Fernando Augusto (1947)

Fernando Augusto (1947-2003) foi um encenador e Dramaturgo português. Desenvolveu a sua obra em várias áreas teatrais. Para além de Teatro, Fernando Augusto escreveu para Televisão e é autor de alguma obra poética.

Foi homenageado pelo TEF Companhia de Teatro, com a abertura da Teatroteca Fernando Augusto, a 30 de Novembro de 2005. Esta biblioteca de teatro contém cerca de 1.500 volumes da biblioteca pessoal de Fernando Augusto, doada a Élvio Camacho e depositada por empréstimo nesta biblioteca.

Obras PremiadasEditar

  • Nunca te disse que conheço as almas boas pelo calor das mãos?

Menção Honrosa CITAP 1987 Editada pela Câmara Municipal da Amadora em 1988

  • Princípe Bão

2º Prémio CITAP 1991 Prémio Baltazar Dias 1995 (Câmara Municipal do Funchal) Editado pela SPA/D. Quixote em 1997

  • Pastéis de Nata para a Avó

2º prémio CITAP 1993 1º Prémio do Concurso Dramatúrgico Nacional "A Barraca" 1994 Encenada por Helder Costa na Barraca em 1994

  • Andou um anjo p'lo Cais

Prémio Miguel Torga 1996 (Universidade de Trás-os– Montes e Alto Douro)

  • A última Batalha

Grande Prémio de Teatro Português SPA/Novo Grupo 1999[1] Editada pela SPA/D. Quixote em 2000 Encenada por Fernando Heitor no Teatro Aberto em 2000

Referências

  1. «IRENE CRUZ / CURRICULUM VITAE». Teatroaberto.com. Consultado em 15 de Dezembro de 2011. Arquivado do original em 1 de junho de 2012 

Ligações externasEditar

Página de Homenagem a Fernando Augusto no Facebook[ligação inativa]

Catálogo de Edições SPA

Encenações Novo grupo de Teatro - Teatro Aberto

Blogue Grémio Dramático Povoense

Teatroteca Fernando Augusto

  Este artigo sobre Teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.