Abrir menu principal
Brasão de armas italiano para o Imperador da Etiópia

A Etiópia foi ocupada pela Itália em 1936 e se tornou parte de uma colônia italiana, a África Oriental Italiana, com seu antigo território sendo fundido ao de colônias anteriores e dividido em seis governatoratos. A Etiópia Italiana foi proclamada em 1936 durante a Segunda Guerra Ítalo-Etíope, na qual Vítor Emanuel III se declarou Imperador da Etiópia. A ocupação durou até o fim de 1941 quando a colônia foi liberada do controle italiano por uma combinação de etíopes, forças britânicas e da Commonwealth, da França Livre e Bélgica Livre; A resistência italiana teve fim com a Batalha de Gondar, embora alguns italianos tenham continuado combatendo em guerrilhas.[1]

A moeda circulante nesse período foi a lira da África Oriental Italiana.[2]

SubdivisõesEditar

Província Nome italiano Capital População total Italianos[3] Código de matríclua Brasão
Amara Amara Gondar 2,000,000 11,103 AM  
Harrar Harar Harar 1,600,000 10,035 HA  
Gala-Sidamo Galla e Sidama Gimma 4,000,000 11,823 GS  
Shewa Scioa Adis Abeba 1,850,000 40,698 SC  

Ver tambémEditar

Referências

  1. Jowett (2001) p.7
  2. «Bank of Italy». Consultado em 15 de abril de 2019. Arquivado do original em 27 de março de 2012 
  3. Istat Statistiche 2010
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.