Badauí

Músico e Compositor Brasileiro.
(Redirecionado de Fernando Estefano Badaui)

Badauí, nome artístico de Fernando Estéfano Badauí (São Paulo, 12 de março de 1976), é um cantor e compositor brasileiro, que ficou famoso nacionalmente com o seu trabalho como vocalista e líder da banda de hardcore melódico brasileira CPM 22.

Badauí
Badauí
Badauí em 2008
Informação geral
Nome completo Fernando Estéfano Badauí
Também conhecido(a) como Badauí
Nascimento 12 de março de 1976 (48 anos)
Origem São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) Hardcore melódico, punk rock
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1996–atualmete
Gravadora(s) Independente
Afiliação(ões) CPM 22
Medellin

Carreira musical

editar

É vocalista da banda CPM 22 desde 1996, quando o ex-vocalista não apareceu mais para ensaiar e o guitarrista Wally, que era seu vizinho, o chamou para fazer parte do grupo. No inicio o próprio Badauí conta que quando entrou na banda mal sabia pegar em um microfone. Seu primeiro show foi num alambique na cidade de Santana do Parnaíba e o palco foi improvisado em cima de caixas de laranja.

Desde 2009, Badauí também é o vocalista da banda Medellin. A banda, que é formada pelos guitarristas Hospede (ex-Dead Fish) e Pablo, pelo baixista Bruno Bin (ex-Swell) e pelo baterista Carioca, toca um som parecido com o New York hardcore e metalcore.[1]

Vida pessoal

editar

É filho da dona de casa Bruna Maria Badauí e do funcionário de distribuidora José Estéfano Badauí. Antes de fazer parte do CPM 22, foi entregador de panetone pela distribuidora que seu pai trabalhava. Em 1998 começou a cursar a faculdade de Desenho Industrial mas, acabou desistindo depois de dois anos e meio pois a banda já estava se estruturando na mídia.[2]

Junto com o chef Henrique Fogaça é sócio desde 2013 do restaurante gastropub O Cão Véio, no bairro de Pinheiros, em São Paulo.[3]

Controvérsias

editar

Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., durante um show em São Paulo, chamou Badauí de playboy e falso, o acusou de falar mal de sua banda para uma revista.[4] Em 2013, dias após a morte de Chorão, Badauí deu uma entrevista ao Portal R7 afirmando que eles haviam se acertado e que as polêmicas tinham ficado no passado. Segundo Badauí:[5]

Apesar de termos umas desavenças no passado (...) as coisas ficaram esclarecidas entre nós e é uma pena que a gente não tenha fortalecido uma amizade.
— Badauí em entrevista ao porta de entretenimento do R7

Em 2018 o antigo produtor da banda Rick Bonadio afirmou que teve problemas financeiros com a banda CPM 22. Badauí deu então sua versão da história afirmando que a versão do produtor não era verídica e criticou Rick Bonadio pelo trabalho realizado junto a banda.[6][7]

Discografia

editar

Com o CPM 22

editar
 
Badauí ao lado do Guitarrista Luciano Garcia em 2008.

Álbuns de estúdio

editar

Álbuns ao vivo

editar

Participação em outros projetos

editar
Ano Banda Álbum Info
2008 TH6 Contra Insetos Parasitas Participação especial na faixa "Como Se Fosse Assim"
2010 Fitacola Outros Dias Participação especial na faixa "Outros Dias" (creditado como Fernando Badauí)
2016 Impatients Impatients Participação especial na faixa "Quarto Escuro"
2016 Vários Artistas O Pulso Ainda Pulsa (álbum tributo ao Titãs) Participação na faixa "Homem Primata"
2018 Capital Inicial Sonora Participação especial na faixa "Velocidade" (creditado como Fernando Badauí)

Prêmios

editar

Prêmios com a Banda

editar
Ano Prêmio Categoria Entidade
2005 Melhores do Ano (CPM 22) Melhor Banda Domingão do Faustão
2005 Meus Prêmios Nick (CPM 22) Banda Favorita Nickelodeon Kids' Choice Awards
2005 Meus Prêmios Nick - Um minuto para o fim do mundo Melhor Música Nickelodeon Kids' Choice Awards
2006 Meus Prêmios Nick (CPM 22) Banda Favorita Nickelodeon Kids' Choice Awards
2006 Melhores do Ano (CPM 22) Melhor Banda Domingão do Faustão
2006 Melhores do Ano (CPM 22) Melhor Banda Domingão do Faustão
2007 Multishow de Música Brasileira - DVD CPM 22 MTV ao vivo Melhor DVD Multishow
2008 Grammy Latino (CPM 22) Melhor álbum de rock brasileiro Academia Latina de Artes e Ciências da Gravação
2013 Site Uol - Acústico (CPM 22) Melhor álbum de rock do Ano
Discos de Ouro:
  • 2001 — CPM 22 (Álbum)ABPD
  • 2002 — Chegou a Hora de RecomeçarABPD
  • 2005 — Felicidade InstantâneaABPD
  • 2006 — CPM 22 - MTV AO VIVOABPD

Referências

  1. Redação Curta Mais (29 de outubro de 2015). «Banda Medellin faz som "casca grossa" em Goiânia». Curta Mais. Consultado em 14 de junho de 2020 
  2. Diversos (14 de junho de 2020). «Curiosidades sobre CPM 22». letras.com.br. Consultado em 14 de junho de 2020 
  3. Soninha Vieira (28 de março de 2018). «Henrique Fogaça e Fernando Badauí reinauguram gastropub». Revista Quem. Consultado em 14 de junho de 2020 
  4. Redação A Tarde (6 de março de 2013). «Chorão, do Charlie Brown, é encontrado morto em São Paulo». A Tarde. Consultado em 14 de junho de 2020 
  5. Redação R7 (6 de março de 2013). «Apesar de brigas, músicos do CPM 22 lamentam a morte de Chorão em vídeo: "Descanse em paz"». R7 - Entretenimento. Consultado em 14 de junho de 2020 
  6. Stephanie Hahne (12 de outubro de 2018). «Rick Bonadio acusa CPM 22 de "dar chapéu" e Badauí se pronuncia». Tenho mais discos que amigos!. Consultado em 14 de junho de 2020 
  7. Wander Verch (10 de dezembro de 2018). «CPM 22: Badauí detona Rick Bonadio». Whiplash.net. Consultado em 14 de junho de 2020 

Ligações externas

editar