Estação Ferroviária de Tamel

estação ferroviária em Portugal

A Estação Ferroviária de Tamel é uma interface da Linha do Minho, que serve a localidade de Aborim, no Concelho de Barcelos, em Portugal.

Tamel
Identificação:[1] 06213 TAL (Tamel)
Denominação: Estação de Tamel
Classificação: E (estação)[2]
Linha(s): Linha do Minho (PK 59,980)
Coordenadas:
41° 36′ 31,88″ N, 8° 38′ 05,65″ O
Concelho: bandeiraBarcelos
Serviços: Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgRBSicon LSTR red.svgIR
Equipamentos: Telefones públicos Sala de espera
Lavabos Acesso para pessoas de mobilidade reduzida
Website:
Composição de mercadorias (n.º 48898: Celbi-Tuy; Takargo), a circular perto ao apeadeiro de Tamel, em 2012.

CaracterizaçãoEditar

Em 2010, apresentava duas vias de circulação, ambas com 270 m de comprimento, e duas plataformas, com 189 m de comprimento e 40 cm de altura.[3]

HistóriaEditar

Esta estação está situada no troço da Linha do Minho entre Darque e Barcelos, que entrou ao serviço no dia 24 de Fevereiro de 1878.[4]

Em 1913, existia um serviço de diligências entre Ponte de Lima e a estação de Tamel.[5]

No XI Concurso das Estações Floridas, organizado em 1952 pela Repartição de Turismo do Secretariado Nacional de Informação em combinação com a Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, a estação de Tamel foi premiada com uma menção honrosa.[6] Na XIII edição, em 1954, recebeu um diploma de menção honrosa especial e um prémio de persistência.[7]

Ver tambémEditar

Referências

  1. (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Instrução de exploração técnica nº 2 : Índice dos textos regulamentares em vigor. IMTT, 2012.11.06
  3. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Directório da Rede 2011. Rede Ferroviária Nacional. 25 de Março de 2010. p. 67-89 
  4. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 20 de Novembro de 2013 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
  5. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. Ano 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 13 de Abril de 2018 – via Biblioteca Nacional de Portugal 
  6. «Ao XI Concurso das Estações Floridas apresentaram-se 78 estações» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 65 (1558). 16 de Novembro de 1952. p. 338. Consultado em 24 de Novembro de 2015 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
  7. «XIII Concurso das Estações Floridas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 67 (1608). 16 de Dezembro de 1954. p. 365. Consultado em 11 de Março de 2016 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.