Abrir menu principal
Napoleão inspecionando suas tropas na Bolonha, em agosto de 1804.

O Exército da Costa Oceânica (em francês: Larmée des côtes de l'Océan) foi um Exército Revolucionário francês. Reconstruído em 1803 e reunido em Boulogne por Napoleão Bonaparte com o objectivo de invadir a Inglaterra na sequência da quebra da Tratado de Amiens em 18 de Maio de 1803.

Foi criado em 1795 pelo Diretório para lutar contra os chouans e os vendées, agregando os exércitos do Oeste, de Brest e de Cherbourg, e ficando sob o comando do general Lazare Hoche. Em 1797, torna-se o "Exército de Inglaterra" (Armée d'Angleterre).

Este exército, reunido em três grandes campos — Bruges (Gand), Saint-Omer (Boulogne, Outreau, Wimille, Wimereux, Ambleteuse), Montreuil (Étaples) — para treinar e receber formação durante dois ano. Foi constituído por 200 mil homens.

A 29 de Agosto de 1805, o Exército da Costa Oceânica passa a designar-se por Grande Armée para empreender a campanha da Alemanha no seguimento da formação da Terceira Coligação.

Ligações externasEditar