 de Agosto de 1950.[10]

 
Torre de água na estação de Santa Clara - Sabóia.

Século XXIEditar

Em Dezembro de 2011, a operadora Comboios de Portugal alterou os horários nos serviços Intercidades, que passaram a servir a estação de Sabóia, devido à suspensão dos comboios regionais na Linha do Sul.[11]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Directório da Rede 2012. Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. p. 71-85 
  2. a b SANTOS, 1995:120-124
  3. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  4. «Parte Oficial» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 16 (368). 16 de Abril de 1903. p. 119-130. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  5. «Efemérides» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 51 (1228). 16 de Fevereiro de 1939. p. 135-138. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  6. GASCON, 1955:176
  7. «Publicações recebidas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 49 (1177). 1 de Janeiro de 1937. p. 21. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  8. «Camionagem» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 49 (1193). 16 de Setembro de 1937. p. 418. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  9. «Parte Oficial» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 60 (1452). 16 de Junho de 1948. p. 354-356. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  10. «Parte Oficial» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 63 (1506). 16 de Setembro de 1950. p. 339. Consultado em 8 de Novembro de 2014 
  11. «Semana passada». Diário do Alentejo. Ano 79 (1547). Beja: Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral. 16 de Dezembro de 2011. p. 3. ISSN 1646-9232 

BibliografiaEditar

  • SANTOS, Luís (1995). Os Acessos a Faro e aos Concelhos Limítrofes na Segunda Metade do Séc. XIX. Faro: Câmara Municipal de Faro. 213 páginas 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Santa Clara - Sabóia

Ligações externasEditar