Abrir menu principal

Estatísticas do Esporte Clube Bahia

TemporadasEditar

 Ver artigo principal: Temporadas do Bahia

ParticipaçõesEditar

Competições estaduaisEditar

  Campeonato BaianoEditar

O Baianão, como é mais conhecido, foi criado em 1905, 3 anos depois que o Paulistão. Já o Bahia foi fundado em 1931, foi desde esse ano que ele disputou o torneio. Desde então, o Esquadrão de Aço ganhou 46 edições, contra 29 do seu rival, o Vitória. Foi o único time a conquistar o heptacampeonato estadual na Bahia, e um dos poucos no Brasil a conseguir essa invencibilidade.

Ano 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939
Pos.
Ano 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949
Pos.
Ano 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959
Pos.
Ano 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969
Pos.
Ano 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979
Pos.
Ano 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989
Pos.
Ano 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos.
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pos.
Ano 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
Pos.



  • Em Negrito, os anos em que o Bahia foi Campeão Baiano.

Competições regionaisEditar

  Copa do NordesteEditar

O Bahia conseguiu um bicampeonato consecutivo da Copa do Nordeste em 2001 e 2002, em 14 edições disputadas, ficando de fora apenas da competição em 2003.

Ano 1994 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2010 2013 2014 2015 2016 2017 2018
Pos. 10º


  • Em negrito, os anos em que o Bahia foi Campeão Nordestino.

Competições nacionaisEditar

  Campeonato BrasileiroEditar

O Bahia participou, de 1959 até 2016, de 44 das 60 edições da Série A do Campeonato Brasileiro e é o clube do Nordeste com mais presenças na competição na história do certame. A equipe baiana foi o grande campeão da primeira edição do campeonato realizada em 1959, tendo tido outras grandes participações durante a década de 1960, figurou entre os melhores clubes do Brasil neste período. O Bahia voltou a conquistar o Campeonato Brasileiro em 1988.

Legenda:

Campeonato Brasileiro Série A
Campeonato Brasileiro Série B
Campeonato Brasileiro Série C
Ano 1959 1960 1961
Pos.
Ano 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1967 1968 1968 1969
Pos. 10º 16º 11º
Ano 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979
Pos. 11º 13º 18º 17º 20º 25º 11º 50º
Ano 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989
Pos. 26º 16º 14º 21º 26º 12º 11º 18º
Ano 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos. 13º 18º 18º 17º 22º   23º 18º
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pos. 11º 19º   24º   18º   10º 12º
Ano 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019
Pos.   14º 15º 12º   18º   12° 11°
Ano 2020
Pos.


  • Em Negrito, o ano em que o Bahia foi Campeão Brasileiro.
  • Em Vermelho, os anos em que o Bahia foi rebaixado para a uma divisão inferior.
  • Em Verde, os anos em que o Bahia foi promovido para a uma divisão superior.

  Copa do BrasilEditar

O Bahia só não participou de três edições da Copa do Brasil, contudo ainda não conseguiu um título nessa competição, tendo chegado, no máximo, às quartas-de-final.

Ano 1989
Pos.
Ano 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos. 16º 11º 19º 15º 14º
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pos. 10º 11º 10º 36º 39º 15º 41º 22º
Ano 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
Pos. 20° 12° 31° 20° 21° 32º 40°


Competições sul-americanasEditar

  Taça Libertadores da AméricaEditar

O Bahia participou três vezes da Libertadores. Em sua primeira participação, o clube foi eliminado na primeira fase. Na segunda participação foi eliminado ainda na fase preliminar, e na sua terceira participação fez a melhor campanha: obteve o 1º lugar no grupo 2 da primeira fase e alcançou as quartas-de-final, quando foi eliminado pelo Inter terminando a competição com apenas uma derrota. O primeiro jogo no Beira-Rio, o placar foi 1 a 0 para o Internacional, enquanto que a segunda partida, realizada na Fonte Nova debaixo de muita chuva, o placar não saiu do zero, beneficiando o time gaúcho.

Ano 1960 1964 1989
Pos. 11º


ArtilheirosEditar

Dos atacantes que já vestiram a camisa tricolor citados abaixo, apenas Nonato ainda está em atividade.

O maior artilheiro da história do clube foi Carlito, com 253 gols. Uéslei é o quarto maior artilheiro, com 140 gols. Marcelo Ramos é o sexto, com 127 gols, seguido de Nonato, com 125 gols.

Maiores Artilheiros
Pos. Atleta Gols Pos. Atleta Gols
Carlito 253   11º Izaltino 112  
Douglas 211   12º Beijoca 106  
Hamilton 154   13º Zé Hugo 96  
Uéslei 140   14º Jorge 85  
Osni 138   15º Lima 84  
Marcelo Ramos 128   16º Bobô 81  
Nonato 125   17º Edinho 79  
Vareta 121   18º Léo Briglia 77  
Alencar 116   19º Charles 68  
10º Biriba 113   20º Cláudio Adão e Tintas 63