Abrir menu principal

Ezechias Paulo Heringer (Manhuaçu, 1905-1987) foi um engenheiro agrônomo e ambientalista.

BiografiaEditar

Ezechias se formou engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura de Lavras em 1938 e iniciou seu trabalho ainda em Minas Gerais até se mudar para o Distrito Federal em 1960.

Foi pioneiro no estudo do Cerrado e suas orquídeas, dedicando sua vida para catalogar e preservar as espécies que ali coletou.[1]

Em sua homenagem, há um parque no Distrito Federal – o Parque Ecológico Ezechias Heringer – que abriga centenas de espécies de plantas, entre árvores, arbustos, flores, trepadeiras e cerca de 100 espécies de orquídeas catalogadas e é refúgio para algumas espécies de répteis, pequenos roedores e diversos tipos de pássaros.[2]

A área onde está localizado o parque foi um dos locais do Distrito Federal em que Ezechias mais atuou, tendo observado variedades raras de orquídeas típicas do Cerrado e nativas desta região. Dentro do parque, há um orquidário, que recebeu o nome da sua esposa Barjout Mirray Heringe. [2]

Referências

Ligações externasEditar