Estação Hôtel-de-Ville (Metrô de Paris)

estação do Metropolitano de Paris
Hôtel-de-Ville
Uso atual Estação de metropolitano
Administração RATP Metrô de Paris
Linhas Linhas 1, 11
Código 0115
Tipo de estação Subterrânea
Plataforma 4
Informações históricas
Inauguração Paris Metro 1.svg 19 de julho de 1900
Paris m 11 jms.svg 28 de abril de 1935
Localização
Localização 70, Rue de Rivoli x Rue du Renard x 31, Rue de Rivoli x 9, Place de l'Hôtel-de-Ville x Place de l'Hôtel-de-Ville x 5, Rue de Lobau
Próxima estação
Sentido La Défense Paris Metro 1.svg Sentido Château de Vincennes
Châtelet Saint-Paul
Hôtel-de-Ville
Sentido Châtelet Paris m 11 jms.svg Sentido Mairie des Lilas
Châtelet Rambuteau
Hôtel-de-Ville

Hôtel-de-Ville é uma das estações das linhas 1 e 11 do Metrô de Paris, localizada no 4.º arrondissement de Paris.

LocalizaçãoEditar

A estação se situa na borda da Place de l'Hôtel-de-Ville:

HistóriaEditar

 
Trem MP 89 na linha 1.

A estação foi aberta em 19 de julho de 1900 com o lançamento do primeiro trecho da linha 1 entre Porte de Vincennes e Porte Maillot.

Em 28 de abril de 1935, a estação da linha 11 foi inaugurada por sua vez por ocasião da inauguração desta entre Châtelet e Porte des Lilas.

No decurso da mesma década, as plataformas da linha 1 foram alargadas a 105 metros por uma cobertura de concreto armado, a fim de acomodar hipotéticos trens de sete carros, projeto que acabou por não se concretizar.

 
Placa comemorativa do cinquentenário da greve de 3000 agentes da Companhia do Metropolitano de Paris em 16 de agosto de 1944 e de seu desfile entre Saint-Paul e Hôtel de Ville em Paris.

Perto do acesso às plataformas da linha 1, uma placa assinala o cinquentenário da greve de 3 000 agentes da Companhia do Metropolitano de Paris em 16 de agosto de 1944.

Em 2004, ela foi a décima quarta estação mais movimentado na rede, com 12,03 milhões de entradas diretas[1].

Durante a automatização da linha 1, as plataformas da estação foram elevadas durante o fim de semana de 21 e 22 de março de 2009[2] para receber portas de plataforma, que foram instaladas em abril de 2010.

Em 2011, 12 760 823 passageiros entraram nesta estação[3]. Ela viu entrar 11 953 352 passageiros em 2013, o que a coloca na 13ª posição das estações de metrô por sua frequência[4].

Serviços aos PassageirosEditar

AcessosEditar

A estação tem sete acessos:

PlataformasEditar

As plataformas das duas linhas são de configuração padrão: eles são separados pelas vias do metrô situadas no centro. Um afresco parecendo um conjunto dos descritivos culturais é apresentado nos pilares das plataformas da linha 1. É regularmente substituído por afrescos temáticos ou de atualidades.

Na linha 11, a abóbada é elíptica. A decoração é de estilo usado para a maioria das estações de metrô: a faixa de iluminação é branca e arredondados no estilo "Gaudin" da renovação do metrô da década de 2000, e as telhas em cerâmica branca chanfradas sobrepõem os pés-direitos, a abóbada e o tímpano. Os quadros publicitários são de faiança da cor do mel e o nome da estação é também de faiança. Os bancos são do estilo "Motte" de cor azul.

 
Plataformas da linha 11.

IntermodalidadeEditar

A estação é servida pelas linhas 38, 67, 69, 70, 72, 74, 76 e 96 da rede de ônibus RATP, bem como pela linha turística OpenTour. À noite, ela é servida pelas linhas N11 e N16 da rede de ônibus Noctilien.

ProjetosEditar

No âmbito do projeto de extensão da linha 11, é prevista a criação de um acesso adicional na extremidade norte das plataformas da estação, lado Rambuteau, levando para a rue du Cloître-Saint-Merri. Este acesso secundário permitirá a ligação do Centro Georges Pompidou[5].

Pontos turísticosEditar

Referências

  1. PDFlink sem parâmetros PDF Statistiques du STIF, p. 16, www.stif.org.
  2. «Actualités RATP». Consultado em 20 de abril de 2018. Arquivado do original em 22 de março de 2009 
  3. Entradas anuais provenientes de fora da estação (via pública, correspondências de ônibus, rede SNCF, etc.) Arquivado em 18 de julho de 2014, no Wayback Machine., no site data.ratp.fr. Consultado em 21 de junho de 2013.
  4. Tráfego anual de entradas por estação (2013) Arquivado em 8 de março de 2013, no Wayback Machine., no site data.ratp.fr, consultado em 31 de agosto de 2014.
  5. Schéma de principe du prolongement de la ligne 11 à l’est de Mairie des Lilas à Rosny-Bois-Perrier - Página 146 - Fevereiro de 2013.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação Hôtel-de-Ville (Metrô de Paris)