Abrir menu principal

Faculdade de Teologia Metodista Livre

Disambig grey.svg Nota: Se procura por Ensino Metodista de Medicina (História), veja Metodismo (medicina).
Seminário Bíblico Wesleyano
SBW
Fundação 1956 (63 anos)
Tipo de instituição Privada, filantrópica
Localização São Paulo, São Paulo,  Brasil
Presidente Maciel Carvalho
Campus São Paulo
Página oficial ftml.com.br

O Seminário Bíblico Wesleyano é a instituição de ensino da Associação de Ensino Metodista Livre, que (apesar de não necessário, como no visto abaixo - referência 3) o MEC ainda não credenciou como faculdade (basicamente por pequenas questões de infraestrutura, condicionadas a indenização a se receber - por causa do Metrô/Prefeitura-SP[1]); "Faculdade de Teologia METODISTA Livre" que dá a sigla FTML até para um dos sítios eletrônicos do seminário. É uma tradicional instituição de ensino mantida pela Igreja Metodista Livre / missionária (General Missionary Board of th Free Methodist Church of north America - com decreto brasileiro nº 27.415/49[2] apesar da liberdade de crença garantida[3] / liberdade que - quando frisada, sobre outra instituição - ainda causa espécie[4]). Na mesma filosofia denominacional destacam-se as internacionais Azusa Pacific University (Azusa, CA)[5], a 大阪キリスト教短期大学 Ōsaka kirisuto-kyō tanki daigaku (Osaka Christian College / Japão)[6], e a Hope Africa University[7], bem como os cursos de Mestrado e Doutorado (denominacional/is: termo utilizado para cursos com reconhecimento intra-corpus[8] - interna corporis -, como visto abaixo; também citado em trabalho apresentado na Eclesiocom-2016[13], sobre provável curso análogo a cursos adventistas de Mestrado Intra Corpus[14] ou Doutorado Denominacional[15][9].

Índice

Detalhes sobre a Formação em Teologia, Mestrado etc. & Reconhecimento InternacionalEditar

Os requisitos para a obtenção, por exemplo, do grau de Doutor (bem como Phd, Doutoramento direto ou Mestrado) variam significativamente de país para país. No caso brasileiro, um dos doutorados Metodista Livre equivaleria ao Divinitatis Doctor/Doctor of Divinity (D.D.), literalmente sendo Doutor de Divindade (área teológica), e/ou ao Theologiæ Doctor/Doctor of Theology (Th.D.) - Doutor em Teologia; isso no campo ministerial (D.Min.: Doutorado em Ministério), com a instituição mantendo tais programas (de Teologia, "[...] uma subárea da Filosofia [...]" - ver ANPED[10]) ainda de modo/reconhecimento intra-corpus - forma livre, no Brasil. Outras instituições - também com ênfase/inspiração internacional - vêm desenvolvendo programas semelhantes; destaque para o grupo MACKENZIE[11] e para outra instituição com cursos análogos, que é a Faculdade de Direito Canônico (Católica - ver grupo PUC[12][13])[14][15]. Sobre o credenciamento desses doutorados (como o Doutorado em Ministério Mackenzie)[16] seria importante citar que "... não possui equivalência no sistema de pós-graduação reconhecido pela CAPES. O diploma de Doutor [...] é de natureza intra- corpus, no Brasil, [...]. No entanto, no convênio que instituiu o Doutorado em Ministério como parceria entre o CPAJ e o RTS, este se responsabiliza por assegurar que o curso [do CPAJ/Mackenzie] tenha o pleno reconhecimento da ATS, agência de reconhecimento acadêmico nos Estados Unidos, bem como pela expedição dos diplomas em conjunto com o CPAJ. Com isso, o curso goza de reconhecimento internacional."[17] - apesar desse tipo de modalidade (livre - interna corporis) ser citada em projeto de lei[18], e já ter sido praticado por universidade estadual, no Brasil[19] (análoga ao sistema de universidade livre[20]). Já o reconhecimento internacional de outros depende do vínculo das instituições com suas congêneres mundiais (ou como também se vê aqui: "[...] Eclesiástico, válido no mundo todo." - do citado grupo PUC, sobre reconhecimento[21]/repartição Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo, regida por normas emanadas pela Sé Apostólica/Católica, por estatuto[22]) - também contando com prestígio nacional (como em casos com reconhecimento eclesiástico - segundo Decreto da Congregação para a Educação Católica, e pela Sé Apostólica[23]). Ou tal reconhecimento internacional poderia ainda vir sem depender de vínculos, porém o aproveitamento curricular de um estudo assim (p. ex. como o adquirido no 南美華人基督神學院 Nánměi huárén jīdū shén xuéyuàn - Seminário Teológico Servo de Cristo - [16], com estudos doutorais livres) variaria de escola para escola, como no caso das credenciadas pela AST - Associação das Escolas de Teologia nos Estados Unidos e Canadá, ou de associação européia[24]; isso de modo análogo a um outro tipo de estudo livre (porém em instituto oficial) para aproveitamento de créditos em programas brasileiros, também de doutorado[25]. Enfim, Mestrado e Doutorado no nível denominacional (citado em trabalho apresentado na Eclesiocom-2016[17], sobre provável curso análogo a cursos adventistas de Mestrado Intra Corpus[18] ou Doutorado Denominacional[19]) teriam sua base neotestamentária na epístola aos Efésios[26][27].

Trabalho missionárioEditar

O pastor Nishizumi e seus colegas, não recebendo nenhum apoio financeiro ou patrocínio para viagem, vieram por conta própria; e aqui chegando, realizavam pregações diárias, mas também tinham de trabalhar para se sustentar. Alguns deles então optaram por se dedicar ao ofício de educador.

O pastor Ono, por exemplo, começou a lecionar na cidade de Embura, e o pastor Nishizumi encontrou trabalho como professor numa escola japonesa em Mairiporã.

No exercício dessa atividade, o pastor Daniel Nishizumi considerou a importância da educação e que o sucesso do trabalho missionário no Brasil também dependeria de investimentos neste setor. Assim, solicitou ajuda à Igreja Metodista Livre dos Estados Unidos, para que fossem enviados missionários para cá com o perfil de educadores e com o intuito de fundar escolas. O pedido foi atendido e em 1946 chegaram aqui as primeiras missionárias e educadoras, Hellen Voller e Lucile Damon.

Vítima de um atropelamento em junho daquele ano, o pastor Nishizumi não viu o resultado de seus esforços. A vinda das duas missionárias e de outros pastores norte-americanos foi fundamental para a criação de uma escola dominical ligada à Igreja. Mais tarde, os pastores brasileiros, trabalhando em conjunto com os missionários estrangeiros, iniciaram um projeto de educação ainda mais amplo: a fundação de uma faculdade teológica Metodista Livre no Brasil.[28].

Cursos Livres - principaisEditar

  • Teologia
  • Mestrado
  • Doutorado

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. O MEC ainda não a credenciou como faculdade (PARECER CNE/CES Nº 102/2014), porque ocorrera "[...] a impugnação do relatório da comissão de avaliação in loco [- que] baseou-se na mera invocação de rigor excessivo e [...] [n]as condições de superação das fragilidades, particularmente na infraestrutura, [que] estariam condicionadas ao recebimento de indenização decorrente de 'intempestiva desapropriação', [...] realizada pela Prefeitura do município de São Paulo para as obras do metrô, [...]" [1]
  2. Decreto nº 27.415, de 09 de novembro de 1949 - Eurico G. Dutra
  3. No PARECER CNE/CES nº 03/2008 (sobre outra instituição) a conselheira Marilena Chaui declara: "[...] Sou defensora da liberdade de crença, opinião e expressão. Por isso mesmo não vejo como um órgão de Estado de uma república laica não tem como nem por que analisar o pedido de uma instituição cuja vocação é eminentemente pastoral e não acadêmica. Aliás, não tem o menor sentido o pedido encaminhado pela instituição ao MEC e a este Conselho, isto é, a órgãos de definição e regulação de critérios puramente acadêmicos da educação brasileira e nunca confessionais. Brasília(DF), 30 de janeiro de 2008. Conselheira Marilena de Souza Chaui [...]" [2]
  4. Na Câmara dos Deputados[3]
  5. Azusa Pacific University & Associadas
  6. Osaka Christian College - Ōsaka kirisuto-kyō tanki daigaku
  7. «Hope Africa University». Consultado em 10 de junho de 2016. Cópia arquivada em 10 de junho de 2016 
  8. MACKENZIE: sobre não serem "[...] submetidos a avaliação da CAPES e não possuem credenciamento do MEC." - nesses casos interna corporis[4]
  9. «["Programa Teólogos" / "#20 – Após o perdão" (24/08/2017) / "Na UNASP] nós temos também um mestrado não oficial, um doutorado não oficial "». Rede Novo Tempo de Comunicação (TV Novo Tempo)/Vídeo (YouTube: "TeoLogos - 20 - Após o Perdão") em 03:28 - por Emilson [dos] Reis / "Mestrado em Teologia Pastoral (Curso livre)" e "Doutorado em Teologia Pastoral (Curso livre)"[5]. Consultado em 27 de agosto de 2017 
  10. ANPED: trabalho A INSERÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA NO SISTEMA CAPES: CONSEQUÊNCIAS PARA O CAMPO
  11. MACKENZIE: repartição Andrew Jumper
  12. «PUC: repartição Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo». Consultado em 28 de agosto de 2017. Arquivado do original em 28 de agosto de 2017 
  13. Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo: Livre, na PUC-SP / Campus Ipiranga
  14. Direito Canônico (Católico Apostólico Romano) - "... não tem reconhecimento Civil, somente Eclesiástico..."
  15. «Direito Canônico (Católico Apostólico Romano) - Mestrado e Doutorado / "A autonomia interna da Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo, respeita com harmonia, as exigências derivadas da Congregação para a Educação Católica, rege-se pelas normas dos seus Estatutos e pelo seu Regimento."». Consultado em 12 de agosto de 2018. Arquivado do original em 12 de agosto de 2018 
  16. «MACKENZIE/Doutorado DMin: página antiga». Consultado em 10 de setembro de 2014. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2014 
  17. MACKENZIE/CPAJ: Curso Livre[ligação inativa]
  18. Projeto de lei Nº 839 /2016: considera também este tipo de doutorado
  19. Senado Federal: "Unesp teve doutorado sem aval do MEC" - acerca de um "[...] doutorado da Unesp) [- à época - que] nunca foi incorporado ao sistema porque, oficialmente, não teve mérito ', diz Maria Auxiliadora Nicolato, assessora técnica da Capes/MEC [...]" [6] [7]; ao que entende-se que OFICIALMENTE seria sem mérito, mas EXTRAOFICIALMENTE (interna corporis) recebeu validade/reconhecimento, com alunos se recusando a serem encaminhados para outros cursos [8]. E vale ser citado também aqui esse atendimento a alunos remanescentes de doutorado interna corporis: "DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS Artigo 1º - Todos os dispositivos Regimentais vinculados ao curso de Doutorado desti-nam-se a atender os alunos remanescentes do Doutorado Interna Corporis e terão seus efeitos cessados quando todos eles concluírem seu curso [pelo Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Unesp – FFC/Marília] nos termos do § 1º do artigo 6º.[9]
  20. [10] Como visto nesta publicação: "[...] universidades livres, sem qualquer reconhecimento nem aporte público poderão funcionar como entidades de livre-pensar." - MEC/SASE (2014) - O Sistema Nacional de Educação: diversos olhares 80 anos após o Manifesto
  21. PUC: repartição Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo
  22. Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo: Estatutos
  23. Pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. Assunção, de atual vínculo com a PUC - e segundo atual doutor/USP[11], à época com Doutorado em Teologia Bíblica (curso livre não credenciado à CAPES)[12]
  24. Seminário Teológico Servo de Cristo: Programa Doctor of Ministry (D.Min.- Programa de Doutorado em Ministério) - Modular. P.3.[ligação inativa]
  25. IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada): unidade de ensino e pesquisa - organização social na esfera do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC)
  26. Efésios 4:11 em citação no Portal Mackenzie: " ‘E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres." (grifo nosso)
  27. Efésios 4:11-13: " ‘E Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, [...]" (grifo nosso) - Epístola aos Efésios (Novo Testamento)
  28. FTML[ligação inativa]

Ligações externasEditar