Fabio Quagliarella

futebolista italiano

Fabio Quagliarella (Castellammare di Stabia, 31 de janeiro de 1983) é um futebolista italiano que atua como atacante. Atualmente está sem clube.

Fábio Quagliarella
Fábio Quagliarella
Quagliarella atuando pelo Torino em 2015
Informações pessoais
Nome completo Fábio Quagliarella
Data de nascimento 31 de janeiro de 1983 (40 anos)
Local de nascimento Castellammare di Stabia, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,80 m
destro
Informações profissionais
Clube atual sem clube
Posição atacante
Clubes de juventude
1988–1991
1991–1993
1993–1997
1997–1999
Annunziatella
Pro Juventude
Gragnano
Torino
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1999–2005
2002–2003
2003–2004
2005–2009
2005–2006
2006–2007
2009–2010
2010–2014
2014–2016
2016–2023
Torino
Fiorentina (emp.)
→ Chieti (emp.)
Udinese
Ascoli (emp.)
Sampdoria (emp.)
Napoli
Juventus
Torino
Sampdoria
00043 0000(9)
00012 0000(1)
00043 000(19)
00087 000(33)
00033 0000(3)
00042 000(14)
00037 000(11)
00101 000(30)
00064 000(22)
00251 000(92)
Seleção nacional
2000–2001
2001
2002–2004
2004
2007–2019
Itália Sub-17
Itália Sub-19
Itália Sub-20
Itália Sub-21
Itália
00008 0000(1)
00009 0000(1)
00008 0000(2)
00001 0000(0)
00028 0000(8)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 3 de julho de 2023.

Carreira editar

Início editar

Formado nas categorias de base do Torino, Quagliarella começou sua carreira no clube de Turim na temporada 1999–2000. Sua estreia na Serie A foi contra a Piacenza, no dia 14 de maio de 2000. Depois o atacante fez quatro aparições na Serie A de 2001–02.

Sem chances na equipe, ele acabou sendo emprestado para clubes de divisões mais baixas: primeiro a Florentia Viola (agora Fiorentina), naquele tempo na Serie C2, e depois o modesto Calcio Chieti. O atacante retornou para o Torino em 2004 e marcou oito gols na Serie B, com destaque para um gol contra o Ascoli. No entanto, problemas financeiros forçaram o Torino a continuar na Série B, o que permitiu alguns jogadores saírem de graça.

Retorno à Série A editar

Quagliarella ingressou na Udinese no verão de 2005, e o clube vendeu metade dos direitos de registro recém promovidos pela Ascoli, como uma parte do acordo de "empréstimo". O atacante ficou apenas uma temporada no Ascoli, sendo então emprestado a Sampdoria por uma transferência de metade dos direitos de registro do Ascoli. Durante a temporada 2006–07 com o clube blucerchiati, Quagliarella marcou 13 gols na Serie A, além de um gol em sete partidas na Copa da Itália.

Udinese editar

No dia 22 de junho de 2007, a Udinese pegou a posse total do jogador da Sampdoria num leilão às cegas entre os dois clubes. Ele assinou um contrato melhor junto com Samir Handanovič e Asamoah Gyan devido à expiração em 30 de junho de 2012.

Seleção Nacional editar

Devido às suas boas atuações na temporada 2006–07, Quagliarella foi convocado para a Seleção Italiana. Seu primeiro jogo pela Azzurri foi contra a Escócia, pelas qualificatórias da Euro 2008, quando estreou saindo do banco de reservas, entrando no lugar de Luca Toni nos minutos finais do jogo. No dia 6 de junho de 2007, em sua primeira partida como titular, o atacante marcou dois gols e garantiu a vitória da Itália por 2 a 0 contra a Lituânia, em Kaunas.[1]

Convocado por Roberto Donadoni para a Euro 2008, o atacante foi reserva e só atuou em uma partida, no empate em 1 a 1 contra a Romênia.[2] Viria a disputar um Mundial dois anos depois, sendo chamado por Marcello Lippi para a Copa do Mundo FIFA de 2010. Reserva novamente, Quagliarella marcou um gol em sua única partida disputada na competição, uma derrota por 3 a 2 para a Eslováquia, em jogo válido pela última rodada da fase de grupos.[3]

Após quase nove anos fora da Seleção, voltou a ser convocado no dia 1 de fevereiro de 2019, aos 36 anos.[4]

Títulos editar

Torino
Fiorentina
Juventus

Artilharias editar

Referências

  1. «Novato garante vitória da Itália nas eliminatórias da Euro». O Globo. 6 de junho de 2007. Consultado em 28 de julho de 2022 
  2. «Itália arranca empate com Romênia e segue viva na Euro». Diário Gaúcho. 13 de junho de 2008. Consultado em 3 de julho de 2023 
  3. Celso Paiva (24 de junho de 2010). «Itália perde para Eslováquia, é eliminada e fracassa no Mundial». Terra. Consultado em 3 de julho de 2023 
  4. «Aos 36 anos, Quagliarella volta à seleção italiana». Terra. 1 de fevereiro de 2019. Consultado em 28 de julho de 2022 
  5. «Serie A 2018/19: artilheiros, garçons e classificação completa». Goal.com. 25 de maio de 2019. Consultado em 25 de agosto de 2023 

Ligações externas editar