Abrir menu principal
Fábio Cardoso
Nascimento 20 de novembro de 1932
Atibaia, SP
Morte 30 de abril de 2010 (77 anos)
Atibaia, SP
IMDb: (inglês)

Fábio Cardoso (Atibaia, 20 de novembro de 1932 - 30 de abril de 2010) foi um ator brasileiro.

Fábio Cardoso nasceu na cidade paulista de Atibaia, no dia 20 de novembro de 1932. Sua carreira artística começou na Televisão TUPI, a pioneira, ao mesmo tempo em que começou a aparecer em filmes. Em 1954, com pouco mais de vinte anos, fez o filme: “Amor de Verdade”. Em 1957 fez: “Dorinha no Soçaite”, em 1958 fez: “”Matemática Zero, Amor Dez”; “Macumba na Alta”, e “Amor para Três”. Intercalou esses filmes fazendo papéis em novelas da TV TUPI. Fez: “E o Vento Levou”; “A Muralha”, em sua primeira versão.

Fez então os filmes: “Meus Amores no Rio”; “Rei Pelé”. Na TV TUPI fez ainda: “Quando o Amor é Mais Forte”. Em 1965 foi para a TV Excelsior, que estava no auge. Apareceu nas novelas: “Aquele que Deve Voltar”; “Dez Vidas”; “A Menina do Veleiro Azul”. Depois intercalou participação na TV Record, com “O Espantalho”, e na TV Bandeirantes, tendo feito: “O Todo Poderoso”; “Os Adolescentes”; “Os Imigrantes” – Terceira geração. Depois no SBT. fez: “A Ponte do Amor” e, bem mais tarde: “Pérola Negra”, de 1998, em seu último trabalho.

Esse é o resumo da vida artística do galã paulistano Fábio Cardoso, que foi também diretor e produtor de filmes , como o foi do “Rei Pelé”.

Morreu em 30 de Abril de 2010, aos 77 anos, na cidade de Atibaia, São Paulo.

Causas da morte não divulgadas.

CarreiraEditar

Como atorEditar

Televisão
Cinema
  A Wikipédia tem o
Como produtor
  • Rei Pelé (1962)

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.