Abrir menu principal
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

A Eurocidade Elvas-Badajoz é o resultado da união entre as duas cidades, Elvas do lado português e Badajoz do lado espanhol. As duas cidades formam o maior aglomerado populacional do interior de Portugal e da comunidade autónoma da Estremadura com 210 487 habitantes (2014).

Esta eurocidade é resultado de um protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Elvas e o Ayuntamiento de Badajoz, no dia 16 de Setembro de 2013, com o objectivo de atrair mais emprego, mais investimento e desenvolvimento às duas cidades que agora formam uma eurocidade. [1]

Os centros urbanos das duas cidades estão separados apenas por 8km em linha reta pela A6, sem qualquer tipo de portagem.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Elvas na altura da assinatura, José António Rondão Almeida, "Este é um projeto que formalizou as relações que existem desde há muito tempo entre os habitantes das duas cidades”. A eurocidade “vai envolver serviços públicos e privados e vai estar virada para uma das principais preocupações das duas cidades: o emprego”. Francisco Javier Fragoso Martínez, alcaide de Badajoz, destacou a assinatura deste protocolo como "um futuro construído em conjunto entre Elvas e Badajoz”. Com a criação da Euro-cidade Elvas-Badajoz “não se pretende esquecer a identidade das duas cidades mas sim mostrar à Europa que é possível ter uma identidade conjunta e assim obter um maior apoio por parte da Comunidade Europeia”, referiu o alcaide da cidade raiana de Badajoz. A assinatura do protocolo decorreu nas instalações da IFEBA em Badajoz, onde marcaram presença muitas individualidades, tanto portuguesas como espanholas.

Em 2015 e após o pedido de adesão da vila de Campo Maior devido à sua grande ligação com estas duas cidades e pela proximidade às mesmas, o presidente da Câmara Municipal de Elvas e o alcaide de Badajoz votaram favoravelmente à integração de Campo Maior na Eurocidade Elvas-Badajoz.

Com a entrada do município de Campo Maior, a eurocidade passa a ter uma população de cerca de 220 mil habitantes e uma área de abrangência de cerca de 500 mil habitantes entre os dois lados da fronteira.

A Eurocidade Elvas/Badajoz/Campo Maior tem um órgão máximo denominado de "Conselho Plenário da Eurocidade" e, desde 26 de setembro de 2018, é composto da seguinte forma:

Presidente: Francisco Javier Fragoso (Alcalde de Badajoz)

Vice-Presidente: Nuno Mocinha (Presidente da C.M. de Elvas)

Vice-Presidente Adjunto: Ricardo Pinheiro (Presidente da C.M. de Campo Maior)

A Eurocidade dispõe de um orçamento denominado de EUROBEC e tem uma dotação de 968.500 euros, repartidos entre os municípios de Badajoz com 723 mil euros, Elvas 134.500 euros e Campo Maior 111 mil euros.

Referências

Ver tambémEditar