Abrir menu principal

Wikipédia β

Héctor Fabián Carini Hernández,[1] mais conhecido como Carini (Montevidéu, 26 de dezembro de 1979[2]), é um ex-futebolista uruguaio que atuava como goleiro.

Fabián Carini
Fabián Carini
Carini depois da final da Libertadores 2011
Informações pessoais
Nome completo Héctor Fabián Carini Hernández
Data de nasc. 26 de dezembro de 1979 (37 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Altura 1,90 m
Destro
Apelido Facha
Informações profissionais
Período em atividade 1996–2016 (20 anos)
Número Aposentado
Posição Goleiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1996–2000
2000–2004
2002–2004
2004–2007
2005–2006
2007–2009
2009–2010
2010–2012
2013
2014–2016
Uruguai Danubio
Itália Juventus
Bélgica Standard de Liège (emp.)
Itália Internazionale
Itália Cagliari (emp.)
Espanha Real Murcia
Brasil Atlético Mineiro
Uruguai Peñarol
Equador Deportivo Quito
Uruguai Juventud
039 0000(1)
000 0000(0)
066 0000(1)
004 0000(0)
008 0000(0)
013 0000(0)
019 0000(0)
031 0000(0)
039 0000(0)
079 0000(2)
Seleção nacional3
1999–2009 Flag of Uruguay.svg Uruguai 074 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de novembro de 2016.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 12 de fevereiro de 2009.

Índice

CarreiraEditar

Iniciou sua carreira no Danubio, do Uruguai, onde jogou por 3 temporadas. Suas boas atuações o levaram à Europa, para a Juventus da Itália, em 2002, quase foi emprestado para o Arsenal FC, mas a negociação falhou na ultima hora [3], no final das contas acabou indo para o Standard Liège. Em 2004, transferiu-se para Internazionale. Titular por algumas partidas, acabou perdendo espaço com a concorrência de Francesco Toldo e Júlio César, sendo em seguida emprestado ao Cagliari e se destacando lá. Depois do final de seu empréstimo, foi vendido para o clube espanhol Real Murcia, onde jogou por 2 anos, mas sofreu seguidas lesões.

Em 1 de setembro de 2009 foi contratado à custo zero pelo Atlético Mineiro,[4] onde ficou até 27 de julho de 2010 quando sem mais espaço no time e após péssimas atuações, rescindiu amigavelmente seu contrato com o clube brasileiro.[5]

No final de 2010, já com 31 anos, acerta com o Peñarol.[6]

Carreira internacionalEditar

Jogou dois mundiais juvenis defendendo o Uruguai (em 1997, na Copa do Mundo na Malásia, onde o Uruguai foi vice-campeão atrás de Argentina, foi reserva de Gustavo Munúa e em 1999, no Mundial da Nigéria, onde o Uruguai ficou em 4 º lugar, foi eleito o melhor goleiro do torneio pela imprensa internacional.

Carini fez sua estreia pela Seleção Uruguaia em 17 de junho de 1999, no amistoso com a Seleção Paraguaia, em que os uruguaios venceram por 4-3 em Ciudad del Este. Desde então, foi constantemente convocado até 2009, quando finalmente perdeu espaço.

TítulosEditar

Referências

Ligações externasEditar