Abrir menu principal
Fernando Caldeira
Nome completo Fernando Afonso Geraldes Caldeira
Nascimento 7 de novembro de 1841
Borralha, Águeda, Reino de Portugal
Morte 2 de abril de 1894 (52 anos)
Lisboa, Reino de Portugal
Nacionalidade português

Fernando Afonso Geraldes Caldeira (Borralha, 7 de novembro de 1841Lisboa, 2 de abril de 1894) foi um escritor português do século XIX.[1]. Encontram-se textos da sua autoria na revista Ilustração Popular [2] (1884) e também, publicados a título póstumo, no periódico O Azeitonense [3] (1919-1920).

ObrasEditar

  • 1877: A varina
  • 1879: Os missionários
  • 1880: Fló-Fló
  • 1880: A mantilha de renda
  • 1884: A chilena
  • 1884: As nadadoras
  • 1892: A madrugada

Referências

  1. «Caldeira, Fernando, 1841-1894». Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 7 de fevereiro de 2016 
  2. Helena Roldão (5 de abril de 2017). «Ficha histórica: A illustração popular : chronica semanal (1884)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  3. Jorge Mangorrinha (1 de abril de 2016). «Ficha histórica:O Azeitonense: orgão independente defensor dos interesses de Azeitão (1919-1920)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 18 de setembro de 2016 
  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.