Exarcado Ortodoxo Russo na Europa Ocidental

Exarcado da Igreja Ortodoxa Russa na países: Andorra, Bélgica, Grã-Bretanha, Irlanda, Espanha, Italia, Liechtenstein, Luxemburgo, Mónaco, Países Baixos, Portugal, França, Suíça.

Exarcado Ortodoxo Russo da Europa Ocidental ou Exarcado Patriarcal da Europa Ocidental[1] é o exarcado estrangeiro do Patriarcado de Moscou em Andorra, Bélgica, Grã-Bretanha, Irlanda, Espanha, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Mônaco, Países Baixos, Portugal, França e Suíça[2].

Originalmente estabelecido em 7 de setembro de 1945 por um decreto do Santo Sínodo da Igreja Ortodoxa Russa sobre a "reunificação"  das paróquias governadas pelo Metropolita Evlogius (Georgievsky) com o Patriarcado de Moscou e sua preservação como um Exarcado da Igreja Ortodoxa Russa. Abolido em 1990. Restaurado em 28 de dezembro de 2018[2][3].

O Primaz é o Metropolita Anthony (Sevryuk)[4], que detém o título de " Metropolita de Chersonesus e da Europa Ocidental "[5][6].

A Diocese de Chersonese e Europa OcidentalEditar

A Diocese de Chersonese e Europa Ocidental (Exarcado Patriarcal) reúne as dioceses, paróquias do Patriarcado de Moscou na França, Espanha, Grã-Bretanha, Bélgica, Holanda, Itália, Suíça e Portugal. A origem da diocese remonta ao exarcado do Patriarcado de Moscou na Europa Ocidental, que, no dia seguinte à Revolução Russa de 1917, o Metropolita Euloge (Guéorguievski) presidiu.

Em 1931, o Metropolita Euloge deixou o Patriarcado de Moscou por um tempo e ingressou na jurisdição do Patriarcado de Constantinopla. Os ortodoxos que permaneceram fiéis à Igreja Ortodoxa Russa fundaram em 1931 a paróquia dos Três Santos Doutores (Basílio de Cesaréia, Gregório de Nazianze e João Crisóstomo), que em 1946 se tornou a sede do novo exarca do Patriarca de Moscou na França. Entre seus fundadores estão o bispo Benjamin (Fedchenkov), o teólogo Vladimir Lossky, Hieromonk Athanasius (Netchaev). Um papel importante na fundação do novo exarcado foi desempenhado pela Sociedade de São Photius, presidida por Vladimir Lossky em 1931.

No lugar do Metropolita Euloge, o Patriarcado de Moscou, então vítima de perseguição sem precedentes pelas autoridades soviéticas, em janeiro de 1931 nomeou Eleuthère (Bogoïavlensky), Metropolita de Vilnius. Em março do mesmo ano, Dom Benjamin (Fedchenkov) tornou-se bispo auxiliar da diocese e reitor da Igreja dos Três Santos Doutores.

Em 1945, cerca de um ano antes de sua morte, o metropolita Euloge voltou com todas as suas paróquias para a Igreja Ortodoxa Russa e tornou-se novamente exarca do Patriarca de Moscou. No entanto, quando com a morte do Bispo Euloge em 1946 o Metropolita Serafim (Loukianov) foi nomeado o novo exarca do Patriarcado de Moscou, um grande número de paróquias, contestando a figura do Bispo Seraphin, novamente rompeu o vínculo canônico com a igreja mãe. Essas paróquias deram origem ao atual exarcado de paróquias russas na Europa Ocidental do Patriarcado de Constantinopla.

A diocese de Chersonesus, a rigor, nasceu no final da década de 1980 como a herdeira do exarcado da Europa Ocidental. Até dezembro de 2006, incluía também as paróquias russas na Itália, agora colocadas sob a autoridade canônica do bispo titular de Bogorodsk.

Chersonesus é uma antiga cidade da Crimeia, fundada por colonos gregos no século IV a.C.. Segundo a tradição eclesial, foi nesta cidade que o Príncipe Vladimir decidiu tornar-se cristão, abrindo uma nova página na história da Rússia[7].

ReferênciasEditar

  1. SHESHKO, Prêtre Georges. «Le Saint-Synode de l'Église orthodoxe russe décide de créer l'Exarchat patriarcal en Europe occidentale». Eglise orthodoxe russe en France (em francês). Consultado em 9 de agosto de 2020 
  2. a b «Журналы заседания Священного Синода от 28 декабря 2018 года | Русская Православная Церковь» (em russo). Consultado em 9 de agosto de 2020 
  3. «Патриарший экзархат Западной Европы / Организации / Патриархия.ru». Патриархия.ru (em russo). Consultado em 10 de agosto de 2020 
  4. presse, Service de. «Mgr ANTOINE (Sevryuk), métropolite de Chersonèse et d'Europe occidentale». Eglise orthodoxe russe en France (em francês). Consultado em 10 de agosto de 2020 
  5. «Внутреннее положение о Патриаршем экзархате Западной Европы / Официальные документы / Патриархия.ru». Патриархия.ru (em russo). Consultado em 9 de agosto de 2020 
  6. «L'Église orthodoxe russe nomme un nouvel archevêque à Paris». La Croix (em francês). 5 de junho de 2019. ISSN 0242-6056 
  7. presse, Service De. «Quelques mots sur le diocèse de Chersonèse et de l'Europe occidentale». Eglise orthodoxe russe en France (em francês). Consultado em 10 de agosto de 2020 

Ligações ExternasEditar

Diocese de Chersonese - site oficial - (em francês)

Patriarcado de Moscou - site oficial (em russo)

Departamento de Relações Eclesiásticas Externas da Igreja Ortodoxa Russa - site oficial (em russo)