Este artigo é sobre o programa ECW da World Wrestling Entertainment. Para a promoção independente que esteve ativa entre 1992–2001, veja Extreme Championship Wrestling.

WWE ECW (também conhecido como ECW no Sci-Fi e mais tarde ECW no Syfy, ou simplesmente ECW) é um programa de televisão americano de luta livre profissional que foi produzido pela WWE, baseado na promoção independente Extreme Championship Wrestling (ECW) que durou de 1992 a 2001. O nome do programa também se referia à marca ECW, na qual os funcionários da WWE eram designados para trabalhar e se apresentar, complementando as outras marcas da WWE, Raw e SmackDown.

ECW (WWE)
Cenário da ECW em HD
Informação geral
Formato série
Duração 46 minutos
Criador(es) Vince McMahon
Paul Heyman
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Câmara Multicâmara
Elenco Plantel da ECW (WWE)
Tema de abertura "Bodies" por Drowning Pool
(2006-2007)
"Don't Question My Heart" de Saliva & Brent Smith
(2008-2010)
Exibição
Emissora original Sci-Fi/Syfy (2006–2010)
Formato de exibição NTSC (2006–2008)
HDTV 1080i (2008–2010)
Transmissão original 13 de Junho de 2006 – 16 de Fevereiro de 2010
Temporadas 4
Episódios 193
Cronologia
ECW on TNN (1999–2000)
WWE Velocity (2002–2006)
WWE NXT (2010–)

A ECW estreou em 13 de junho de 2006, no Sci Fi nos Estados Unidos e durou até seu episódio final em 16 de fevereiro de 2010, no Syfy renomeado. Foi substituído na semana seguinte pelo WWE NXT.[1] Cada episódio está disponível para visualização sob demanda através da WWE Network.[2]

Ao longo da existência dos shows, ECW foi transmitido de mais de 120 arenas, mais de 80 cidades e quatro países: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Itália em 2007.

HistóriaEditar

Lançamento na Sci FiEditar

A WWE adquiriu os direitos das marcas registradas e videoteca da Extreme Championship Wrestling (ECW) em 2003 e mais tarde começou a reintroduzir a ECW através do conteúdo da biblioteca da ECW e uma série de livros, que incluiu o lançamento do documentário The Rise and Fall of ECW. A enorme popularidade das mercadorias da ECW levou a WWE a organizar o ECW One Night Stand, uma reunião da ECW em pay-per-view em 2005. O sucesso financeiro e crítico do evento motivou a WWE a organizar um segundo One Night Stand no ano seguinte. Com o interesse renovado no produto da ECW, a WWE começou a explorar a possibilidade de reviver a promoção em tempo integral. A notícia de que a WWE estava planejando trazer de volta a ECW vazou em meados de abril quando Vince McMahon decidiu reviver a ECW como uma marca em tempo integral. Relatórios de antemão afirmavam que a WWE estava preparada para trazer de volta a ECW imediatamente após a WrestleMania 22.

Em 25 de maio de 2006, a WWE anunciou o lançamento da ECW como uma marca independente, congruente com Raw e SmackDown!, com seu próprio show no Sci Fi (agora Syfy).[3] Apesar das preocupações iniciais de que o wrestling profissional não seria aceito pela demografia de Sci Fi, a presidente da rede Bonnie Hammer afirmou que acreditava que a ECW se encaixaria no tema do canal de "esticar a imaginação". Sci Fi (agora conhecido como Syfy) é de propriedade da NBC Universal, empresa-mãe da USA Network e emissora a cabo exclusiva do Raw e Smackdown. A série semanal da ECW recebeu originalmente treze episódios como uma "série de verão" no Sci Fi. A estréia recebeu uma classificação de 2,79, tornando-se o programa de TV a cabo mais bem avaliado em seu horário.[4] Por causa de suas boas classificações, foi concedido um período prolongado até o final de 2007.[5] Em 23 de outubro de 2007, a rede renovou a série até 2008.[6] Antes do lançamento do show, a WWE optou por cancelar seu webcast Velocity e substituí-lo pelo novo programa ECW.

Formato original (2006)Editar

A ECW foi inicialmente produzida de forma diferente dos outros shows da WWE. Para eventos televisionados, as principais câmeras voltadas para o ringue foram colocadas em um local diferente na arena, enquanto o próprio ringue de luta livre apresentava um logotipo da ECW no tapete e capas de tensor em branco. Os artistas masculinos foram chamados de "Extremistas" em vez de "Superstars", enquanto os artistas femininos foram chamados de "Vixens" em vez de Divas. No entanto, o show começou a ser produzido de forma constante seguindo o mesmo formato dos outros shows. Ao contrário da promoção original, as regras da partida, como contagem e desqualificações, agora eram padrão. Partidas com o conjunto de regras da promoção original foram então classificadas como disputadas em "Extreme Rules" e só foram disputadas quando especificadas.

O ex-proprietário da ECW Paul Heyman serviu como "Representante da ECW" no ar (uma referência a como Heyman foi identificado no Monday Night Raw em 1997). De acordo com uma entrevista ao jornal britânico The Sun, Heyman escreveu os roteiros semanais do programa e os submeteu aos escritores para possíveis mudanças, e depois a Vince McMahon para aprovação final. Após December to Dismember, Heyman foi dispensado de suas funções dentro e fora do ar com a World Wrestling Entertainment.[7]

Mudança no formato (2007–2010)Editar

Enquanto o show começou um sucesso de audiência, ele começou a atrair críticas de fãs da ECW original desde o início. Isso ficou mais evidente pela reação negativa da multidão que os fãs "old school" deram no evento principal de Batista vs. Big Show no show de 1 de agosto de 2006 do Hammerstein Ballroom, que muitas vezes realizou eventos originais da ECW enquanto era uma empresa.[8][9] Depois que Heyman saiu no final de 2006, não havia nenhuma autoridade da ECW até 14 de agosto de 2007, quando Armando Estrada foi anunciado como Gerente Geral.

Em 6 de maio de 2008, a ECW comemorou seu 100º episódio no Sci Fi. Em 3 de junho de 2008 Estrada foi substituído por Theodore Long como Gerente Geral da ECW. ECW mudou para 21:00 Leste/20:00 Central em 30 de setembro de 2008.[10] ECW voltou para 22:00 Leste/21:00 Central em 5 de maio de 2009. Na edição de 7 de abril da ECW foi anunciado que Theodore Long estava retornando ao SmackDown para cumprir o papel de General Manager. A partir deste ponto, o Gerente Geral Interino foi nomeado como Tiffany, que assumiu o cargo de Gerente Geral em tempo integral no episódio de 30 de junho de 2009.[11] Em 7 de julho de 2009, o Sci Fi Channel renomeou-se para "Syfy", levando a WWE a renomear o show ECW no Syfy para refletir as mudanças.[12] Em 2009, uma "iniciativa superstar" foi estabelecida com o propósito de introduzir novos talentos na programação da WWE, principalmente aqueles do território de desenvolvimento da WWE, Florida Championship Wrestling, ao elenco da ECW.

Cancelamento e consequênciasEditar

Em 2 de fevereiro de 2010, o presidente da WWE, Vince McMahon, anunciou que a ECW sairia do ar e seria substituída por um novo programa semanal em seu slot, no qual McMahon anunciou como "um show inovador e original". Mais tarde foi anunciado que o show iria ao ar seu episódio final em 16 de fevereiro de 2010. No episódio de 9 de fevereiro de 2010 da ECW, o nome do novo show foi anunciado como WWE NXT.[13]

Presença onlineEditar

No lançamento da ECW, WWE.com introduziu Hardcore Hangover, um recurso de vídeo que permitia aos fãs nos Estados Unidos e Canadá transmitir ou baixar vídeos do programa semanal.[14] Em 16 de outubro de 2007, foi substituído por um novo recurso que disponibilizou episódios completos do programa para streaming no WWE.com no dia seguinte à sua exibição. Depois de reunir uma lista de nomes de fãs e realizar uma pesquisa online, o recurso foi nomeado ECW X-Stream em 31 de outubro de 2007.[15] Os episódios anteriores da ECW foram anteriormente visualizados no site de streaming de vídeo Hulu,[16] que estão disponíveis na WWE Network.

ProduçãoEditar

Personalidades no arEditar

Figuras de autoridadeEditar

Figuras de autoridade Posição Data de início Data de término Notas
Vince McMahon Proprietário, Presidente e CEO 22 de maio de 2006 16 de fevereiro de 2010
Paul Heyman Representante 22 de maio de 2006 5 de dezembro de 2006 Renunciou após Big Show perder o Campeonato Mundial da ECW
Armando Estrada Director Geral 14 de agosto de 2007 3 de junho de 2008 Perdeu o cargo quando Theodore Long foi anunciado como seu sucessor
Theodore Long Director Geral 3 de junho de 2008 7 de abril de 2009 Nomeado como Gerente Geral pelo Conselho de Administração da WWE. Tiffany atuou como "Gerente Geral Assistente" de 3 de junho de 2008 a 7 de abril de 2009
Tiffany Director Geral 14 de abril de 2009 16 de fevereiro de 2010 Serviu como "Gerente Geral Interino" de 14 de abril de 2009 a 23 de junho de 2009, depois que Long retornou ao SmackDown para se tornar Gerente Geral novamente. Optou por assumir totalmente a posição na ECW até o final do show

ComentaristasEditar

Comentaristas Data de início Data de término
Joey Styles, Tazz, Jim Ross e Jerry Lawler 7 de junho de 2006
Joey Styles e Elijah Burke 14 de novembro de 2006
Joey Styles e Tazz 13 de junho de 2006 8 de abril de 2008
Mike Adamle e Tazz 15 de abril de 2008 22 de julho de 2008
Todd Grisham e Tazz 29 de julho de 2008
Todd Grisham e Matt Striker 5 de agosto de 2008 16 de setembro de 2008
30 de setembro de 2008 31 de março de 2009
Jim Ross e Matt Striker
23 de setembro de 2008[17]
Josh Mathews e Matt Striker 7 de abril de 2009 20 de outubro de 2009
Josh Mathews e Byron Saxton 27 de outubro de 2009 16 de fevereiro de 2010

Anunciadores de ringueEditar

Anunciadores de ringue Data de início Data de término
Lilian Garcia 7 de junho de 2006
Justin Roberts 13 de junho de 2006 4 de setembro de 2007
29 de setembro de 2009
Tony Chimel 11 de setembro de 2007 22 de setembro de 2009
24 de novembro de 2009 8 de dezembro de 2009
Lauren Mayhew 6 de outubro de 2009 17 de novembro de 2009
Savannah 15 de dezembro de 2009 16 de fevereiro de 2010

Segmentos recorrentesEditar

Segmentos Anfitriões Ano(s) Notas
Kelly's Exposé Kelly Kelly 2006 Striptease segmento
Descontinuado e substituído por Extreme Exposé[18]
Striker's Classroom Matt Striker 2006–2007 Segmento "educacional" no ringue
Extreme Exposé Kelly Kelly, Layla e Brooke Adams 2007 Segmento de dança no ringue.[19]
Descontinuado após a liberação de Brooke da WWE[20][21]
15 Minutes of Fame John Morrison 2007 Desafio de quinze minutos para uma futura luta pelo Campeonato da ECW contra Morrison.
Descontinuado após a derrota de Morrison para CM Punk[22]
The Dirt Sheet John Morrison e The Miz 2008–2009 Segmento de entrevista no ringue.
Descontinuado depois que The Miz e Morrison foram draftados para Raw e SmackDown respectivamente
The Peep Show Christian 2009–2010 Segmento de entrevista no ringue.[23]
Descontinuado quando a marca fechou
The Abraham Washington Show Abraham Washington 2009–2010 Segmento de entrevista no palco.
Descontinuado quando a marca fechou

Emissoras internacionaisEditar

Além de ser transmitido em Syfy, Mun2 e Universal HD nos Estados Unidos, ECW foi transmitido em vários canais em muitos países diferentes.

Country Network Ref
Argélia e Oriente Médio Showtime [24]
Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica e México FX Latin America [25][26][27]
Austrália Fox8 [28]
Bangladesh, Índia, Paquistão e Nepal TEN Sports [29][30][31]
Camboja MyTV [32]
Canadá Global TV [33]
Finland MTV3 Max
França Action [34]
Alemanha Sky Deutschland [35]
Itália Sky Italia [36]
Malásia Astro Super Sport [37]
Nova Zelândia The Box [38]
Filipinas Jack TV [39]
Portugal SportTV 3 [40]
Cingapura SuperSports
África do Sul e.tv [41]
Taiwan Videoland Max-TV [42]
Reino Unido e Irlanda Sky Sports 3 [43][44]

Ver tambémEditar

Arena Video GameEditar

Referências

  1. «PWTorch.com - WWE News: WWE officially announces NXT's debut date replacing ECW, only two ECW episodes remaining». www.pwtorch.com. Consultado em 10 de abril de 2022 
  2. «WWE Network - Home». watch.wwe.com (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  3. «ECW». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  4. «Breaking News - Sci Fi Channel Pins the Competition with ECW's(R) Triumphant Return to Television | TheFutonCritic.com». www.thefutoncritic.com. Consultado em 10 de abril de 2022 
  5. «Shows». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  6. «WWE Corporate». web.archive.org. 25 de outubro de 2007. Consultado em 10 de abril de 2022 
  7. «Heyman out». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  8. «OO: Online Onslaught Special Features (Pro Wrestling News, Analysis, and Commentary...  WWF, WCW, ECW, The Rock, Steve Austin, RVD, Undertaker, Triple H)». web.archive.org. 25 de outubro de 2008. Consultado em 10 de abril de 2022 
  9. «Article Manager». web.archive.org. 29 de setembro de 2007. Consultado em 10 de abril de 2022 
  10. «Breaking News - 'Lost,' 'Sanctuary' Among Sci Fi's Fall Premieres | TheFutonCritic.com». www.thefutoncritic.com. Consultado em 10 de abril de 2022 
  11. «Shows». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  12. «Extreme changes». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  13. «PWTorch.com - CALDWELL'S WWE SUPERSTARS TV REPORT 2/4: Complete coverage of Team Morrison vs. Team McIntyre six-man tag, awesome Bourne vs. Carlito match». www.pwtorch.com. Consultado em 10 de abril de 2022 
  14. «ECW». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  15. «ECW». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  16. «Hulu to stream full episodes of SmackDown, ECW». WWE (em inglês). Consultado em 10 de abril de 2022 
  17. «Résultats ECW du 23/09/2008». thetvstop.com. Consultado em 7 de novembro de 2011. Cópia arquivada em 4 de julho de 2011 
  18. Hoffman, Brent. «An Extreme Debut». WWE. Consultado em 11 de janeiro de 2011 
  19. Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE Encyclopedia. [S.l.]: DK. p. 99. ISBN 978-0-7566-4190-0 
  20. «Kelly Kelly profile». Online World of Wrestling. Consultado em 25 de julho de 2007 
  21. «Brooke released». WWE. Consultado em 1 de novembro de 2007. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2009 
  22. Medalis, Kara A. «John Morrison Challenges All». WWE. Consultado em 8 de agosto de 2007 
  23. Medalis, Kara A. (12 de maio de 2009). «'The Peep Show's' explosive return». World Wrestling Entertainment. Consultado em 8 de fevereiro de 2010 
  24. «WWE's Algeria Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  25. «WWE's Argentina Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  26. «WWE's Brazil Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  27. «WWE's Mexico Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  28. «WWE's Australia Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  29. «WWE's Bangladesh Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  30. «WWE's India Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  31. «WWE's Pakistan Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  32. «WWE's Cambodia Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  33. «WWE's Cambodia Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  34. «WWE's France Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  35. «WWE's Germany Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  36. «WWE's Italy Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  37. «WWE's Malaysia Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  38. «WWE's New Zealand Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  39. «WWE's Philippines Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  40. «WWE's Portugal Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  41. «WWE's South Africa Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  42. «WWE's Taiwan Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  43. «WWE's United Kingdom Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 
  44. «WWE's Ireland Schedule». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2010 

Ligações externasEditar