Estudo Transcendental n.º 12

O Estudo Transcendental Nº12 "Chasse-neige" (vento impetuoso que carrega uma torrente de neve, ou simplesmente "tempestade de neve") é o décimo segundo (e último) dos Estudos Transcendentais de Franz Liszt. É um Estudo para prática de tremolos, mas contém várias outras dificuldades como saltos longos e escalas cromáticas em alta velocidade, sem mencionar notas muito suaves que entram no meio de outras. É provavelmente o Estudo mais difícil se o Feux Follets não for levado em conta. A peça vai aos poucos aumentando a intensidade, e no seu clímax se encontra em alta tensão e força, mas gradualmente vai diminuindo novamente, terminando com dois acordes de si menor.

O primeiro compasso do Estudo Transcendental n.º 12

Ferruccio Busoni dizia que, de todas as músicas que tentaram "imitar" algo (a exemplo das Quatro Estações de Antonio Lucio Vivaldi), esta é a que melhor conseguiu fazer isso.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.