Abrir menu principal

Estrela do Norte (São Paulo)

município brasileiro do estado de São Paulo
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Estrela do Norte, veja Estrela do Norte (desambiguação).

Estrela do Norte é um município brasileiro do estado de São Paulo.

Município de Estrela do Norte
Bandeira de Estrela do Norte
Brasão de Estrela do Norte
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 23 de março
Fundação 30 de dezembro de 1953 (65 anos)
Gentílico estrela-do-nortense
Prefeito(a) Cícero Cirino da Silva (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Estrela do Norte
Localização de Estrela do Norte em São Paulo
Estrela do Norte está localizado em: Brasil
Estrela do Norte
Localização de Estrela do Norte no Brasil
22° 29' 16" S 51° 39' 36" O22° 29' 16" S 51° 39' 36" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Narandiba, Sandovalina, Tarabai, Pirapozinho e Paraná
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 263,273 km² [2]
População 2 661 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 10,11 hab./km²
Altitude 409 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,767 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 25 901,698 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 402,29 IBGE/2008[5]

HistóriaEditar

Município criado por japoneses no início teve seu nome, como Patrimônio do Dragão. Anos depois, um morador da cidade que tinha uma fazenda em Minas Gerais como o nome de estrela do norte, colocou o mesmo nome no município. Estrela do Norte teve no total 11 prefeitos. Passou por situações financeiras difíceis por ter uma baixa arrecadação. A última administração municipal, houve um grande crescimento com várias obras de infraestrutura,mas uma parte de má administração deixou uma grande divida nos cofres públicos. Ao seu redor, encontra-se localizadas usinas de cana de açúcar, na qual se traz a renda de parte dos moradores.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 22º29'17" sul e a uma longitude 51º39'37" oeste, estando a uma altitude de 409 metros. Sua população estimada em 2007 era de 2.454 habitantes.

Possui uma área de 263,3 km².

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2000

População Total: 2.625

  • Urbana: 1.786
  • Rural: 839
  • Homens: 1.361
  • Mulheres: 1.264

Densidade demográfica (hab./km²): 9,97

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,15

Expectativa de vida (anos): 74,96

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,42

Taxa de Alfabetização: 84,31%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,767

  • IDH-M Renda: 0,657
  • IDH-M Longevidade: 0,816
  • IDH-M Educação: 0,827

(Fonte: IPEADATA)

HidrografiaEditar

RodoviasEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[7], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[8] para suas operações de telefonia fixa.

AdministraçãoEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  8. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar