Abrir menu principal

Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Faculdade de Ciências Econômicas - FACE.

A Faculdade de Ciências Econômicas (FACE) é uma das unidades que compõem a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Abriga o ensino, a pesquisa e a extensão nas áreas de administração, ciências contábeis (inclusive controladoria e finanças, demografia e economia (inclusive relações econômicas internacionais).

HistóriaEditar

A Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG foi fundada em 20 de dezembro de 1941, com o nome de Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas de Minas Gerais. Entre os fundadores, podem ser citados os professores: Olegário Memória Ribeiro de Oliveira, Carlos Horta Pereira, Aguinaldo Sérvulo Botelho, Abel Fagundes, José Monteiro de Castro, Joakim Senna Jerônymo, João da Silva Pimenta, Aníbal Vaz de Melo, Arduíno Bolivar, Célio de Lima e Sousa Goiatá, Guilherme Machado, Oswaldo de Abreu Junqueira, Yvon Leite de Magalhães Pinto.

A partir de 1945, a Faculdade passa por nova fase, incorporando a Faculdade de Economia, Administração e Finanças, anexa à Escola Técnica de Comércio de Belo Horizonte. Em 17 de dezembro de 1948, por deliberação do Conselho Universitário, a Faculdade foi incorporada à Universidade de Minas Gerais. Em 16 de dezembro de 1949, foi transformada em estabelecimento federal de ensino juntamente com a Universidade de Minas Gerais (atual Universidade Federal de Minas Gerais).

Surgiu assim a Faculdade, com o objetivo de formar quadros profissionais para respaldar a modernização da economia mineira, resgatando-a do marasmo em que se encontrava. O empreendimento era ousado; buscava-se induzir mudanças sociais e econômicas no âmbito do Estado de Minas Gerais, formando economistas, contadores, administradores, sociólogos e administradores públicos com visão interdisciplinar, para atuar no setor empresarial e assessorar o governo.

O projeto acadêmico, conjugado a projeto político, lançou o nome da Faculdade não apenas em termos regionais, mas também em âmbito nacional e internacional.

EnsinoEditar

GraduaçãoEditar

Atualmente, a Faculdade conta com cursos de graduação em ciências administrativas, ciências contábeis, controladoria e finanças, ciências econômicas e relações econômicas internacionais. Alguns cursos de outras unidades têm parte de sua grade curricular ministrada na FACE.

Pós-graduaçãoEditar

A Faculdade também oferece cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado) em ciências administrativas, controladoria e contabilidade, demografia e economia.

Órgãos vinculadosEditar

CedeplarEditar

O Cedeplar - Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional - foi fundado em 1967. Inicialmente criado como um órgão suplementar da Universidade, é hoje ligado à Faculdade de Ciências Econômicas. Seus membros pertencem a diversos departamentos da UFMG e abriga os programas de pós-graduação em Economia e Demografia.

CepeadEditar

O Cepead - Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração abriga o respectivo programa e esta ligado à Faculdade de Ciências Econômicas. Seus membros pertencem a diversos departamentos da UFMG.

Fundação IpeadEditar

A Fundação IPEAD é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, credenciada pelo MEC e pelo MCT (Ministério da Educação e Ministério da Ciência e Tecnologia, respectivamente) como fundação de apoio à Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG. Criada em 1948 por iniciativa de professores da FACE com o apoio de instituições dos segmentos comercial, financeiro e industrial do Estado, a Fundação IPEAD desenvolve pesquisas aplicadas, serviços de consultoria, assessoria e treinamento especializado.

Ex-alunos destaqueEditar

Ligações externasEditar

ReferênciasEditar