FN P90

sub metralhadora
FN P90
P90--.png
Tipo Submetralhadora de defesa pessoal
Local de origem Bélgica
História operacional
Em serviço 1990–presente
Guerras Guerra do Afeganistão
Guerra do Iraque
Guerra às drogas no México
Guerra Civil Líbia
Histórico de produção
Fabricante FN Herstal
Período de
produção
1986–90
Variantes
  • P90
  • PS90
Especificações
Comprimento 50 cm
Comprimento  11 1/2 polegadas

A FN P90 é uma submetralhadora desenvolvida e fabricada pela Fabrique Nationale de Herstal (FN Herstal), sob o nome de Project-90 (Projeto de 1990), tendo em vista que foi lançada no ano de 1990. Esta arma tem uma aparência peculiar devido a configuração bullpup e um carregador com capacidade para 50 munições que é colocado na parte de cima da arma. Os pontos a favor da arma são o seu carregador com capacidade maior que o usual de 30 ou 32 munições, a alta cadência de tiro, o formato ergonômico, o fato do cano estar alinhado com a coronha (fazendo reduzir o recuo da arma), entre outros.[1]

Em meados dos anos 80, a OTAN concluiu que os coletes dos seus inimigos resistiam às carabinas utilizadas na época. Então, foi criada a concorrência para a fabricação de uma arma que pudesse penetrar nessas proteções. Então, no fim da década de 1980, a belga FN Herstal criou a submetralhadora P90, sendo que ela e a pistola FN Five seveN seriam as primeiras armas a usarem os novos projéteis FN 5.7x28mm.

A P90 foi testada contra coletes de Kevlar e CRISAT, obtendo grande êxito, e hoje equipa várias organizações militares, paramilitares e antiterroristas.

Os cartuchos FN 5.7x28mm são cartuchos de pistola que têm formato fuziforme e alcançam altas velocidades para uma maior penetração.

Referências

  1. "FN P90® Standard". Página acessada em 26 de maio de 2015.
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre FN P90