Fernão Álvares de Almeida

Fernão Álvares de Almeida foi cavaleiro de Avis, vedor da Fazenda, Comendador de Vila Viçosa e Juromenha, membro do Conselho Real durante o reinado de D. João I, claveiro da Ordem de Avis e/ou da Ordem de Cristo(?). Contudo, terá sido mais conhecido como aio dos infantes D. Pedro e D. Duarte, filhos do monarca. Foi o primeiro dos «Almeidas» a reunir bens e direitos na região de Abrantes, iniciando a acumulação de património que viria a constituir a Casa de Abrantes.[1].

Fernão Álvares de Almeida
Cidadania Reino de Portugal
Filho(s) Diogo Fernandes de Almeida, alcaide-mor de Abrantes
Ocupação administrador
Prêmios
  • Cavaleiro da Ordem de Avis
  • Comendador da Ordem de Avis

O seu herdeiro foi o seu filho Diogo Fernandes de Almeida, alcaide-mor de Abrantes, sendo avô de D. Lopo de Almeida, 1º Conde de Abrantes.

Referências

  1. ALMEIDA, Andreia da Silva - D. Lopo de Almeida: Memórias do 1º Conde de Abrantes. Abrantes, Câmara Municipal de Abrantes, 2010, p. 16.

BibliografiaEditar

  • ALMEIDA, Andreia da Silva (2010). D. Lopo de Almeida. Memórias do 1º Conde de Abrantes. [S.l.]: Câmara Municipal de Abrantes. ISBN 9789729133435 

LigaçõesEditar

D. Lopo de Almeida - Memórias do 1º Conde de Abrantes

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.