Reestilização

(Redirecionado de Facelift (automóvel))

Reestilização (também conhecido pelo seu termo em inglês facelift) são modificações de estilo feitas em um automóvel durante seu ciclo de produção — em uma escala muito variável, podem incluir novos materiais e elementos na lataria ou modificações mecânicas, que possibilitam às montadoras revigorar um modelo de carro sem precisar fazer uma reestilização completa criando uma nova geração.

Reestilização feita na quinta geração do Mercedes-Benz Classe SL.

Muitas vezes um facelift é "vendido" pelas montadoras como mudança de geração, mas são duas coisas diferentes. Enquanto uma geração nova é feita com base em novo projeto, com mudanças profundas na aparência do carro e muitas vezes sem nenhum elemento do modelo anterior (os chamados modelos all-new), em um facelift ainda é mantido o estilo básico, plataforma e linhas principais da carroceria.[1] Entre as modificações mais comuns de um facelift inclui-se: algumas alterações estéticas como, por exemplo, novos faróis e grade frontal, lanternas, para-choques, painel de instrumentos e console central modificados e novos elementos de acabamento interno e externo. Junto das transformações estéticas podem ou não ocorrer algumas mudanças na mecânica, como ajustes no motor, suspensão e transmissão.

"Facelifts de metade do ciclo de vida dos carros são geralmente apenas estéticos: uma pequena plástica aqui e ali, novos faróis e talvez algumas peças de acabamento diferentes para manter o interesse num veículo envelhecido e dar mais alguns anos até uma reestilização completa. "

Laurance Yap, editor da Canadian Driver[2]

Em casos raros as mudanças podem vir acompanhadas de um novo nome para o veículo. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Ford renomeou em 2008 o Five Hundred para Taurus após um facelift.

Referências

  1. «2010 Ford Fusion Review». Edmunds.com 
  2. «Review: Audi A4». Canadian Driver, 31 de agosto de 2005, Laurance Yap 
  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.