Exército Popular da Coreia

O Exército Popular da Coreia (EPC), também conhecido como as Forças Armadas da Coreia do Norte, são as forças militares da República Popular Democrática da Coreia. Kim Jong-un é o Comandante Supremo e Presidente da Comissão Nacional de Defesa. As FACN têm cinco ramos: Exército, Marinha, Força Aérea, Artilharia e Força de Operações Especiais.[3]

Forças Armadas da Coreia do Norte
조선인민군
Flag of the Korean People's Army (Fringed).png
País Coreia do Norte
Ramos Flag of the Korean People's Army Ground Force.svg Forças Terrestres da Coreia do Norte
Flag of the Korean People's Navy.svg Marinha da Coreia do Norte
Flag of the North Korean People's Army Air Force.svg Força Aérea da Coreia do Norte
Sede(s) Pyongyang
Lideranças
Comandante-em-Chefe Kim Jong-un
Idade dos militares 17 anos
Conscrição Serviço militar obrigatório
Disponível para o
serviço militar
6,515,279 homens, idade ,
6,418,693 mulheres, idade 
Apto para o
serviço militar
4,836,567 homens, idade ,
5,230,137 mulheres, idade 
Chegando a idade
militar anualmente
207,737 homens,
204,553 mulheres
Pessoal ativo 1 280 000 (2019)[1]
Pessoal na reserva 600 000 (2012)
Despesas
Orçamento US$ 1,6 bilhões (2018)[2]
Percentual do PIB 4,9% (2018)[2]
Indústria
Fornecedores estrangeiros  Rússia
 China
Irã Irã

De acordo com a política Songun, é a instituição central da sociedade norte-coreana. Kim Jong-un atua como Comandante Supremo e presidente da Comissão Militar Central.

HistóriaEditar

Em 25 de abril de 1932, foi fundado o Exército Revolucionário do Povo Coreano, um grupo guerrilheiro anti-japonês, dirigido por Kim Il-sung, que, em 8 de fevereiro de 1948, juntamente com outras formações militares, foi convertido em um exército regular[4].

Outra formação militar, que ajudaria a criar o Exército Popular da Coreia, foi Exército Voluntário Coreano (EVC), fundado em 1939, em Yan'an, China. O EVC era liderado por Kim Tu-bong e Mu Chong; e, em 1945, tinha cerca de 1.000 integrantes, a maioria desertores coreanos do Exército Imperial Japonês. Nos primeiros anos, o EVC lutou ao lado das forças comunistas chinesas, das quais recebeu armas e munições. Após a derrota dos japoneses, o EVC se deslocou para o leste de Jilin, com a intenção recrutar de coreanos étnicos que viviam na China, principalmente de Yanbian e, em seguida, entrou na Coreia[5].

Ao final da Segunda Guerra Mundial, tropas soviéticas ocuparam o norte da Península Coreana e determinou que todos os grupos de resistência armada nas áreas ocupadas por tropas soviéticas, se dissolvessem em 12 de outubro de 1945. Nesse contexto, cerca de dois mil coreanos com experiência militar no exército soviético foram enviados a vários locais ao redor do país para formar forças policiais, que seriam fundadas no dia 21 de outubro de 1945.

No dias 11 de janeiro de 1946, foi anunciada a formação de uma unidade que seria responsável pela segurança em torno das ferrovias, que foi ativada no dia 15 de agosto. Essa unidade supervisionaria as forças de segurança existentes e a criação das forças armadas nacionais.

No dia 4 de fevereiro de 1948, foi fundado o Departamento de Segurança do Estado, um precursor do Ministério da Defesa do Povo, poucos dias antes da fundação oficial do Exército Popular da Coreia, no dia 8 de fevereiro de 1948. Sete meses depois, no dia 9 de setembro de 1948, seria, oficialmente, criada a República Popular Democrática da Coreia[6] [7].

Ver tambémEditar

Referências

  1. IISS 2019, pp. 280–281.
  2. a b «Military expenditure by country, in constant (2017) US$ m., 1988–2018» (PDF). Stockholm International Peace Research Institute. 2019. Consultado em 2 de julho de 2019 
  3. Bermudez, Joseph S. (2001). Shield of the Great Leader. The Armed Forces of North Korea. Col: The Armed Forces of Asia. Sydney: Allen & Unwin. ISBN 1-86448-582-5 
  4. A Few Facts on North Korea’s Army Day, em inglês, acesso em 30/09/2021.
  5. Elleman, Bruce. Beijing's Power and China's Borders: Twenty Neighbors in Asia. Routledge (2014). pp. 116–117
  6. James M. Minnich, The North Korean People's Army, p. 36
  7. https://web.archive.org/web/20170216085335/http://www.strategicstudiesinstitute.army.mil/pdffiles/pub771.pdf North Korea’s Military THREAT: pYONGYANG’S CONVENTIONAL FORCES, WEAPONS OF MASS DESTRUCTION, and BALLISTIC MI], em inglês, acesso em 30/09/2021.
  Este artigo sobre a Coreia do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.