Abrir menu principal

Wikipédia β

Estação Rachel de Queiroz

NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Estação Rachel de Queiroz e uma estação da Linha Sul do metrô de Fortaleza. Localiza na esquina das avenidas Central Sul e Central Norte, numero 77, no bairro Acaracuzinho no município de Maracanaú. Essa estação atende ao extremo oste do Distrito Industrial de Maracanaú e aos bairros da proximidade.

Rachel de Queiroz
Uso atual Estação de Metrô Estação de Metrô
Administração Metrofor logo (cropped).jpg Metrofor
Linhas S (South Line - Fortaleza Subway).png Linha Sul
Código Estação Comum
Sigla RQ
Posição Superfície
Plataformas 1
Serviços Elevador Acesso à deficiente físico Venda de Bilhetes
Informações históricas
Nomes antigos Pajuçara
Inauguração da
atual edificação
15 de junho de 2012 (5 anos)
Localização
Coordenadas 3° 51' 3" S 38° 36' 30" O
Endereço Avenida Central Sul x Avenida Central Norte, 77
Município BandeiraMaracanaú.jpg Maracanaú
Próxima estação
Sentido Central-Chico da Silva S (South Line - Fortaleza Subway).png Sentido Carlitos Benevides
Alto Alegre Virgílio Távora
Rachel de Queiroz

Índice

HistóricoEditar

A estação foi aberta ao publico pelas autoridades no dia 15 de junho de 2012, na primeira fase da linha sul entre as estações Parangaba e Carlitos Benevides. No dia 01 de outubro de 2014 as bilheterias da estação funcionaram pela primeira vez durante o inicio a fase comercial, no começo o usuário precisava comprar um bilhete de papel, e depois inseri-la em uma urna para se ter acesso a plataforma, ato depois substituído com a implantação das catracas eletrônicas permitindo a utilização de bilhetes eletrônicos e de cartões magnéticos recarregáveis conhecidos como metrocard, além de ser possível a utilização do Bilhete único no metrô, permitindo a integração entre os demais modais de transportes da capital e sua região metropolitana.[1]

CaracterísticasEditar

Estação de superfície, com plataforma central, estruturas em concreto aparente, mapas de localização, sistemas de sonorização, além de possuir acessos, piso tátil e elevadores para pessoas portadoras de deficiência. Sua estrutura foge do padrão estalecido para a maioria das estações de superfície da linha sul, tendo esta um nível superior a plataforma onde se localizam os bloqueios e as bilheterias. Característica essa somente encontrada, além dela mesma, na estação Terminal Carlitos Benevides e na então em construção estação Padre Cícero.

AcessibilidadeEditar

A estação foi pensada para garantir acessibilidade para todos, contando com os mais diversos recursos para ajudar os usuários portadores de deficiência. Entre eles e possível citar o piso tátil, mapas de localização em braile é sistema de sonorização para portadores de deficiência visual; elevador é acessos exclusivos para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção; painéis explicativos é telas localizadas nas plataformas para portadores de deficiência auditiva, além de toda a equipe de funcionários bem treinados e especializados para atender aos usuários em qualquer situação.

AcessosEditar

O acesso a estação pode ser feito por meio de rampas localizadas em ambos os lados da estação, uma atendendo ao bairro Acaracuzinho e a outra atendendo ao Distrito industrial, ambas levam o usuário ao nível de bloqueios onde também se localização as bilheterias e ao CCO local da estação. Após passar pelos bloqueios o usuário pode descer a plataforma por meio de dois pares de escadarias ou por um elevador presente.

Localização na linhaEditar

Decima quarta estação no sentido terminal Carlitos Benevides.

Referências

  1. «Inicio da fase comercial da linha Sul». Consultado em 15 de setembro de 2015