Abrir menu principal
Guariroba
Uso atual Estação de Metrô Estação do Metrô do Distrito Federal
Administração Metrô-DF logo.jpg Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô DF)
Linha Icon V (set f).png Linha Verde
Sigla GBA
Posição Superfície
Níveis 1
Plataformas 1 (central)
Vias 2
Informações históricas
Inauguração 16 de abril de 2008 (11 anos)[1]
Localização
Guariroba está localizado em: Brasília,Ceilândia,Samambaia,Taguatinga
Guariroba
Localização da Estação Guariroba
15° 49' 49" S 48° 06' 26" O
Localização Ceilândia, DF
Endereço Setor N Qnn 14 Conjunto 0
País  Brasil
Próxima estação
Sentido Central Icon V (set f).png Sentido Ceilândia
Ceilândia Sul Ceilândia Centro
Guariroba

A Estação Guariroba é uma das estações do Metrô do Distrito Federal,[2] situada em Ceilândia, entre a Estação Ceilândia Sul e a Estação Ceilândia Centro. Administrada pela Companhia do Metropolitano do Distrito Federal, faz parte da Linha Verde.[3]

Foi inaugurada em 16 de abril de 2008.[1] Localiza-se no Setor N QNN 14, Conjunto 0. Atende o bairro Guariroba, na região administrativa de Ceilândia.

Índice

Captação de energia solarEditar

No dia 20 de outubro de 2017, a estação tornou-se a primeira da América Latina a contar com captação de energia solar. A captação é feita por 578 placas fotovoltaicas, que possuem garantia de eficiência de até 25 anos, responsáveis por gerar energia limpa com utilização de recursos naturais renováveis. O sistema possui capacidade de gerar 288 mil quilowatts/hora por ano, o suficiente para abastecer 100% do consumo da estação. Os excedentes são utilizados em outras partes do controle metroviário do Distrito Federal.[4]

Segundo a assessoria do Metrô DF, 38 empresas concorreram no processo licitatório para a implementação do sistema. O valor da licitação foi de R$ 873.871,00, recurso esse que faz parte do processo de modernização de energia da empresa. O contrato de financiamento foi firmado entre o Governo do Distrito Federal e o Banco do Brasil.[5]

Até 2019, serão instaladas outras três plantas com a utilização de energia solar, sendo uma usina solar no Centro Operacional do Metrô do Distrito Federal e mais dois sistemas nas estações Samambaia Sul e Feira. Juntas, as centrais atenderão aproximadamente um terço da demanda energética do metrô, gerando uma economia de mais de R$ 1 milhão ao mês na conta de energia elétrica.[5]

Por causa desse sistema de captação, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô DF) recebeu o prêmio Golden Chariot International Transport Award na categoria Companhia Nacional de Transporte do Ano. A premiação ocorreu durante o evento "Metas de Desenvolvimento Sustentável – Transporte e Paz”, que ocorreu entre os dias 12 e 13 de abril na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra, na Suíça. Na ocasião, o Metrô DF disputou o prêmio com 69 empresas de transporte de diversos continentes.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Memória». Metro DF. Consultado em 26 de outubro de 2015. Arquivado do original em 2 de maio de 2017 
  2. Cavalcanti, Flavio. «Estação Guariroba do Metrô DF - Ceilândia». doc.brazilia.jor.br. Consultado em 7 de novembro de 2015 
  3. «Linhas». Metro DF. Consultado em 19 de outubro de 2015. Arquivado do original em 4 de junho de 2017 
  4. Lima, Bruna (20 de outubro de 2017). «Estação Guariroba do Metrô começa a funcionar com energia solar». Correio Braziliense. Consultado em 21 de outubro de 2017 
  5. a b Sousa, Wendel (20 de outubro de 2017). «Metrô do DF lança estação que funciona com energia solar». Agência Brasil. Consultado em 21 de outubro de 2017 
  6. «Brasília possui a primeira estação de metrô totalmente sustentável da América Latina». Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL). 9 de maio de 2017. Consultado em 21 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar