Fernanda Brum

cantora, compositora e pastora

Fernanda Brum Costa da Cruz MT[1] (Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 1976[2]), mais conhecida como Fernanda Brum, é uma cantora, escritora, atriz, apresentadora, compositora, produtora e pastora, relacionada à música cristã contemporânea brasileira. Fernanda já foi indicada ao Grammy Latino na categoria de "Melhor Álbum Cristão de Língua Portuguesa" quatro vezes, com o álbum Cura-me em 2008, e em 2017 com o álbum Ao Vivo em Israel[3], sendo vencedora com o álbum ao vivo Da Eternidade em 2015[4], e em 2018 com o álbum Som da Minha Vida.[carece de fontes?]

Fernanda Brum
Fernanda Brum durante a gravação de seu videoclipe "Ar", em agosto de 2020.
Informação geral
Nome completo Fernanda Brum Costa da Cruz
Nascimento 19 de dezembro de 1976 (45 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s)
Cônjuge Emerson Pinheiro
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Contralto
Período em atividade 1991 - presente
Outras ocupações
Gravadora(s) Nancel Produções (1993 - 1994)
MK Music (1995 - 2020)
Sony Music (2020 - atualmente)
Afiliação(ões) Planetshakers, Elaine de Jesus, Anderson Freire, Eyshila, Ana Paula Valadão, Arianne, Bruna Karla, Ludmila Ferber, Marcos Freire,Diante do Trono
Página oficial [2]

Fernanda iniciou sua carreira em meados dos anos 1990. Em 1993, lançou o disco Feliz de Vez de forma independente. Por abrir o show da cantora Shirley Carvalhaes, chamou a atenção da gravadora MK Music, empresa com a qual assinou contrato artístico depois. Em 1995, casou-se com o tecladista, compositor e produtor musical Emerson Pinheiro e lançou Meu Bem Maior, que vendeu mais de 100 mil cópias no país. Seus discos mais notórios são Quebrantado Coração (2002) e Apenas um Toque (2004). Paralelamente a carreira solo, Brum gravou com vários artistas e músicos e produziu dois álbuns, em 2008 e 2009, em parceria com a cantora e compositora Eyshila. Neste ínterim, foi indicada e venceu em várias categorias no Troféu Talento e Troféu Promessas. Em 2020, após exatos 25 anos de parceria com a gravadora MK Music, a cantora assina com a Sony Music Gospel.

BiografiaEditar

Nascida no Rio de Janeiro, criada em Irajá, em um bairro de classe média na zona norte, Fernanda é filha dentre três irmãos, sendo estes: Márcia Brum, Bruno Brum e Louise Costa; Seus pais são Nélio Brum Costa e Maria Fernanda Costa.[5] Desde pequena Fernanda sempre teve contato com o mundo musical, sendo quando criança Fernanda ganhou um concurso de televisão cantando ao representar a escola em que estudava.[5] Fernanda já fez curso de teatro, cantou jingles de rádios, entre outros trabalhos.[2]

Aos 16 anos, Fernanda voltou a praticar o cristianismo, sendo por isso que mais tarde, Fernanda abre o show de Shirley Carvalhaes e assina um contrato com a MK Music.[6] No dia 17 de julho de 2020, após 25 anos contratada pela MK Music, a cantora assina com a gravadora Sony Music Gospel.

CarreiraEditar

Em 1993, lança Feliz de Vez, seu primeiro LP, com o qual começa a sua carreira no cenário gospel.[carece de fontes?]

Após o lançamento de seu primeiro LP Fernanda é contratada para abrir um show da cantora Shirley Carvalhaes com um público estimado em 150 mil pessoas. Esta participação rendeu um contrato com a MK Publicitá. Em 1995, lança seu segundo álbum Meu Bem Maior, o qual lhe deu notoriedade na cena religiosa brasileira.[7] Nos anos seguintes, lança dois álbuns inéditos: Sonhos e O Que Diz Meu Coração, além de regravar seu primeiro trabalho, Feliz de Vez.

Em 2002, a cantora lança o álbum Quebrantado Coração, considerado pela crítica como um dos melhores álbuns do ano e o álbum que solidificou a carreira da cantora. No repertório, estão as canções "Amo o Senhor", "Espírito Santo", "Você Merece", "O Amor que Cura", além da faixa-título.[8]

Em 2004, foi lançado o álbum Apenas um Toque, que foi gravado ao vivo na Igreja Batista Ebenézer. A produção musical ficou a cargo de Emerson Pinheiro, seu marido, assim como em todos os álbuns lançados pela cantora. Em 2006, lançou o álbum temático Profetizando às Nações, cuja metade de sua renda foi doada a missão Portas Abertas, organização que ampara a igreja perseguida (cristãos que vivem em lugares em que são perseguidos pela fé que professam).[9] A partir de seu engajamento com a Igreja Perseguida, Fernanda se tornou embaixadora da causa no Brasil.[9][10]

Em 2008, foi lançado o álbum Cura-Me, que conteve uma participação de Ana Paula Valadão, do Diante do Trono, na música "Não é Tarde", além de tratar de temas polêmicos, como o aborto.[11] No mesmo ano, se uniu com Eyshila, num projeto que, em 2008, se tornou CD. Amigas, o projeto, foi disco de ouro. Em 2009, gravaram o álbum Amigas 2, novamente recebendo disco de ouro.[12]

No dia 10 de junho de 2010 lança o seu CD intitulado Glória, o álbum vendeu mais de 150 mil cópias, sendo certificado como disco de platina duplo pela ABPD. No dia 27 de junho do mesmo ano, participou do quadro Encontro Musical do Domingão do Faustão na Rede Globo, ao lado de Aline Barros. Na ocasião, cantou a música "Cura-me" e em seguida fez um dueto com Aline Barros em "Tudo é Teu".[13] A cantora também participou do Festival Promessas, evento ocorrido no Aterro do Flamengo e foi exibido na Rede Globo. Além de Fernanda, participaram os cantores Davi Sacer, Eyshila, Fernandinho, Damares, Pregador Luo, Ludmila Ferber, Regis Danese e o grupo Diante do Trono[14].[carece de fontes?]

Em julho de 2012, Fernanda Brum anunciou o título de mais um trabalho, Liberta-me. O disco foi gravado em junho e o encarte da obra foi produzido pela Quartel Design, e um feito inédito foi pedir ao público via Twitter mediante a escolher duas capas para serem votadas, o que seria a capa oficial do disco.[15] A obra recebeu composições de vários músicos e artistas, como Livingston Farias, Luiz Arcanjo, Arianne, além de canções autorais. Liberta-me foi lançado em agosto de 2012 e recebeu disco de ouro e platina.[16][17] No mesmo ano, estreia como atriz no filme "Finding Josef", com a temática missionária.

Em 2014, a intérprete lançou o single "Gigante do Amor" relacionado a copa.[18] No começo de setembro, Fernanda grava o álbum Da Eternidade ao vivo com um coral de 500 vozes na nova tenda da Igreja Batista Atitude Central da Barra da Tijuca nos dias 5 e 6. Mas foi em janeiro de 2015 que o álbum gravado ao vivo foi lançado, com composições de Kleber Lucas, Luiz Arcanjo, Anderson Freire e a regravação de "O que Sua Glória Fez Comigo".[19][20][21] No mesmo ano venceu o Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa.

No ano de 2017, Fernanda grava o álbum Som da Minha Vida no estúdio. Com participações de Eyshila em "Do Nilo à Terra Prometida" e Biorki em "Caiu Babel", reuniu composições autorais, além de canções de Emerson Pinheiro, Livingston Farias, Anderson Freire e outros letristas, o álbum também possui 5 lives Sessions do mesmo lançados em 2018. No mesmo ano, Som da Minha Vida venceu o Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa.

Para o ano de 2019, Fernanda preparou um projeto inédito, sendo gravado nos estúdios da Full Shail, na Flórida. A cantora gravou 10 faixas inéditas, além de uma música na língua inglesa com participação da cantora Shana Saint. As 11 canções foram dívidas em 2 EPs, sendo o primeiro lançado no dia 30 de maio com o título Terceiro Céu, e o segundo com lançamento previsto para 2020 sob o título Águas Profundas.

No mesmo ano, a cantora, que também é pastora, lançou mensagens bíblicas nas plataformas digitais. As pregações foram gravadas durante cultos de sua igreja, Profetizando às Nações, sendo a primeira com o tema Depois da Guerra.

No dia 3 de janeiro de 2020, a cantora lança o EP YouTube Music Night, contendo 4 canções gravadas ao vivo em um evento realizado pelo YouTube Space Rio em parceria com a MK Music, gravado em julho de 2019. Este é o primeiro trabalho gospel produzido e editado pela plataforma de vídeos YouTube.

Em março de 2020, Fernanda lançou o EP Águas Profundas. O último projeto pela MK Music, após 25 anos de parceria.

Em julho do mesmo ano, anuncia sua saída da MK Music, assinando contrato e fazendo parte do cast da Sony Music. Desde então, Fernanda lançou 7 singles, sendo um deles a regravação de "Ouço Deus me Chamar", uma collab de Marcos Freire que também teve a participação de Ludmila Ferber; e os últimos dois singles "Escreve" e "Jardim" são integrantes de seu novo EP "Do Éden ao Éden", com lançamento previsto ainda para 2021.

Vida pessoalEditar

No dia 18 de maio de 1996, Fernanda Brum se casou com o produtor musical Emerson Pinheiro.[22]

Nos primeiros anos de casamento, Fernanda também sofreu quatro abortos espontâneos. O ocorrido poderia ter sido um grande motivo para a cantora desistir de ter filhos, mas, mesmo assim, isso não a fez abrir mão do seu sonho. Fernanda inclusive já compôs várias canções em relação a isso.

No dia 29 de julho de 2003, Fernanda deu à luz o seu primeiro filho, Isaac.[23] No dia 8 de janeiro de 2010, ela deu à luz Laura, sua primeira filha.[24]

Pastores desde 2003, Fernanda Brum e Emerson Pinheiro foram consagrados na Igreja Batista Ebenézer; até o início de 2016 pastoreavam na Igreja Batista Atitude Central da Barra da Tijuca onde estavam na direção do culto quarta profética e mulheres de ouro. Atualmente pastoreiam a Igreja Profetizando Às Nações na Barra da Tijuca.

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia de Fernanda Brum

VideografiaEditar

FilmografiaEditar

FilmesEditar

Ano Personagem Filme
2018 Maria Antônia Finding Josef

Programas de TV e WebEditar

Ano Título Cargo Notas
2000-2005 Conexão Gospel Apresentadora eventual
2022 Dom Reality Jurada [25]

LivrosEditar

  • 2013: E Foi Assim...
  • Por anunciar: Na Mira

Prêmios e indicaçõesEditar

Troféu Promessas
Ano Categoria Trabalho Resultado
2013 Melhor CD Liberta-me Indicada
2013 Melhor Clipe Liberta-me Indicada
2013 Melhor Cantora Ela mesma Venceu
2012 Melhor CD Glória In Rio Indicada
2012 Melhor DVD Glória In Rio Indicada
2012 Melhor Música Canta Minh´alma Indicada
2012 Melhor Cantora Ela mesma Venceu
2011 Melhor Clipe Pavão Pavãozinho Venceu
2011 Melhor CD Glória Indicada
2011 Melhor Cantora Ela mesma Indicada
Troféu Talento[26][27]
Ano Categoria Trabalho Resultado
2009 Dupla do Ano Fernanda Brum e Eyshila Venceu
2007 Cantora do Ano Ela mesma Venceu
2005 Cantora do Ano Ela mesma Indicada
2003 Videoclipe do Ano Um Quebrantado Coração Indicada
Música do Ano Um Quebrantado Coração Indicada
CD do Ano Quebrantado Coração Indicada
Melhor Regravação Lembranças de Jesus Venceu
Cantora do Ano Ela mesma Venceu
2002 Melhor Regravação Feliz de Vez Indicada
1996 Revelação Feminina Ela mesma Venceu
Grammy Latino
Ano Categoria Trabalho Resultado
2008 Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa Cura-me Indicada
2015 Da Eternidade Venceu
2017 Ao Vivo em Israel Indicada
2018 Som da Minha Vida Venceu
Troféu de Ouro
Ano Categoria Trabalho Resultado
2015 Melhor Álbum Nacional Da Eternidade Indicada
Melhor Música de Todos os Tempos Espírito Santo Indicada
2016 Cantora Nacional Ela mesma Venceu
Melhor Clipe Efésios Indicada
Troféu Gerando Salvação
Ano Categoria Trabalho Resultado
2019 Videoclipe Limpe o Palco, Apague as Luzes Indicada
2021 Ar Indicada
Cantora do ano Ela mesma Indicada
2022 Videoclipe Escreve Indicada
Cantora do ano Ela mesma Indicada
Deezer Gospel Day
Ano Categoria Trabalho Resultado
2022 Cantora Ela mesma pendente

Referências

  1. JOSÉ NADER (21 de dezembro de 2007). «RESOLUÇÃO Nº. 308 DE 2007». Alerj.com.br. Consultado em 6 de janeiro de 2014 
  2. a b Instituto Cultural Cravo Albin. «Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira - Fernanda Brum». Consultado em 19 de agosto de 2014 
  3. «Raul Gil grava especial Grammy Latino com Fernanda Brum». Gospel Mais. 29 de outubro de 2008. Consultado em 19 de agosto de 2014 
  4. http://www.mkmusic.com.br/noticias/fernanda-brum-e-vencedora-do-grammy-latino/%7Ctitulo= Fernanda Brum é vencedora do Grammy Latino
  5. a b «Perfil». Profetizando às Nações. Consultado em 19 de agosto de 2014 
  6. http://gospelpop.com.br/fernanda-brum-destaca-importancia-de-shirley-carvalhaes/
  7. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome biofb
  8. Jhonata Cardoso. «CD Quebrantado Coração (Fernanda Brum) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  9. a b Luiz Fernando Martins. «CD Profetizando às Nações (Fernanda Brum) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  10. Alex Oliveira da Silva. «CD Apenas um Toque (Fernanda Brum) - Análise». Consultado em 7 de novembro de 2011 
  11. Roberto Azevedo. «CD Cura-me (Fernanda Brum) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  12. Roberto Azevedo. «CD Amigas 2 (Fernanda Brum e Eyshila) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  13. [1]
  14. G1. «Festival Promessas reunirá cantores gospel no Rio em dezembro». Consultado em 7 de novembro de 2011 
  15. «Fernanda Brum revela o nome do seu novo CD pela MK Music - Liberta-me». Super Gospel. Consultado em 12 de julho de 2012 
  16. «Liberta-me - Futuros lançamentos». MK Music. Consultado em 11 de agosto de 2012. Arquivado do original em 13 de maio de 2013 
  17. «Fernanda Brum realiza show de lançamento do novo cd em juiz de fora». Super Gospel. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  18. Tiago Chagas. «"Gigante do Amor": Fernanda Brum lança música sobre a Copa do Mundo». Gospel Mais. Consultado em 24 de abril de 2013 
  19. Daniel, Philipe (26 de janeiro de 2015). «Análise: CD Da Eternidade - Fernanda Brum». Casa Gospel. Consultado em 28 de fevereiro de 2015 
  20. Junio, Thiago (9 de fevereiro de 2015). «Análise: CD Da Eternidade - Fernanda Brum». O Propagador. Consultado em 28 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 2 de abril de 2015 
  21. «CD Da Eternidade (Fernanda Brum) - Análise». Super Gospel. 25 de janeiro de 2015. Consultado em 28 de fevereiro de 2015 
  22. «Fernanda Brum e Emerson Pinheiro». Nova Agência Gospel. 17 de setembro de 2014. Consultado em 27 de março de 2015 
  23. «"Deus fará de mim o que Ele quiser" – Entrevista com Fernanda Brum». Lagoinha.com. 18 de agosto de 2003. Consultado em 27 de março de 2015 
  24. Gospel Mais. 12 de janeiro de 2010 http://musica.gospelmais.com.br/fernanda-brum-da-a-luz-a-laura-veja-fotos-dela.html. Consultado em 27 de março de 2015  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  25. «Universidade promove reality gospel e vencedor terá contrato com Sony Music Brasil». Economia SC. 8 de dezembro de 2021. Consultado em 19 de janeiro de 2022 
  26. Troféu Talento. «Vencedores do Troféu Talento 2009, confira». Gospel+. Consultado em 7 de novembro de 2011 
  27. Troféu Talento. «Confira os indicados e vencedores do Troféu Talento 2003». Universo Musical. Consultado em 7 de novembro de 2011 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Fernanda Brum
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernanda Brum