Federigo Tozzi

escritor italiano

Federigo Tozzi (Siena, 1 de janeiro de 1883Roma, 21 de março de 1920) foi um escritor italiano.

Federigo Tozzi
Nascimento 1 de janeiro de 1883
Siena, Itália
Morte 21 de março de 1920 (37 anos)
Roma, Itália
Ocupação escritor

Obras selecionadasEditar

  • Bestie (1917)
  • Con gli occhi chiusi (1919)
  • Tre croci (1920) (Three Crosses, trans. R. Capellero, 1921)
  • Il podere (1921)
  • Gli egoisti (1923)
  • Ricordi di un impiegato (Obra póstuma, Roma, La rivista letteraria, 1920; Milão, A. Mondadori, 1927; publicado no Brasil: “Memórias de um empregado”, Ed. Carambaia, 2015, tradução de Maurício Santana Dias) (1927)[1][2]
  • Novelle
  • Bestie, cose, persone

Referências

  1. NAVAS, Adolfo Montejo (27 de fevereiro de 2016). «Guia de livros discos e filmes». Folha de S.Paulo. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  2. «Memórias de um empregado». Editora Carambaia. 2015. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.