Exército do Povo do Vietnã

Vietnam
(Redirecionado de Exército do Povo do Vietnam)

Exército do Povo do Vietnã (vietnamita:Quân Đội Nhân Dân Việt Nam) é o nome oficial das Forças Armadas da República Socialista do Vietnã.[5]

Exército do Povo do Vietnã
Quân đội Nhân dân Việt Nam‎
Flag of the People's Army of Vietnam.svg
Bandeira do exército do povo do Vietnã. Slogan traduz "determinado a vencer".
País  Vietnã
Fundação 22 de Dezembro de 1944[1]
Ramos Vietnam People's Army insignia.png Exército
Vietnam People's Navy insignia.png Marinha
Vietnam People's Air Force insignia.png Força Aérea
Vietnam Border Defense Force insignia.jpg Força de Defesa das Fronteiras do Vietnã
Vietnam Marine Police insignia.jpg Guarda Costeira
Vietnam Cyberspace Operation.png Operações Cibernéticas
VietNam Defend Mausoleum Ho Chi Minh President.png Guarda do Mausoleu
Sede(s) Hanói
Lideranças
Comandante-em-Chefe Nguyễn Phú Trọng
Ministro da Defesa General Ngô Xuân Lịch
Chefe do Estado-Maior Coronel-general Phan Văn Giang
Idade dos militares 18 anos
Conscrição Serviço militar obrigatório
Pessoal ativo 412 000 militares[2]
Pessoal na reserva 5 000 000 militares
Despesas
Orçamento US$ 5,5 bilhões (2018)[4]
Percentual do PIB 2.3% [3]
Indústria
Fornecedores estrangeiros  Rússia
 Índia
 Chéquia
 França
 Países Baixos
 Israel
 Ucrânia
Roménia
 Suécia
 Turquia
 Bulgária
 Sérvia
 Belarus
 Coreia do Sul
 Irão

Formado primeiramente por Ho Chi Minh com o nome de Unidade de Propaganda Armada para a Libertação Nacional em dezembro de 1944, ainda durante a II Guerra Mundial, para combater e expulsar os ocupantes coloniais franceses e os japoneses do país, na guerra posterior contra a ocupação francesa, entre 1945 e 1954 , o Exército do Povo era comumente conhecido no ocidente como Việt Minh, apesar desta denominação não ser exata, pois não representava apenas o exército, mas era o nome de todo o movimento de independência nacional, civil e militar, que resultou na fundação da República Democrática do Vietnã, em 1945.

Mais conhecido simplesmente como Exército do Vietnam do Norte (em inglês North Vietnamese Army, ou "NVA") durante a Guerra do Vietnã nos anos 60 e 70, o EPV tinha relações militares com a chamada Frente Nacional para a Libertação do Vietnam do Sul – popularmente conhecida como Vietcong, basicamente formada por milicianos civis - sendo uma força militarizada, uniformizada e organizada em terra, mar e ar sob o comando central do governo de Hanói, na pessoa do general Vo Nguyen Giap, durante os anos de guerra. Em 1975, com a saída dos Estados Unidos do país após o acordo de paz entre os dois governos firmado em Paris, o EPV derrotou as tropas do governo do Vietnam do Sul, entrando em Saigon e realizando a posterior unificação do país.

Após a guerra, o Exército do Povo foi responsável por ocupar o vizinho Camboja e depor o Khmer Vermelho, o governo do ditador Pol Pot, responsável pelo genocídio de cerca de três milhões de seus compatriotas entre 1976 e 1979.

O EPV consiste hoje das forças terrestres do Vietnam – incluindo aí as forças estratégicas de retaguarda e as de defesa de fronteiras - a Marinha, a Força Aérea e a Guarda Costeira do país. Com um contingente atual de cerca de 450 mil soldados, participa como força de trabalho na reconstrução econômica e física do Vietnã, além de realizar missões humanitárias, atuando em desastres naturais como inundações e deslizamentos de terra.

Também atua na coordenação da segurança nacional com a economia, sendo sua presença notada nas áreas da indústria, pesca, agricultura, reflorestamento e telecomunicações.

Atualmente conta com mais de 400 000 militares em suas fileiras.[6]

HistóriaEditar

Antes de 1945Editar

O primeiro registro histórico da história militar vietnamita data da era de Hồng Bàng , o primeiro estado registrado no Vietnã antigo a ter força militar reunida. Desde então, os militares desempenham um papel crucial no desenvolvimento da história vietnamita devido à sua história turbulenta de guerras contra a China, Champa , Camboja, Laos e Tailândia.

Guerra da Indochina FrancesaEditar

O Exército do Povo do Vietnã foi concebido pela primeira vez em setembro de 1944 na primeira Conferência Militar do Partido Revolucionário para criar uma força para expulsar os ocupantes coloniais franceses e japoneses do Vietnã. Sob as diretrizes de Hồ Chí Minh e Võ Nguyên Giáp o mesmo passou a existir em 22 de dezembro de 1944. A primeira formação era composta por trinta e um homens e três mulheres, armados com dois revólveres, dezessete fuzis, uma metralhadora leve e quatorze armas improvisadas de carregamento pela culatra.  Os agentes OSS dos Estados Unidos forneceram munições, bem como inteligência logística e equipamentos e também ajudaram a treinar esses soldados que mais tarde se tornou a espinha dorsal vital dos militares vietnamitas nas guerras futuras.

Võ Nguyên Giáp tornou-se o primeiro general pleno em 28 de maio de 1948, e famoso por liderar o Exército do Povo do Vietnã na vitória sobre as forças francesas na Batalha de Dien Bien Phu em 1954 e por estar no comando geral contra o Vietnã do Sul apoiado pelos EUA em a queda de Saigon em 30 de abril de 1975.

Guerra do VietnãEditar

Artigo principal: Guerra do Vietnã

Conflitos sino-vietnamitas (1979-1991)Editar

Na segunda metade do século 20, as forças armadas do Vietnã participariam de incursões organizadas para proteger seus cidadãos e aliados contra facções militares agressivas nos vizinhos países indochineses de Laos e Camboja e das guerras defensivas de fronteira com a China.

OrganizaçãoEditar

 
Soldado da EPV durante a Guerra do Vietnã com uma submetralhadora PPSh-41.

O Comandante-em-Chefe das Forças Armadas é o Presidente do Vietnã , embora essa posição seja nominal e o poder real seja assumido pela Comissão Militar Central do Partido Comunista do Vietnã. O secretário da Comissão Militar Central (geralmente o Secretário Geral do Partido Comunista do Vietnã ) é o comandante de fato e atualmente este é o Nguyễn Phú Trọng.

O Ministro da Defesa Nacional supervisiona as operações do Ministério da Defesa. Ele também supervisiona agências como o Estado-Maior Geral e o Departamento de Logística Geral. No entanto, a política militar é, em última análise, dirigida pela Comissão Militar Central do Partido Comunista do Vietnã.

  • Ministério da Defesa : é a organização líder, o mais alto comando de administração do Exército do Povo do Vietnã.
  • Departamento de Estado-Maior : é a agência líder em todos os níveis do Exército do Povo do Vietnã, comanda todas as forças armadas, que funciona para garantir a prontidão de combate das forças armadas e administrar todas as atividades militares na paz e na guerra.
  • Departamento Político Geral : é o órgão encarregado dos assuntos do Partido Comunista (trabalho político) dentro das Forças Armadas.
  • Departamento Geral de Inteligência Militar : é uma agência de inteligência do governo vietnamita.
  • Departamento Geral de Logística : é o órgão encarregado de garantir a totalidade da unidade logística e militar.
  • Departamento Técnico Geral : é o órgão encarregado de assegurar meios técnicos de guerra equipados para o exército e cada unidade.
  • Departamento Geral da Indústria Militar : é o órgão encarregado de orientar as tarefas de defesa e produção.

RamosEditar

O Exército do Povo Vietnamita é subdividido nos seguintes ramos de serviço:

  •   Forças Terrestres do Povo do Vietnã
  •  Força Aérea Popular do Vietnã
  •  Marinha do Povo do Vietnã
  •   Força de Defesa da Fronteira do Vietnã
  •  Guarda Costeira do Vietnã
  •   Operações do ciberespaço
  •  Guarda do Mausoléu de Ho Chi Minh

O Exército Popular do Vietnã é composto pela Força Principal, a Força Local e a Força de Fronteira. Tal como acontece com as forças armadas da maioria dos países, o EPV consiste em forças permanentes ou regulares, bem como forças de reserva. Em tempos de paz, as forças permanentes são reduzidas em número e mantidas prontas para o combate por meio de treinamento físico e de armas regulares e manutenção de estoque.

EquipamentoEditar

De 1960 a 1975, a União Soviética , junto com alguns países menores do Bloco de Leste , foi o principal fornecedor de equipamento militar para o Vietnã do Norte. Muitos dos equipamentos deixado pelo Exército dos EUA e sob o controle do governo vietnamita do sul foram capturados em 30 de abril de 1975, após a captura de Saigon.

Apesar da Rússia continuar sendo o maior fornecedor de armas do Vietnã, o aumento da cooperação com Israel resultou no desenvolvimento de armamentos vietnamitas com uma forte mistura de armas russas e israelenses. Por exemplo, as armas PKMS, GK1 e GK3 são três armas feitas no Vietnã, muitas novas armas, veículos e equipamentos vietnamitas também são muito influenciados pelas doutrinas militares israelenses, devido às relações longas e problemáticas do Vietnã com a maioria de seus vizinhos[7].

Nome Imagem Tipo Origem Notas
Capacetes
Capacete Tipo A2 Capacete de combate   Vietnã Tipo padrão de capacete do Exército
Capacete de medula vietnamita[1]   Capacete   Vietnã Tipo padrão de capacete do Exército para treinamento.
SSh-68   Capacete de combate   União Soviética Uso limitado.
SSh-40   Capacete de combate   União Soviética Uso limitado.
Capacete PASGT   Capacete de combate   Estados Unidos
  Vietnã
U[2]so limitado com Forças [3]Especiais, Guardas de Fronteira e Marinha. Eles estão substituindo gradualmente os capacetes mais antigos em todos os ramos do Exército. A maioria dos capacetes é uma versão vietnamita do PASGT . Modelos anteriores foram importados de Israel[8].
Capacete M1   Capacete de combate   Estados Unidos Uso limitado.
Modelo Imagem Tipo Calibre Origem Notas
Pistolas
TT-33   Pistola semiautomática 7,62 × 25 mm Tokarev   União Soviética
  Vietnã
Pistola de serviço de edição padrão. Fabricado localmente na fábrica Z111 como K14-VN. A versão produzida localmente é melhorada com um cano mais longo e um carregador de pilha dupla que detém uma capacidade aumentada de 13 cartuchos[9].
PM   Pistola semiautomática 9 × 18 mm Makarov   União Soviética
  Vietnã
Usado por policiais. Uso limitado no exército. Fabricado localmente como K59.
CZ-82   Pistola semiautomática 9 × 18 mm Makarov   Checoslováquia Usado por policiais. Uso limitado no exército.
M1911A1   Pistola semiautomática .45 ACP   Estados Unidos Uso limitado
Browning Hi-Power   Pistola semiautomática 9 × 19mm Parabellum   Bélgica Armazenado para treinos de tiro.
CZ 75   Pistola semiautomática 9 × 19mm Parabellum   Checoslováquia Apenas um pequeno número para uso em testes
IWI Jericho 941   Pistola semiautomática 9 × 19mm Parabellum   Israel Apenas um pequeno número para uso em testes
CornerShot   Acessório de arma   Israel Usado pelas Forças Especiais (acessório para disparos em curvas).
Rifles de assalto
STV-380

STV-215

  Rifle de assalto 7,62 × 39 mm Israel Vietnã Rifle padrão fabricado localmente.[10]
STL-1A Rifle de assalto 7,62 × 39 mm Vietnã Uso limitado no exército e fabricado localmente[11].
AKM   Rifle de assalto 7,62 × 39 mm M43 União Soviética Vietnã Modelo ainda fabricado, as versões mais antigas estão sendo convertidos para os rifles STL-1A / STL-1B feitos internamente ou atualizados para os padrões AKM-1[11].
AK-47   Rifle de assalto 7,62 × 39 mm M43 União Soviética Vietnã Ainda fabricado localmente[12].
Digite 56 Rifle de assalto 7,62 × 39 mm M43 China Vietname Digite 56 e digite 56-1. Substituído como rifle padrão pelo STV380 / STV215 .
AK-74   Rifle de assalto 5,45 × 39 mm União Soviética Recebido como presentes da União Soviética em números limitados.
Tipo 58   Rifle de assalto 7,62x39mm Coreia do Norte Uso limitado. Enviado como ajuda militar pela Coreia do Norte durante a Guerra do Vietnã .
CAR-15   Carabina 5,56 × 45 mm NATO Estados Unidos

Vietnã

Usado por Forças Especiais, Fuzileiros Navais e Polícia Marinha.[13]
IWI Tavor TAR-21   Rifle de assalto 5,56 × 45 mm NATO Israel Usado por Forças Especiais e Fuzileiros Navais[10].
vz. 58   Rifle de assalto 7,62 × 39 mm Checoslováquia Uso limitado.[14]
CZ 805 BREN   Rifle de assalto 5,56 × 45 mm NATO República Checa Apenas para testes.
Rifle de assalto para operações especiais   Rifle de assalto 5,56 × 45 mm NATO Estados Unidos Uso limitado.
FN FNC   Rifle de assalto 5,56 × 45 mm NATO Bélgica Uso limitado.
M16   Rifle de assalto 5,56 × 45 mm NATO Estados Unidos Usado pela Guarda Costeira.
M14   Rifle de batalha 7,62 × 51 mm NATO Estados Unidos Armazenado como reserva.
SKS   Carabina 7,62 × 39 mm M43 União Soviética Usado pela guarda de honra.
M1 Carbine   Carabina 0,30 Carabina Estados Unidos Usado por milícias.
M1 Garand   Rifle semiautomático 30-06 Springfield Estados Unidos Usado por milícias.

GaleriaEditar

Referências

  1. Hertog, Steffen (2007). «Shaping the Saudi state: Human agency's shifting role in the rentier state formation» (PDF). International Journal Middle East Studies. 39: 539–563. doi:10.1017/S0020743807071073. Consultado em 17 de abril de 2012 
  2. "The Military Balance 2011", p. 267. International Institute for Strategic Studies, Londres, 2011.
  3. «Military expenditure by country, in constant (2017) US$ m., 1988-2018» (PDF). Stockholm International Peace Research Institute. Consultado em 4 de outubro de 2020 
  4. «Military expenditure by country, in constant (2017) US$ m., 1988-2018» (PDF). Stockholm International Peace Research Institute. Consultado em 4 de outubro de 2020 
  5. Early Day: The Development of the Viet Minh Military Machine"
  6. IISS Military Balance 2008, Routledge for the IISS, London, 2008, p.408
  7. VCCorp.vn. «Chế tuyệt tác vũ khí, Công nghiệp quốc phòng VN 'đứng trên vai người khổng lồ" Israel». soha.vn (em vietnamita). Consultado em 8 de outubro de 2020 
  8. «Mũ chống đạn của Quân đội Việt Nam chịu được đạn 9mm». netnews.vn. 13 de junho de 2016. Consultado em 8 de outubro de 2020 
  9. «Sức mạnh dàn súng Việt Nam tự sản xuất». baodatviet.vn. Consultado em 11 de outubro de 2020 
  10. a b «Israel's defense industry targets Vietnam - Globes». en.globes.co.il (em hebraico). 18 de julho de 2012. Consultado em 1 de novembro de 2020 
  11. a b www.armyrecognition.com https://www.armyrecognition.com/weapons_defence_industry_military_technology_uk/viertnam_has_upgraded_kalashnikov_akm_under_the_name_stl-1a.html. Consultado em 1 de novembro de 2020  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  12. Nam, Dmitry Shorkov Sputnik Việt. «Chuyên gia Nga nhận xét về việc Việt Nam hiện đại hóa kho vũ khí súng Kalashnikov». vn.sputniknews.com (em vietnamita). Consultado em 1 de novembro de 2020 
  13. «Bất ngờ với dàn vũ khí tham gia diễu binh 30/4 kỳ 1». web.archive.org. 25 de abril de 2015. Consultado em 1 de novembro de 2020 
  14. «Việt Nam mua nhiều vũ khí từ CH Czech». BBC News Tiếng Việt (em vietnamita). 23 de julho de 2014. Consultado em 1 de novembro de 2020