Abrir menu principal

Fábio Pereira de Lucena Bittencourt

(Redirecionado de Fábio Lucena)
Fábio Lucena
Vereador ManausManaus
Período 1973-1983
Senador  Amazonas
Período 1983-1987
Dados pessoais
Nascimento 11 de julho de 1940
Barcelos, AM
Morte 14 de junho de 1987 (46 anos)
Brasília, DF
Cônjuge Socorro Bittencourt
Partido MDB, PMDB
Profissão Bancário, jornalista

Fábio Pereira de Lucena Bittencourt (Barcelos, 11 de julho de 1940Brasília, 14 de junho de 1987) foi um bancário, jornalista e político brasileiro que se elegeu vereador em Manaus (1972 e 1976) e senador pelo Amazonas (1982 e 1986).

BiografiaEditar

Filho de Antônio de Lucena Bittencourt e Otília Pereira Bittencourt. Bancário, jornalista, fez desta última profissão o viés de ingresso na política ao se eleger vereador em Manaus pelo MDB em 1972 e 1976 sendo que sua atuação lhe valeu um processo baseado na Lei de Segurança Nacional do qual foi absolvido em 15 de julho de 1975 em julgamento na Justiça Militar em Belém devido a críticas acerbas ao prefeito manauara Franklin Lima e ao governador amazonense João Andrade. Após 1980 a oposição no estado foi cindida em um grupo liderado por Artur Virgílio Filho e outro sob o comando de Fábio Lucena numa disputa onde os primeiros deixariam o PMDB e se instalariam no PTB antes de haver a reunião de todos sob a legenda peemedebista por ocasião das eleições de 1982.

Candidato a senador em 1978, foi derrotado pelo vice-governador João Bosco Ramos de Lima (ARENA) numa disputa renhida a ponto de o TRE do Amazonas determinar a realização de um novo pleito em Atalaia do Norte cujo resultado definiria a disputa, afinal vencida pelo arenista. Em nova tentativa foi eleito senador pelo PMDB em 1982 mas em um lance sem precedentes na história política brasileira disputou a "reeleição" em 1986 mesmo com o "mandato original" ainda em curso. Vitorioso, renunciou ao assento de senador conquistado há quatro anos permitindo a efetivação de Leopoldo Peres em seu lugar. Fábio Lucena faleceu na capital federal em razão de suicídio e foi substituído pelo suplente Áureo Melo que fora eleito em 1986.

Ligações externasEditar

Fonte de pesquisaEditar

Sinais claros. Disponível em Veja, ed. 981 de 24/06/1987. São Paulo: Abril.