Abrir menu principal

Festival Eurovisão da Canção 2018

63.ª Edição do Festival Eurovisão da Canção 2018
Disambig grey.svg Nota: "Eurovisão 2018" redireciona para este artigo. Para Eurovisão Júnior, veja Festival Eurovisão da Canção Júnior 2018.
Festival Eurovisão da Canção 2018
"All Aboard! (Todos a Bordo!)"
 Portugal
ESC HONEY.svg
Logo do Festival Eurovisão da Canção 2018
Eurovision 2018 logo principal.png
Identidade gráfica do Festival Eurovisão da Canção 2018
Vencedor do Festival Eurovisão da Canção 2018
Edição
63.ª edição
Datas
1.ª semifinal 8 de maio de 2018
2.ª semifinal 10 de maio de 2018
Final 12 de maio de 2018
Anfitrião
Local Altice Arena, Lisboa,Portugal
Apresentador(es) Portugal Catarina Furtado
Portugal Daniela Ruah
Portugal Sílvia Alberto
Portugal Filomena Cautela[1]
Diretor Portugal Carla Bugalho e Paulo Resende
Supervisor executivo Noruega Jon Ola Sand
Produtor executivo Portugal João Nuno Nogueira
Estação anfitriã RTP.svg
Atuações
Atuações de abertura Fados de Ana Moura ("Fado Loucura") e Mariza ("Barco Negro"), seguidos de desfile das bandeiras dos 26 países finalistas com música ao vivo pelos Beatbombers.
Atuações nos intervalos Semi-final 1: "Amar pelos dois" - interpretação dos concorrentes de 2017; "Planet Portugal" (parte 1); "ESClopedia" (parte 1).

Semi-final 2: "ESClopedia" (parte 2); Danças a representar vencedores anteriores do concurso pelas apresentadoras (Catarina Furtado, Daniela Ruah, Sílvia Alberto, Filomena Cautela); "Planet Portugal" (parte 2). Final: "Mano a mano" e "Amar pelos dois" - interpretação de Salvador Sobral (com Caetano Veloso e Júlio Resende); Mayra Andrade, Plutónio, Dino D'Santiago e Sara Tavares interpretam música contemporânea portuguesa no "Interval Act" (com Branko).

Participantes
Número de entradas 43 países
Países estreantes Sem estreantes
Países de regresso  Rússia
Países de saída Nenhuma
Mapa dos países participantes
Portugal no Festival Eurovisão da CançãoEspanha no Festival Eurovisão da CançãoSan Marino no Festival Eurovisão da CançãoFrança no Festival Eurovisão da CançãoReino Unido no Festival Eurovisão da CançãoIrlanda no Festival Eurovisão da CançãoIslândia no Festival Eurovisão da CançãoBélgica no Festival Eurovisão da CançãoPaíses Baixos no Festival Eurovisão da CançãoSuíça no Festival Eurovisão da CançãoAlemanha no Festival Eurovisão da CançãoDinamarca no Festival Eurovisão da CançãoMalta no Festival Eurovisão da CançãoItália no Festival Eurovisão da CançãoNoruega no Festival Eurovisão da CançãoSuécia no Festival Eurovisão da CançãoFinlândia no Festival Eurovisão da CançãoEstónia no Festival Eurovisão da CançãoLetónia no Festival Eurovisão da CançãoLituânia no Festival Eurovisão da CançãoEslováquia no Festival Eurovisão da CançãoÁustria no Festival Eurovisão da CançãoEslovénia no Festival Eurovisão da CançãoHungria no Festival Eurovisão da CançãoCroácia no Festival Eurovisão da CançãoBósnia e Herzegovina no Festival Eurovisão da CançãoMontenegro no Festival Eurovisão da CançãoSérvia no Festival Eurovisão da CançãoAlbânia no Festival Eurovisão da CançãoMacedónia no Festival Eurovisão da CançãoGrécia no Festival Eurovisão da CançãoBulgária no Festival Eurovisão da CançãoRoménia no Festival Eurovisão da CançãoMoldávia no Festival Eurovisão da CançãoUcrânia no Festival Eurovisão da CançãoBielorrússia no Festival Eurovisão da CançãoAustrália no Festival Eurovisão da CançãoRússia no Festival Eurovisão da CançãoGeórgia no Festival Eurovisão da CançãoAzerbaijão no Festival Eurovisão da CançãoTurquia no Festival Eurovisão da CançãoChipre no Festival Eurovisão da CançãoIsrael no Festival Eurovisão da CançãoArménia no Festival Eurovisão da CançãoMarrocos no Festival Eurovisão da CançãoLiechtenstein no Festival Eurovisão da CançãoAndorra no Festival Eurovisão da CançãoMónaco no Festival Eurovisão da CançãoPolónia no Festival Eurovisão da CançãoRepública Checa no Festival Eurovisão da CançãoLuxemburgo no Festival Eurovisão da CançãoLíbano no Festival Eurovisão da CançãoTunísia no Festival Eurovisão da CançãoArgélia no Festival Eurovisão da CançãoUm mapa colorido dos países da Europa
Sobre esta imagem

     Países participantes     Países que não se classificaram para a final     Países que participaram no passado mas não em 2018

Votação
Sistema de
voto
50% televoto + 50% júri de cada país (pontuação de 1 a 8, 10 e 12 pontos)
Vencedor(a)  Israel
Netta Barzilai
"Toy"
Website Sítio oficial
Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png   2017     Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg     2019   Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção de 2018 (em inglês: Eurovision Song Contest 2018; em francês: Concours Eurovision de la Chanson 2018) foi a 63.ª edição do certame musical anual, que se realizou pela primeira vez em Portugal após a vitória de Salvador Sobral na edição anterior, em Kiev, Ucrânia, com a canção Amar pelos Dois.

Os espetáculos do evento decorreram na Altice Arena, em Lisboa. As semifinais ocorreram nos dias 8 e 10 de maio e a final aconteceu a 12 de maio.

O slogan escolhido para a edição - All Aboard! (em português: Todos a Bordo!) - foi revelado a 7 de novembro de 2017. Por esta altura, a RTP havia já confirmado a presença de 43 países no evento.

LocalizaçãoEditar

Mais sobre a cidade anfitriã: Lisboa

LocalEditar

O local selecionado para a edição do ESC 2018 - Altice Arena, em Lisboa.

O local escolhido para realizar os três espetáculos (semifinais e final) foi a Altice Arena (anteriormente designada de MEO Arena e também conhecida como Pavilhão Atlântico), situada na capital do país, Lisboa.

O pavilhão, construído para a Exposição Mundial de 1998 (abreviadamente conhecida como Expo '98), é um espaço destinado a atrações públicas, festivais e outros espetáculos. Localizado na freguesia do Parque das Nações, tem capacidade para 20 000 espectadores, sendo o maior pavilhão de espetáculos de Portugal e o terceiro maior da Europa.

Este tem ligações de metro ao Aeroporto Humberto Delgado e comboio nas proximidades, mais precisamente pela Gare do Oriente, que o conecta ao resto do país e à União Europeia. É também acessível por outros meios de transporte, como o autocarro ou o táxi.

A Altice Arena oferece ainda serviços como a bilheteira Blueticket, bares e multibanco e está adaptada a pessoas com mobilidade condicionada, visto que tem lugares específicos para estas assistirem aos eventos. O parque de estacionamento mais próximo é o parque TEJO, a cerca de 5 minutos do local, sendo que a zona dispõe de vários outros parques.

Fase de seleçãoEditar

Blue pog.svg Cidades candidatas
Red pog.svg Cidade selecionada

Após a RTP ter aceitado o desafio de organizar a edição de 2018,[2] o que se confirmou na conferência de imprensa a seguir à final da edição de 2017, não houve qualquer fase oficial de licitação para a seleção da cidade anfitriã, pelo que, a 15 de maio desse ano, a estação pública de rádio e televisão de Portugal realizou uma reunião de urgência onde foi decidido que Lisboa seria a cidade anfitriã do evento.[3]

Porém, logo após esse anúncio, várias vozes críticas se levantaram a contestarem a decisão da estação. Os críticos queriam que a emissora levasse a cabo um concurso oficial para decidir qual a cidade-sede do Festival, utilizando o argumento de que o processo acontecia desde 2011 e que se havia repetido todos os anos nos países anfitriões do certame.

Mesmo assim, a RTP e a UER (organismo responsável pelo concurso) resolveram avaliar 4 cidades em Portugal com vista a selecionar a melhor para acomodar um evento desta dimensão: Braga, Gondomar, Lisboa e Santa Maria da Feira.[4] A análise destas cidades seguiu critérios de avaliação específicos e ajustados aos padrões da entidade promotora para este evento e que não passaram só pela existência de uma sala de espetáculos, mas também por:

  • Um local adequado para receber cerca de 10.000 espectadores;
  • Um centro de imprensa internacional para 1.500 jornalistas com instalações adequadas para todos os delegados;
  • Uma boa distribuição de quartos de hotel, com diferentes categorias de preços, e capacidade para acomodar pelo menos 2.000 delegados, jornalistas e espectadores credenciados;
  • Uma infraestrutura de transporte eficiente, incluindo um aeroporto internacional próximo com ligações facilmente disponíveis com a cidade, local do evento e hotéis.[5]

Durante o processo, os presidentes dos municípios de Guimarães, Faro e Santa Maria da Feira revelaram o seu interesse em concorrer para organizar a Eurovisão.[6] O município do Porto, considerado um possível candidato a receber o certame, declarou na voz do seu presidente, Rui Moreira, que não se mostraria interessado numa potencial corrida à organização do Festival, apontando como motivos os custos avultados que o evento poderia acarretar para a cidade e que a Câmara Municipal não estaria disposta a pagar.[7]

Por sua vez, o Conselho Metropolitano do Porto, através do seu presidente, defendeu a realização do evento na área metropolitana portuense por considerar uma igualdade de circunstâncias entre Lisboa e a cidade nortenha e preferir a descentralização do evento. Emídio Sousa, presidente do organismo, declarou que "um equipamento de excelência como o Europarque, localizado em Santa Maria da Feira, poderia vir a receber o Festival da Eurovisão", uma vez que, no raio de 30 quilómetros, contaria com "mais de 8000 quartos", referindo ainda a proximidade ao aeroporto e às grandes linhas ferroviárias.[8]

A candidatura desta cidade ganhou ainda mais força a 31 de maio quando Emídio Sousa revelou que a candidatura do Europarque estaria a ser trabalhada e que "já existiam algumas conversas com a RTP". No mesmo dia, Espinho junta-se a Santa Maria da Feira e Gondomar entre os interessados da Área Metropolitana do Porto a acolher o evento e o presidente da Câmara Municipal da cidade, Pinto Moreira, garante que "a nave polivalente de Espinho" teria "uma área útil superior à Altice Arena".[9]

Dias mais tarde, a 2 de junho, Frank-Dieter Freiling, chefe do Grupo de Referência da UER, afirmou que queria ver um concurso público para selecionar a cidade anfitriã do evento, apesar de saber que Lisboa seria muito provavelmente a escolhida.[10]

O presidente da câmara de Braga, Ricardo Rio, admitiu a 5 de junho que estariam em curso conversações com a RTP para que o Parque de Exposições de Braga (posteriormente renomeado Fórum Braga) fosse o local a sediar a edição do concurso. Segundo o autarca, a suposta candidatura não se trataria de "nenhuma pretensão concreta", uma vez que seria preciso saber primeiro as condições exigidas e, só depois, o município tomaria uma decisão sobre essa matéria, considerando, contudo, que a renovação prevista para aquele espaço colocaria Braga à frente de outras cidades interessadas em receber a Eurovisão, nomeadamente a cidade vizinha de Guimarães, que já havia manifestado interesse em acolher o evento no seu Pavilhão Multiusos.

A primeira reunião entre os responsáveis da RTP e o Grupo de Referência da UER teve lugar a 13 de junho, em Genebra, onde os responsáveis portugueses entregaram uma pasta com as possíveis locais que poderiam acolher a competição.[11]

Chave  †  Cidade anfitriã

Cidade Local Capacidade Notas
Braga[12] Parque de Exposições de Braga 3.000
9.000
O Parque de Exposições de Braga (posteriormente renomeado Fórum Braga) é uma estrutura vocacionada para a realização de feiras, exposições, congressos e outros eventos de caráter sociocultural, científico, recreativo e desportivo. O espaço agora renovado, inaugurado a 29 de abril de 2018, dispõe de um pavilhão com 12000 lugares, tornando-se a segunda maior sala de espetáculos do país. Contudo, a cidade de Braga não tem a capacidade hoteleira que a União Europeia de Radiodifusão exige, tendo apenas 2.950 camas, divididas maioritariamente por hotéis de 3 e 4 estrelas.[13]
Gondomar Multiusos Gondomar Coração de Ouro 4.400 a 8.000 O pavilhão elíptico permite realizar provas de andebolbasquetebolfutsalhóquei em patinsvoleibolginástica, assim como exposições e concertos de música. Todavia, a cidade de Gondomar não possui a capacidade hoteleira necessária para receber o certame nem um sistema de transporte público que permita a rápida circulação pela cidade e para fora dela, colocando-se ainda problemas com a instalação do centro de imprensa.[14]
Lisboa[15] Altice Arena 20.000 É o maior pavilhão de espetáculos coberto de Portugal, tendo sido palco de eventos importantes como a Expo98, o Campeonato Mundial de Basquetebol Sub 19 de 1999,[16] o MTV Europe Music Awards de 2005[17] ou a Web Summit 2016[18]e acolhendo anualmente diversos concertos musicais. A sua localização é muito privilegiada, visto estar próximo do Centro Comercial Vasco da Gama e da Gare do Oriente, sendo que esta última permite uma rápida ligação ao Aeroporto de Lisboa e a outras áreas da cidade através de metro. Perto da Altice Arena, existe ainda o Pavilhão de Portugal ou a FIL, sítios adequados para receber, por exemplo, o "Euroclub" ou o centro de imprensa. Nas questões de hotelaria, Lisboa não teria qualquer problema em receber todos os visitantes[14], sendo que a cidade dispõe de 49 012 camas de hotel[19] e a região envolvente mais de 60 mil camas de hotel.[20]
Santa Maria da Feira[21] Europarque 11.000 O maior centro de convenções da Área Metropolitana do Porto, que já acolheu a final do Festival RTP da Canção 2001 ou o Conselho Europeu de 19 e 20 de Junho de 2000, e que recebe também anualmente diversos concertos musicais. Fica a cerca de 35 minutos da cidade do Porto, o que poderá não agradar à União Europeia de Radiodifusão. A cidade tem uma reduzida capacidade hoteleira - apenas um hotel de 2 estrelas e outro de 4 estrelas, para além de pequenas residenciais e hostels[22] - sendo que, para hospedar todos os visitantes, tem de se recorrer ao Porto e a São João da Madeira.[14] Santa Maria da Feira não tem sistema de transporte público a circular dentro da cidade e uma deslocação do centro da cidade até ao Europarque, a pé, demora mais de 30 minutos.[22] É a opção apoiada pelo Conselho Metropolitano do Porto.

Finalmente, foi a 25 de julho de 2017 que a RTP e a UER, em conferência de imprensa, revelaram que Lisboa seria a cidade a sediar o Festival Eurovisão da Canção 2018.[23][24][25][26][27][28] Jon Ola Sand, supervisor executivo do concurso desde 2011, indicou que "a cidade apresentou uma proposta exemplar" e que estaria ansioso para trabalhar em conjunto com a emissora portuguesa no sentido de "fazer a Eurovisão mais emocionante de sempre".[29]

Eventos paralelosEditar

No dia em que a cidade anfitriã e o local dos espetáculos foram revelados, houve também a confirmação dos locais onde iriam ocorrer outros eventos relacionados com o concurso, como a Blue Carpet (em português: Passadeira Azul), o local da Eurovision Village (em português: Aldeia Eurovisiva) ou o EuroClub (em português: Clube Eurovisivo).

Eurovision VillageEditar

O presidente da RTP, Gonçalo Reis, confirmou que a Câmara Municipal de Lisboa cederia a Praça do Comércio (mais conhecida como Terreiro do Paço) durante dez dias, mais concretamente de 4 de maio a 13 de maio de 2018, para aí ser instalada a Eurovision Village, com stands de promoção nacional e internacional. A Eurovision Village esteve aberta ao público diariamente, de forma gratuita, das 15:00 às 23:00.[30][31]

Cerimónia de abertura e Blue CarpetEditar

A cerimónia de abertura e a chegada à "Passadeira Azul" (os organizadores optaram por substituir a tradicional cor vermelha pela azul, devido à proximidade do rio Tejo) ocorreu junto ao moderno Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), situado na freguesia de Belém, e foi apresentada por Inês Lopes Gonçalves, Cláudia Semedo, Pedro Granger e Pedro Penim.

EuroClubEditar

O EuroClub, espaço social de festa mas também de descanso para as delegações, artistas, intérpretes e fãs devidamente acreditados, esteve inicialmente para ser recebido num espaço localizado no Cais do Sodré, a boate "Lust in Rio". Porém, a 9 de março de 2018, a RTP informou que o local iria ser alterado para a Praça do Comércio, ficando no espaço do "MoMe Lisboa".[32][33]

FormatoEditar

A 16 de outubro de 2017, Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração da RTP, garantiu que Portugal iria organizar "o Festival da Eurovisão mais barato de sempre" mas que teria, mesmo assim, uma proposta criativa das mais interessantes alguma vez feitas, com capacidade para "projetar Portugal". "Posso hoje afirmar que vamos fazer o Festival da Eurovisão mais barato de sempre e que estou crente que as nossas equipas criativas vão desenvolver uma das 'Eurovisões' mais interessantes de sempre", afirmou.

"As nossas equipas criativas estão a desenvolver o conceito [para] transmitir a imagem de um Portugal contemporâneo, de um Portugal aberto ao mundo, de uma cultura de inclusão, de uma cultura de tolerância, de uma cultura positiva", disse também o gestor.

Gonçalo Reis defendeu que este iria "ser um projeto mobilizador para todas as indústrias criativas, para Lisboa e para Portugal" e que iria projetar o país, avisando que este se tratava de um acontecimento "que ultrapassa a RTP", apesar de concluir que a estação pública teria "todas as condições para produzir um grande evento de televisão, para promover as nossas indústrias criativas, a indústria do entretenimento" e que "o [Festival da] Eurovisão é algo que envolve a cidade, o turismo, todo o país.[34]

A 21 de outubro de 2017, Daniel Deusdado, então diretor de programas da RTP, revelou que a administração não tencionava cortar valores na grelha de programação devido à organização do evento internacional. "A administração já disse que tentará fazer o mais barato Festival da Eurovisão dos últimos anos (...) também já foi dito às equipas que planeiam o orçamento para 2018 que o valor importado às grelhas de programas não será afetado pela Eurovisão... mas são previsões. A determinação da equipa que está a gerir é jogar com este equilíbrio.", afirmou.

Gonçalo Madaíl, subdiretor da RTP1, garantiu na altura que existiria um programa de voluntários para o Festival Eurovisão 2018. "Um projeto como este requer a participação de muitos voluntários a vários níveis com alguns requisitos, como o dominío da língua inglesa (...) Nesta fase não está previsto o modelo, mas será comunicado em breve", declarou.

Novas regrasEditar

Depois da polémica em torno da escolha da cidade anfitriã do certame em 2017, do banimento da cantora russa Julia Samoylova e da retirada da Rússia do concurso, a UER lançou, a 31 de julho de 2017, um novo conjunto de regras do Festival da Eurovisão que estariam em vigor na edição de 2018, sediada em Portugal.

A partir desse momento, a emissora anfitriã do Festival teria a obrigação de "garantir que todos os concorrentes possam atuar pessoalmente no palco do concurso", sendo que todos os organismos de radiodifusão estão proibidos de enviar membros da delegação que "tenham antecedentes susceptíveis de induzir as autoridades nacionais do país anfitrião a negar o acesso ao território".

As alterações às regras, enviadas a todas as emissoras nacionais e publicadas pela emissora alemã ARD, são uma resposta específicas às ações das delegações da Ucrânia e da Rússia na temporada passada sendo que, segundo as novas regras, os dois países seriam declarados culpados. Além disso, a UER acrescentou vários parágrafos sobre a natureza não política da competição, algo que foi violado pelos dois países na edição passada, bem como a imparcialidade dos membros do júri, sendo uma reação às críticas das votações da Arménia, Azerbaijão e Ucrânia em Kiev.[35]

OrçamentoEditar

A 16 de maio de 2017, o presidente da RTP, Gonçalo Reis, afirmou que a estação pública iria "encontrar condições para fazer a Eurovisão sem excessos" e que seria a "Eurovisão mais económica dos últimos anos".[36] A 26 de julho de 2017, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, anunciou que a taxa turística, em conjunto com a UER, iria financiar o evento, cujo orçamento não foi divulgado.[37]

A 21 de outubro de 2017, Daniel Deusdado, diretor de programas da RTP, questionado sobre os custos da organização, revelou que "a Eurovisão enquanto organismo traz 5 milhões de receitas e Lisboa contribui com o local do evento e outras funcionalidades", destacando também a contribuição do Turismo de Portugal e os fundos oriundos das receitas publicitárias. Contudo, "o orçamento só será finalizado no final do ano".[38]

A 12 de novembro de 2017, foi revelado que o orçamento para o Festival Eurovisão 2018 seria um total de 23 milhões de euros, repartidos pelos diversos organismos. A RTP entraria diretamente com 12 milhões de euros e o restante seria financiado pela Câmara Municipal de Lisboa, pelo Turismo de Portugal, pela EBU e por patrocinadores.[39]

Já em 15 de março de 2018, a Câmara Municipal de Lisboa aprovou uma proposta que aponta para uma despesa por parte do município de 5 milhões de euros, dos quais 2 milhões serão alocados só ao aluguer do Altice Arena.[40]

Identidade visualEditar

Os 12 logótipos para o Festival Eurovisão da Canção 2018

SloganEditar

O slogan para o festival, All Aboard! (em português: Todos a Bordo!), foi revelado a 7 de novembro de 2017.

Portugal, como país, sempre conectou a Europa com o resto do mundo através do oceano e, há 500 anos, Lisboa foi o centro de muitas das rotas marítimas mais importantes do mundo. Hoje, Lisboa usou a conectividade do oceano como inspiração para o slogan All Aboard!, convidando a comunidade internacional para se juntar na edição do festival da Eurovisão deste ano.

LogótipoEditar

A identidade visual é caracterizada por motivos oceânicos que aludem à localização de Lisboa junto à costa e ao oceano Atlântico. Em paralelo com o logótipo principal, que retrata uma concha estilizada, foram projetados doze logótipos suplementares para simbolizar os diferentes aspetos do ecossistema marinho.

ApresentadorasEditar

A 8 de Janeiro de 2018, a RTP e a UER anunciaram que o concurso seria apresentado, pela primeira vez, por quatro apresentadoras do sexo feminino, sendo o conjunto composto pelas apresentadoras da RTP Catarina Furtado, Filomena Cautela e Sílvia Alberto, juntamente com a atriz Daniela Ruah. Seria a primeira vez desde 2013 que o concurso não incluiria um apresentador do sexo masculino e o segundo ano consecutivo que os apresentadores seriam do mesmo sexo.

Sorteio das semifinaisEditar

Câmara Municipal de Lisboa foi o local escolhido para o sorteio das semifinais.

O sorteio para determinar em que semifinal cada país participaria decorreu a 29 de janeiro de 2018, nos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Lisboa. Os 37 semifinalistas foram distribuídos por seis potes, com base em padrões de votação históricos calculados pelo parceiro oficial do televoto do concurso, a empresa Digame. A distribuição dos diferentes potes ajuda a reduzir a chance de um chamado "voto de bloco" e aumenta o suspense nas meias-finais. A cerimónia foi apresentada por Sílvia Alberto e Filomena Cautela e incluiu a passagem do testemunho da Eurovisão de Vitali Klitschko, presidente da câmara de Kiev (sede do festival anterior), para Fernando Medina, presidente da câmara de Lisboa.

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4 Pote 5 Pote 6

Equipa técnicaEditar

A equipa técnica do evento contou com 23 nomes, sendo que mais de 70% eram portugueses. Houve ainda responsáveis vindos da Ucrânia, Bélgica, Suécia e Estados Unidos da América, entre outros países. Mais de 700 pessoas estiveram diretamente envolvidas no evento, incluindo cerca de 400 voluntários.[41]

ParticipantesEditar

A UER anunciou a 7 de novembro de 2017 que 42 países participariam na edição do Festival. A Rússia confirmou o regresso depois de uma saída na edição precedente, onde a participação da Macedónia (ARJM) foi bloqueada provisoriamente pela UER devido a dívidas não pagas pela estação nacional do país.[42][43] Entretanto, dez dias depois, a UER anunciou que a ARJ da Macedónia (atualmente Macedónia do Norte) estaria autorizada a participar no Festival, aumentando assim o número de países participantes para 43, o maior desde as edições de 2008 e 2011.[44]

Artistas de regressoEditar

SemifinaisEditar

1ª semifinalEditar

# País participante Canal membro/associado Artista Título original da canção Idiomas de interpretação Processo Data da seleção

Cartão Postal Postcards

Tradução em Português
Primeira parte
1  Azerbaijão[49] Ictimai Aisel[50] X My Heart Inglês Seleção interna 3 de março de 2018 Monsaraz, Reguengos de Monsaraz[51]
Atravessa o meu coração
2  Islândia[52] RÚV Ari Ólafsson Our Choice Inglês Söngvakeppnin 2018 3 de março de 2018[53] Lisboa,

MAAT

Parque Eduardo VII[54]

A nossa escolha
3  Albânia[55] RTSH Eugent Bushpepa Mall Albanês[56] Festivali i Këngës 2018[55] 23 de Dezembro de 2017[57] Aveiro[58]
Anseio
4  Bélgica[59] VRT Laura Groeseneken[60][61] A Matter Of Time Inglês[62] Seleção interna 5 de março de 2017[63] Doca de Santo Amaro, Rio Tejo, Lisboa[64]
Uma questão de tempo
5  República Checa [65][66] ČT Mikolas Josef Lie To Me Inglês Eurovision Song

CZ 2018

29 de janeiro de 2018[67] Caretos, Podence, Macedo de Cavaleiros[68]
Mente-me
6  Lituânia[69] LRT Ieva Zasimauskaite When We're Old Inglês Eurovizijos 2018 11 de março de 2018[70] Serra do Caramulo
Quando formos velhos
7  Israel[71] IPBC Netta Barzilai Toy Inglês Rising Star 2018[71] 10 de março de 2018[72] Lisboa[73]
Brinquedo
8  Bielorrússia[74] BTRC Alekseev Forever Inglês Eurofest 2018 16 Fevereiro de 2018 Arco da Rua Augusta,

Lisboa[75]

Para sempre
9  Estónia[76] ERR Elina Nechayeva La forza Italiano Eesti Laul 2018 3 de março de 2018[76] Quinta da Regaleira, Sintra[77]
A força
10  Bulgária[78] BNT Equinox Bones Inglês Seleção interna 11 de março de 2018 Miradouro de Santa Luzia, Lisboa[79]
Ossos
Segunda parte
11  Macedónia do Norte MRT Eye Cue Lost and Found Inglês Seleção interna 11 de março de 2018[80] Palácio dos Marqueses de Fronteira, Lisboa[81]
Perdidos e achados
12  Croácia[82] HRT Franka Batelić Crazy Inglês Seleção interna 13 de fevereiro de 2018 Talasnal, Lousã, Serra da Lousã[83]
Louca
13  Áustria[84] ÖRF César Sampson Nobody but You Inglês Seleção interna 9 de março de 2018 Monsanto, Idanha-a-Nova[85]
Ninguém além de ti
14  Grécia[86] ERT Yianna Terzi Óneiró mou (Όνειρό μου) Grego[87] Ellinikos Telikos 2018[88] 16 de fevereiro de 2018[89] Fábrica da Vista Alegre, Ílhavo
O meu sonho
15  Finlândia[90] YLE Saara Aalto Monsters Inglês Uuden Musiikin Kilpailu 2018 3 de março de 2018[91] Algarve
Monstros
16  Arménia[92] APMTV Sevak Khanagyan Qami (Քամի) Arménio Depi Evratesil 2018[93] 24 de fevereiro de 2018 Grândola[94]
Vento
17  Suíça[95] SRG SSR Zibbz Stones Inglês Die Grosse Entscheidungsshow 2018 4 de fevereiro de 2018[96] Porto[97]
Pedras
18  Irlanda[98] RTÉ Ryan O'Shaughnessy Together Inglês Seleção interna Ilha de Porto Santo, Madeira[99]
Juntos
19  Chipre[100] CYBC Eleni Foureira Fuego Inglês, espanhol Seleção interna[101] 2 de março de 2018[102] Mercado da Ribeira, Lisboa[103]
Fogo

2ª semi-finalEditar

# País participante Canal membro/associado Artista Título original da canção Idiomas de interpretação Processo Data da seleção

Cartão Postal Postcards

Tradução em Português
Primeira parte
1  Noruega[104] NRK Alexander Rybak That's How You Write a Song Inglês Melodi Grand Prix 2018 10 de março de 2018[105] Lisboa
É assim que escreves uma canção
2  Roménia [106] TVR The Humans Goodbye Inglês Selecția Națională 2018 25 de fevereiro de 2018[107] Passadiços do Paiva,

Arouca

Adeus
3  Sérvia[108] RTS Sanja Ilić & Balkanika Nova deca (Нова деца) Sérvio, torlakiano Beovizija 2018[80] Fevereiro de 2018[80] Cais de Gaia, Vila Nova de Gaia, Porto[109]
Novas crianças
4  San Marino[110] SMRTV Jessika & Jenifer Brening Who We Are Inglês 1 in 360

Final nacional online[111]

3 de março de 2018[112][113] Funchal, Ilha da Madeira, Madeira[99]
Quem somos
5  Dinamarca[114] DR Rasmussen Higher Ground Inglês Dansk Melodi Grand Prix 2018 10 de fevereiro de 2018[115] Palácio Nacional de Mafra, Mafra[116]
Solo mais elevado
6  Rússia[117] Piervy Kanal Julia Samoylova I Won't Break Inglês Seleção interna Oceanário de Lisboa, Parque das Nações, Lisboa[118]
Não vou romper
7  Moldávia TRM DoReDoS My Lucky Day Inglês O Melodie pentru Europa 2018 24 de fevereiro de 2018[119] Palace Vidago Hotel, Vidago, Chaves[120]
O meu dia de sorte
8  Países Baixos[121] AVROTROS Waylon Outlaw In 'Em Inglês De Nederlanders in Portugal 3 de março de 2018[122] Pastel de nata, Castelo de São Jorge

Lisboa[123]

Fora-da-lei dentro de si
9  Austrália[124] SBS Jessica Mauboy We Got Love Inglês Seleção interna 8 de março de 2018
Temos amor
Segunda parte
10  Geórgia[125] GPB Iriao For You (Sheni Gulistivis) Georgiano, Inglês Final nacional Ano-novo chinês,

Praça do Martim Moniz, Lisboa[126]

Para ti
11  Polónia[127] TVP Gromee & Lukas Meijer Light Me Up Inglês Krajowe Eliminacje 2018 3 de março de 2018[128] Ericeira[129]
Inspira-me
12  Malta [2] PBS Christabelle Borg Taboo Inglês Malta Eurovision Song Contest 2018 3 de fevereiro de 2018[130] Coudelaria de Alter do Chão[103]
Tabu
13  Hungria[131] MTVA AWS Viszlát, nyár Húngaro A Dal 2018[131] 24 de fevereiro de 2018[132] Óbidos[133]
Adeus, verão
14  Letónia[134] LTV Laura Rizzotto Funny Girl Inglês Supernova 2018 24 de fevereiro de 2018[135] Praia do Benagil

Praia da Marinha,

Algarve[136]

Menina engraçada
15  Suécia[137] SVT Benjamim Ingrosso Dance You Off Inglês Melodifestivalen 2018 10 de março de 2018[138] Serra da Estrela, Covilhã

Queijo da Serra da Estrela[139]

Dançar contigo
16  Montenegro[140][141] RTCG Vanja Radovanović Inje Montenegrino[142] Montevizija 2018[141] 17 de fevereiro de 2018[141] Feira da Ladra, Lisboa[143]
Névoa
17  Eslovénia[144] RTVSLO Lea Sirk Hvala, ne! Esloveno Evrovizijska Melodija (EMA) 2018 24 de fevereiro de 2018 Ilha do Faial, Açores[145]
Obrigada, não!
18  Ucrânia[146] UA:PBC Mélovin Under the Ladder Inglês Vidbir 2018[147] 24 de fevereiro de 2018[148] Vila Nova de Milfontes
Debaixo da escada

FinalEditar

Os países do Big Five (Alemanha, França, Itália, Espanha, Reino Unido) e o país anfitrião Portugal, desde que participam, estão diretamente qualificados para a final. Além disso, dez países vêm das duas semi-finais, de modo a ter 26 países na final. Na final, todos os países participantes no concurso terão o direito de votar.

# País participante Canais transmissores Artista Título original da canção Idiomas de interpretação Processo Data da seleção

Cartão Postal Postcards

Tradução em Português
 Alemanha[149] ARD Michael Schulte You Let Me Walk Alone Inglês Unser Lied für Lissabon[150] 22 de fevereiro de 2018 Ilha da Madeira

Madeira[99]

Deixaste-me caminhar sozinho
 Espanha [151] TVE Alfred García & Amaia Romero Tu canción Espanhol Operación Triunfo 2017 29 de janeiro de 2018 Ilha de São Miguel, Açores[145]
A tua canção
 França[152] France Télévisions Madame Monsieur Mercy Francês Destination Eurovision 2018[153] 27 de janeiro de 2018[154] Viana do Castelo[155]
Sem tradução por ser um nome próprio
 Itália[156] RAI Ermal Meta & Fabrizio Moro Non mi avete fatto niente Italiano Festival de Sanremo 2018 10 de fevereiro de 2018[157] Mosteiro de São Bento da Vitória, Porto[158]
Vocês não me fizeram nada
8  Portugal [159] RTP Cláudia Pascoal O Jardim Português Festival RTP da Canção 2018 4 de março de 2018[130] Navio Escola Sagres, Arsenal do Alfeite, Base Naval de Lisboa[160]
N/A
 Reino Unido [161] BBC SuRie Storm Inglês Eurovision: You Decide 2018[162] 7 de fevereiro de 2018 Fábrica de Chá Gorreana

Ilha de São Miguel,

Açores[145]

Tempestade

FestivalEditar

  Países que participam na primeira semi-final
  Países pré-qualificados para a final mas também votam na primeira semi-final
  Países que participam na segunda semi-final
  Países pré-qualificados para a final mas também votam na segunda semi-final

Dos 37 países que participaram nas semifinais desta edição, 19 países participaram na primeira semifinal, realizada no dia 8 de maio (terça-feira), enquanto que os outros 18 participaram na segunda semifinal, realizada no dia 10 de maio (quinta-feira).

Em cada semifinal, classificaram-se para a final os 10 países que tiveram melhor pontuação. Na primeira, votaram os países participantes e mais 3 finalistas: Portugal, Espanha e Reino Unido. Na segunda, também votaram os países participantes, bem como os outros 3 finalistas: França, Alemanha e Itália. Em cada espetáculo (semifinais e final), nenhum país pôde votar em si próprio.

A final ocorreu no dia 12 de maio (sábado), contando com 26 países concorrentes (10 de cada semifinal + países do Big 5: Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido + país anfitrião: Portugal).

A ordem de atuação foi revelada no dia 3 de abril de 2018.[163]

Semifinal 1Editar

# País[164] Idioma Artista[164] Canção[164] Tradução para Português Lugar Pontuação
 Azerbaijão Inglês Aisel "X My Heart" Atravessa o meu coração 11º 94
 Islândia Inglês Ari Ólafsson "Our Choice" A nossa escolha 19º 15
 Albânia Albanês Eugent Bushpepa "Mall" Anseio 162
 Bélgica Inglês Sennek "A Matter Of Time" Uma questão de tempo 12º 91
 República Checa Inglês Mikolas Josef "Lie To Me" Mente-me 242
Lituânia Lituânia Inglês & Lituano Ieva Zasimauskaitė "When We're Old" Quando formos velhos 119
 Israel Inglês1 Netta "Toy" Brinquedo 283
 Bielorrússia Inglês Alekseev "Forever" Para sempre 16º 65
Estónia Estónia Italiano Elina Nechayeva "La forza" A força 201
10º  Bulgária Inglês Equinox "Bones" Ossos 177
11º  Macedónia do Norte Inglês Eye Cue "Lost and Found" Perdidos e achados 18º 24
12º  Croácia Inglês Franka Batelić "Crazy" Louca 17º 63
13º  Áustria Inglês Cesár Sampson "Nobody but You" Ninguém além de ti 231
14º  Grécia Grego Yianna Terzi "Oneiro mou" (Όνειρο Μου) O meu sonho 14º 81
15º  Finlândia Inglês Saara Aalto "Monsters" Monstros 10º 108
16º  Arménia Arménio Sevak Khanagyan "Qami" (Քամի) Vento 15º 79
17º  Suíça Inglês Zibbz "Stones" Pedras 13º 86
18º  Irlanda Inglês Ryan O'Shaughnessy "Together" Juntos 179
19º  Chipre Inglês & castelhano Eleni Foureira "Fuego" Fogo 262
 Portugal Português Cláudia Pascoal feat. Isaura "O jardim" O jardim
 Espanha Castelhano Alfred García & Amaia Romero "Tu canción" A tua canção
 Reino Unido Inglês SuRie "Storm" Tempestade
1. Contém uma frase em hebreu, cantada duas vezes

ResultadosEditar

JúriEditar

Países Votantes Países Pontuados[165]
Azerbaijão Islândia Albânia Bélgica República Checa Lituânia Israel Bielorrússia Estónia Bulgária Macedónia do Norte Croácia Áustria Grécia Finlândia Arménia Suíça República da Irlanda Chipre
 Azerbaijão 7 4 12 1 2 6 5 10 3 8
 Islândia 12 2 5 10 6 7 1 4 3 8
 Albânia 5 4 1 10 7 6 8 3 2 12
 Bélgica 1 4 10 7 2 12 6 8 5 3
 República Checa 4 5 10 3 12 7 1 2 6 8
Lituânia Lituânia 1 8 5 7 4 3 10 2 6 12
 Israel 10 4 3 2 1 6 12 7 5 8
 Bielorrússia 7 12 10 6 5 8 1 3 4 2
Estónia Estónia 3 1 4 10 7 2 12 5 6 8
 Bulgária 6 12 7 10 5 4 8 1 2 3
 Macedónia do Norte 7 2 10 8 5 4 12 6 1 3
 Croácia 4 1 10 8 12 6 3 5 7 2
 Áustria 6 7 8 2 12 3 4 10 1 5
 Grécia 12 8 2 4 10 6 3 5 1 7
 Finlândia 6 5 2 12 10 8 3 1 4 7
 Arménia 5 6 7 12 1 8 4 2 3 10
 Suíça 1 8 7 5 12 3 6 2 10 4
 Irlanda 2 4 10 8 6 7 1 5 3 12
 Chipre 10 7 1 12 5 6 4 3 8 2
 Portugal 5 10 3 12 2 8 7 1 6 4
 Espanha 4 7 12 6 3 8 1 5 2 10
 Reino Unido 7 8 6 12 5 10 3 2 4 1
Televoto 47 0 48 20 134 62 116 45 120 70 6 17 116 53 73 41 27 108 173
Total 94 15 162 91 232 119 283 65 201 177 24 63 231 81 108 79 86 179 262
Lugar 11º 19º 12º 16º 18º 17º 14º 10º 15º 13º
Países Votantes Azerbaijão Islândia Albânia Bélgica República Checa Lituânia Israel Bielorrússia Estónia Bulgária Macedónia do Norte Croácia Áustria Grécia Finlândia Arménia Suíça República da Irlanda Chipre
Países Pontuados
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
7  Israel Arménia, Áustria, Chipre, Croácia, Espanha, Finlândia, República Checa
3  Áustria Bélgica, Estónia, Israel
2  Albânia Bielorrússia, Islândia
 Bulgária Macedónia, Reino Unido
 Chipre Albânia, Irlanda
1  Azerbaijão Grécia
 Bielorrússia Azerbaijão
 Bélgica Bulgária
Estónia Estónia Suíça
 Irlanda Lituânia
Lituânia Lituânia Portugal

TelevotoEditar

Países Votantes Países Pontuados[165]
Azerbaijão Islândia Albânia Bélgica República Checa Lituânia Israel Bielorrússia Estónia Bulgária Macedónia do Norte Croácia Áustria Grécia Finlândia Arménia Suíça República da Irlanda Chipre
 Azerbaijão 2 8 1 10 12 3 4 5 6 5
 Islândia 1 12 3 8 6 7 10 2 4 7
 Albânia 7 2 4 6 5 3 10 8 1 12
 Bélgica 8 4 3 5 10 1 2 6 12 7
 República Checa 10 3 12 5 2 6 1 8 4 7
Lituânia Lituânia 8 7 1 6 12 2 10 3 4 5
 Israel 5 2 12 7 3 8 6 1 4 10
 Bielorrússia 2 8 6 10 3 5 4 12 1 7
Estónia Estónia 3 7 10 1 6 8 12 2 5 4
 Bulgária 3 7 2 4 5 8 10 1 6 12
 Macedónia do Norte 5 12 6 3 8 10 4 2 1 7
 Croácia 5 4 10 6 1 7 3 2 8 12
 Áustria 4 1 10 6 3 5 1 8 12 7
 Grécia 3 10 6 2 1 8 7 5 4 12
 Finlândia 1 7 2 10 3 12 8 4 6 5
 Arménia 3 7 4 10 5 2 1 6 8 12
 Suíça 10 3 8 1 4 12 2 5 6 7
 Irlanda 1 4 12 5 10 3 8 6 2 7
 Chipre 7 3 8 5 6 10 1 12 4 2
 Portugal 7 1 6 2 12 5 4 3 8 10
 Espanha 5 4 3 7 2 8 6 1 12 10
 Reino Unido 1 2 12 5 4 6 3 7 10 8
Júri 47 0 114 71 98 57 167 20 81 107 18 46 115 28 35 38 59 71 89
Total 94 15 162 91 232 119 283 65 201 177 24 63 231 81 108 79 86 179 262
Lugar 11º 19º 12º 16º 18º 17º 14º 10º 15º 13º
Países Votantes Azerbaijão Islândia Albânia Bélgica República Checa Lituânia Israel Bielorrússia Estónia Bulgária Macedónia do Norte Croácia Áustria Grécia Finlândia Arménia Suíça República da Irlanda Chipre
Países Pontuados
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
5  Chipre Albânia, Arménia, Bulgária, Croácia, Grécia
3 Estónia Estónia Finlândia, Lituânia, Portugal
 Irlanda Áustria, Bélgica, Espanha
2  República Checa Islândia, Israel
Lituânia Lituânia Irlanda, Reino Unido
1  Albânia Macedónia
 Arménia Bielorrússia
 Áustria Suíça
 Bielorrússia Azerbaijão
 Finlândia Estónia
 Grécia Chipre
 Israel República Checa

Semifinal 2Editar

# País[166] Idioma[166] Artista Canção[166] Tradução para Português Lugar Pontuação
 Noruega Inglês Alexander Rybak "That's How You Write a Song" É assim que escreves uma canção 266
 Roménia Inglês The Humans "Goodbye" Adeus 11º 107
 Sérvia Sérvio4 Sanja Ilić & Balkanika "Nova deca" (Нова деца) Novas crianças 117
 San Marino Inglês Jessika feat. Jenifer Brening "Who We Are" Quem somos 17º 28
 Dinamarca Inglês & Islandês Rasmussen "Higher Ground" Solo mais elevado 204
 Rússia Inglês Julia Samoylova "I Won't Break" Não vou romper 15º 65
 Moldávia Inglês DoReDoS "My Lucky Day" O meu dia de sorte 235
 Países Baixos Inglês Waylon "Outlaw In 'Em" Fora-da-lei dentro de si 174
 Austrália Inglês Jessica Mauboy "We Got Love" Temos amor 212
10º  Geórgia Georgiano5 Iriao "For You (Sheni Gulistivis)" (შენი გულისთვის) Para ti 18º 24
11º  Polónia Inglês Gromee feat. Lukas Meijer "Light Me Up" Inspira-me 14º 81
12º Malta Malta Inglês Christabelle Borg "Taboo" Tabu 13º 101
13º  Hungria Húngaro AWS "Viszlát nyár" Adeus, verão 10º 111
14º Letónia Letónia Inglês Laura Rizzotto "Funny Girl" Rapariga engraçada 12º 106
15º  Suécia Inglês Benjamin Ingrosso "Dance You Off" Dançar contigo 254
16º  Montenegro Montenegrino Vanja Radovanović "Inje" Névoa 16º 40
17º  Eslovénia Esloveno & Português Lea Sirk "Hvala, ne!" Obrigada, não! 132
18º  Ucrânia Inglês Mélovin "Under the Ladder" Debaixo da escada 179
 França Francês Madame Monsieur "Mercy" Mercy
 Alemanha Inglês Michael Schulte "You Let Me Walk Alone" Deixaste-me caminhar sozinho
 Itália Italiano Ermal Meta & Fabrizio Moro "Non mi avete fatto niente" Vocês não me fizeram nada
4. Contém algumas frases no dialeto torlak.
5. Apesar de o título estar em inglês, o tema é cantado integralmente em georgiano.

ResultadosEditar

JúriEditar

Países Votantes Países Pontuados[167]
Noruega Roménia Sérvia San Marino Dinamarca Rússia Moldávia Países Baixos Austrália Geórgia Polónia Malta Hungria Letónia Suécia Montenegro Eslovénia Ucrânia
 Noruega 2 4 8 10 1 6 7 12 5 3
 Roménia 2 6 5 12 8 10 3 1 7 4
 Sérvia 8 1 5 10 6 4 3 12 7 2
 San Marino 7 6 10 4 2 8 5 12 3 1
 Dinamarca 6 1 2 5 12 8 7 10 4 3
 Rússia 10 4 7 1 12 3 2 5 8 6
 Moldávia 4 12 1 7 5 10 2 3 6 5
 Países Baixos 10 2 3 4 5 1 7 12 8 6
 Austrália 8 6 10 1 3 4 5 12 2 7
 Geórgia 5 6 3 10 4 2 8 12 1 7
 Polónia 4 3 10 8 1 6 7 12 5 2
Malta Malta 12 2 1 3 8 4 7 10 5 6
 Hungria 7 12 6 5 8 10 1 4 2 3
Letónia Letónia 5 3 6 8 12 2 7 10 1
 Suécia 12 3 2 6 10 1 4 7 5
 Montenegro 6 8 12 1 5 4 3 7 2 10
 Eslovénia 7 6 4 5 10 2 8 3 12 1
 Ucrânia 1 2 4 12 6 8 10 7 3 5
 França 2 1 3 8 12 4 6 10 7 5
 Alemanha 5 1 4 7 8 2 6 10 12 3
 Itália 12 1 5 10 4 3 7 8 6 2
Televoto 133 40 72 14 164 51 153 47 82 13 60 8 88 14 83 17 65 114
Total 266 107 117 28 204 65 235 174 212 24 81 101 111 106 254 40 132 176
Lugar 11º 17º 15º 18º 14º 13º 10º 12º 16º
Países Votantes Noruega Roménia Sérvia San Marino Dinamarca Rússia Moldávia Países Baixos Austrália Geórgia Polónia Malta Hungria Letónia Suécia Montenegro Eslovénia Ucrânia
Países Pontuados
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
9  Suécia Alemanha, Austrália, Eslovénia, Geórgia, Noruega, Países Baixos, Polónia, São Marino, Sérvia
3  Austrália Dinamarca, França, Letónia
 Noruega Itália, Malta, Suécia
2  Moldávia Roménia, Rússia
 Roménia Hungria, Moldávia
1  Países Baixos Ucrânia
 Sérvia Montenegro

TelevotoEditar

Países Votantes Países Pontuados[167]
Noruega Roménia Sérvia San Marino Dinamarca Rússia Moldávia Países Baixos Austrália Geórgia Polónia Malta Hungria Letónia Suécia Montenegro Eslovénia Ucrânia
 Noruega 1 12 5 7 8 6 2 10 3 4
 Roménia 6 4 8 1 12 3 7 10 2 5
 Sérvia 6 4 7 5 3 12 1 10 8 2
 San Marino 7 12 1 6 2 4 8 5 3 10
 Dinamarca 12 6 7 8 4 1 2 10 3 5
 Rússia 8 6 7 12 1 3 4 5 2 10
 Moldávia 6 12 10 4 8 3 5 1 2 7
 Países Baixos 10 1 12 7 4 5 8 6 3 2
 Austrália 6 2 12 10 1 7 3 8 4 5
 Geórgia 5 8 3 6 12 1 4 7 2 10
 Polónia 7 8 2 1 3 10 4 5 6 12
Malta Malta 6 12 8 3 4 5 10 1 7 2
 Hungria 8 2 12 10 4 3 7 1 5 6
Letónia Letónia 4 7 12 8 1 2 5 3 6 10
 Suécia 10 4 12 5 6 7 8 1 3 2
 Montenegro 5 12 3 8 4 2 1 6 10 7
 Eslovénia 10 12 8 6 1 4 5 2 7 3
 Ucrânia 8 10 3 12 5 7 2 1 4 6
 França 4 8 10 5 12 6 7 1 2 3
 Alemanha 4 6 10 5 3 7 12 8 2 1
 Itália 1 12 4 7 2 10 3 6 5 8
Júri 133 67 45 14 40 14 82 127 130 11 21 93 23 92 171 23 67 65
Total 266 107 117 28 204 65 235 174 212 24 81 101 11 106 254 40 132 176
Lugar 11º 17º 15º 18º 14º 13º 10º 12º 16º
Países Votantes Noruega Roménia Sérvia San Marino Dinamarca Rússia Moldávia Países Baixos Austrália Geórgia Polónia Malta Hungria Letónia Suécia Montenegro Eslovénia Ucrânia
Países Pontuados
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
6  Dinamarca Austrália, Hungria, Países Baixos, Noruega, São Marino, Suécia
5  Moldávia França, Geórgia, Roménia, Rússia, Ucrânia
2  Roménia Itália, Moldávia
 Sérvia Eslovénia, Montenegro
1  Hungria Sérvia
 Noruega Dinamarca
 Polónia Alemanha
 Rússia Letónia
 San Marino Malta
 Ucrânia Polónia

FinalEditar

# País[168] Idioma Artista Canção Tradução para Português Lugar Pontuação
 Ucrânia Inglês Mélovin "Under the Ladder" Debaixo da escada 17º 130
 Espanha Castelhano Alfred García & Amaia Romero "Tu canción" A tua canção 23º 61
 Eslovénia Esloveno & Português Lea Sirk "Hvala, ne!" Obrigada, não! 22º 64
Lituânia Lituânia Inglês & Lituano Ieva Zasimauskaitė "When We're Old" Quando formos velhos 12º 181
 Áustria Inglês Cesár Sampson "Nobody but You" Ninguém além de ti 342
Estónia Estónia Italiano Elina Nechayeva "La forza" A força 245
 Noruega Inglês Alexander Rybak "That's How You Write a Song" É assim que escreves uma canção 15º 144
[169]  Portugal Português Cláudia Pascoal feat. Isaura "O jardim" O jardim 26º 39
 Reino Unido Inglês SuRie "Storm" Tempestade 24º 48
10º  Sérvia Sérvio4 Sanja Ilić & Balkanika "Nova deca" (Нова деца) Novas crianças 19º 113
11º  Alemanha Inglês Michael Schulte "You Let Me Walk Alone" Deixaste-me caminhar sozinho 340
12º  Albânia Albanês Eugent Bushpepa "Mall" Anseio 11º 184
13º  França Francês Madame Monsieur "Mercy" Mercy 13º 173
14º  República Checa Inglês Mikolas Josef "Lie To Me" Mente-me 281
15º  Dinamarca Inglês & Islandês Rasmussen "Higher Ground" Solo mais elevado 226
16º  Austrália Inglês Jessica Mauboy "We Got Love" Temos amor 20º 99
17º  Finlândia Inglês Saara Aalto "Monsters" Monstros 25º 46
18º  Bulgária Inglês Equinox "Bones" Ossos 14º 166
19º  Moldávia Inglês DoReDoS "My Lucky Day" O meu dia de sorte 10º 209
20º  Suécia Inglês Benjamin Ingrosso "Dance You Off" Dançar contigo 274
21º  Hungria Húngaro AWS "Viszlát nyár" Adeus, verão 21º 93
22º  Israel Inglês1 Netta "Toy" Brinquedo 529
23º  Países Baixos Inglês Waylon "Outlaw In 'Em" Fora-da-lei dentro de si 18º 121
24º  Irlanda Inglês Ryan O'Shaughnessy "Together" Juntos 16º 136
25º  Chipre Inglês & castelhano Eleni Foureira "Fuego" Fogo 436
26º  Itália Italiano Ermal Meta & Fabrizio Moro "Non mi avete fatto niente" Vocês não me fizeram nada 308

ResultadosEditar

JúriEditar

Países Votantes Países Pontuados[170]
Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
 Ucrânia 5 7 1 4 3 2 6 10 8
 Azerbaijão 6
 Bielorrússia 4
 San Marino 6
 Países Baixos 1
 Macedónia do Norte 2
Malta Malta
 Geórgia
 Espanha
 Áustria 5
 Dinamarca 6
 Reino Unido 1
 Suécia
Letónia Letónia
 Albânia
 Croácia
 Irlanda 1
 Roménia 10 1
 República Checa 7
 Islândia
 Moldávia 5
 Bélgica 1
 Noruega 2
 França 2
 Itália
 Austrália 7
Estónia Estónia
 Sérvia
 Chipre 7
 Arménia
 Bulgária
 Grécia
 Hungria
 Montenegro
 Alemanha 6
 Finlândia
 Rússia
 Suíça
 Israel 4
 Polónia
Lituânia Lituânia
 Eslovénia
 Portugal 2 3
Televoto 119 18 23 91 71 102 84 18 25 75 136 58 59 215 188 9 23 66 115 21 65 317 32 62 253 249
Total 130 61 64 181 342 245 144 39 48 113 340 184 173 281 226 99 46 166 209 274 93 529 121 136 436 308
Lugar 17º 23º 22º 12º 15º 26º 24º 19º 11º 13º 20º 25º 14º 10º 21º 18º 16º
Países Votantes Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
Países Pontuados
Países Votantes Países Pontuados[170]
Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
 Ucrânia 5 7 1 4 3 2 6 10 8
 Azerbaijão 6
 Bielorrússia 4
 San Marino 6
 Países Baixos 1
 Macedónia do Norte 2
Malta Malta
 Geórgia
 Espanha
 Áustria 5
 Dinamarca 6
 Reino Unido 1
 Suécia
Letónia Letónia
 Albânia
 Croácia
 Irlanda 1
 Roménia 10 1
 República Checa 7
 Islândia
 Moldávia 5
 Bélgica 1
 Noruega 2
 França 2
 Itália
 Austrália 7
Estónia Estónia
 Sérvia
 Chipre 7
 Arménia
 Bulgária
 Grécia
 Hungria
 Montenegro
 Alemanha 6
 Finlândia
 Rússia
 Suíça
 Israel 4
 Polónia
Lituânia Lituânia
 Eslovénia
 Portugal 2 3
Televoto 119 18 23 91 71 102 84 18 25 75 136 58 59 215 188 9 23 66 115 21 65 317 32 62 253 249
Total 130 61 64 181 342 245 144 39 48 113 340 184 173 281 226 99 46 166 209 274 93 529 121 136 436 308
Lugar 17º 23º 22º 12º 15º 26º 24º 19º 11º 13º 20º 25º 14º 10º 21º 18º 16º
Países Votantes Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
Países Pontuados
Resultados acumulados (segundo a transmissão televisiva)
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
9  Áustria Bélgica, Bulgária, Estónia, Islândia, Israel, Lituânia, Roménia, Polónia, Reino Unido
8  Suécia Alemanha, Arménia, Austrália, Chipre, Eslovénia, Geórgia, Letónia, Sérvia
6  Chipre Bielorrússia, Grécia, Espanha, Irlanda, Malta, Suécia
5  Israel Áustria, França, Finlândia, República Checa, São Marino
4  Alemanha Dinamarca, Noruega, Países Baixos, Suíça
3 Estónia Estónia Macedónia, Moldávia, Portugal
1  Albânia Azerbaijão
 Dinamarca Hungria
 França Ucrânia
 Itália Albânia
Lituânia Lituânia Croácia
 Moldávia Rússia
 Noruega Itália
 Sérvia Montenegro

TelevotoEditar

Países Votantes Países Pontuados[170]
Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
 Ucrânia
 Azerbaijão
 Bielorrússia
 San Marino
 Países Baixos
 Macedónia do Norte
Malta Malta
 Geórgia
 Espanha
 Áustria
 Dinamarca
 Reino Unido
 Suécia
Letónia Letónia
 Albânia
 Croácia
 Irlanda
 Roménia
 República Checa
 Islândia
 Moldávia
 Bélgica
 Noruega
 França
 Itália
 Austrália
Estónia Estónia
 Sérvia
 Chipre
 Arménia
 Bulgária
 Grécia
 Hungria
 Montenegro
 Alemanha
 Finlândia
 Rússia
 Suíça
 Israel
 Polónia
Lituânia Lituânia
 Eslovénia
 Portugal
Júri
Total 130 61 64 181 342 245 144 39 48 113 340 184 173 281 226 99 46 166 209 274 93 529 121 136 436 308
Lugar 17º 23º 22º 12º 15º 26º 24º 19º 11º 13º 20º 25º 14º 10º 21º 18º 16º
Países Votantes Ucrânia Espanha Eslovénia Lituânia Áustria Estónia Noruega Portugal Reino Unido Sérvia Alemanha Albânia França República Checa Dinamarca Austrália Finlândia Bulgária Moldávia Suécia Hungria Israel Países Baixos República da Irlanda Chipre Itália
Países Pontuados
Resultados acumulados
12 pontosEditar

Os países em negrito deram o máximo de 24 pontos (12 pontos do júri e do televoto) ao participante especificado. Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
8  Israel Austrália, Azerbaijão, Espanha, França, Geórgia, Moldávia, São Marino, Ucrânia
5 Lituânia Lituânia Estónia, Irlanda, Letónia, Noruega, Reino Unido
4  Sérvia Croácia, Eslovénia, Montenegro, Suíça
3  Chipre Arménia, Bulgária, Grécia
 Dinamarca Hungria, Islândia, Suécia
 Itália Albânia, Alemanha, Malta
 Ucrânia Bielorrússia, Polónia, República Checa
2  Albânia Itália, Macedónia
 Alemanha Dinamarca, Países Baixos
Estónia Estónia Finlândia, Lituânia
 Moldávia Roménia, Rússia
 República Checa Áustria, Israel
1  Bulgária Chipre
 Espanha Portugal
 Hungria Sérvia
 Países Baixos Bélgica

Outros paísesEditar

Para um país ser elegível para participar no Festival Eurovisão da Canção, precisa de ser um membro ativo da União Europeia de Radiodifusão (UER) ou, no caso de membros associados, ter a sua participação aprovada pela instituição.

Membros ativos da UEREditar

 Andorra A 14 de maio de 2017, a Ràdio i Televisió d'Andorra, confirmou que ainda não será em 2018 que o país volta ao Festival Eurovisão da Canção devido à falta de condições financeiras. O diretor-geral da televisão pública de Andorra disse, em comunicado, que "na presente linha editorial da empresa, não está contemplada a hipótese de participar num concurso artístico de qualquer natureza. O redimensionamento pessoal e financeiro da empresa, faz com que seja impossível participar em projetos desta magnitude e estão fora dos nossos objetivos". A última particípação foi na edição de 2009.[171]
 Bósnia e Herzegovina A 14 de agosto de 2017, a emissora BHRT confirmou que a sua participação na edição de 2018 é muito improvável devido às dificuldades financeiras. O organismo de radiodifusão tem até 15 de setembro para confirmar a sua participação.[172] A 18 de setembro de 2017, a BHRT confirmou, através da sua página oficial no Facebook, que não irá participar no Festival Eurovisão da Canção 2018. A última presença do país foi em 2016.[173]
 Eslováquia Juraj Kadáš, gerente de relações públicas da RTVS, confirmou a 8 de agosto de 2017 que a televisão pública eslovaca ainda estava indecisa sobre a participação do país na edição de 2018. De realçar que a RTVS tem um novo diretor, Jaroslav Raznik, algo que tem provocado diversos rumores sobre um eventual regresso eslovaco ao certame.[174] A 11 de setembro de 2017, o porta voz da RTVS, Eríka Rusnáková, anunciou que a Eslováquia não regressará ao Festival Eurovisão da Canção em 2018, em Portugal. A Eslováquia participou na Eurovisão, pela última vez, em 2012.[175]
 Luxemburgo O diretor de programação da RTL confirmou, a 22 de maio de 2017, que o país não estaria representado no Festival Eurovisão 2018. A última vez que o país participou no Festival foi em 1993.[176]
 Mónaco A 31 de agosto de 2017, a emissora estatal monegasca TMC, confirmou que o Mónaco não estará representado no Festival Eurovisão 2018 devido à falta de apoios financeiros. A última participação do país aconteceu em 2006.[177]
 Turquia Após a troca dos integrantes da cúpula da TRT, as possibilidades de um regresso turco cresceram substancialmente. Na tarde do dia 12 de junho, durante uma transmissão em direto da sua conta no Instagram, a cantora Sertab Erener, vencedora do Festival Eurovisão da Canção 2003, anunciou que o país iria regressar ao Festival em 2018 e que desejava boa sorte ao próximo representante do país.[178]7 de agosto de 2017, a TRT confirmou que não regressaria à Eurovisão em 2018.[179] A última vez que o país participou foi em 2012.

Membros associados da UEREditar

Os membros associados são as agências audiovisuais de caráter nacional que operam fora da Área Europeia de Radiodifusão.

 Cazaquistão O Cazaquistão poderá estrear-se no Festival Eurovisão da Canção 2018. Em comunicado, enviado ao site ESCToday, a União Europeia de Radiodifusão afirmou que a participação no concurso está limitada aos membros associados e aos convidados, não especificando se o Cazaquistão recebeu esse convite, deixando a porta aberta para que tal aconteça. A entidade que supervisiona a Eurovisão remeteu para a lista oficial de participantes, que deverá ser revelada no final do ano.

No comunicado pode ler-se: "a participação no Festival Eurovisão da Canção é limitada a membros da UER ou associados convidados especialmente. Associados da UER podem ser elegíveis para participar na Eurovisão, isto é decidido pelo Grupo de Referência, o corpo governativo do Festival da Eurovisão, numa base de dia para dia. O anúncio dos países participantes em 2018 será feito em tempo oportuno".

No início do ano a Khabar Agency, televisão pública cazaque, afirmou não saber ainda se se estrearia na Eurovisão 2018 mas tem vontade que tal aconteça.[180] A Khabar Agency, tornou-se membro associado da UER a 1 de janeiro de 2016.[181]

Não-membros da UEREditar

 Kosovo Depois da vitória de Portugal na edição anterior do concurso europeu, a RTK, emissora pública do país, começou a preparar a estreia do país. Finalmente, estavam reunidas todas as condições para isso acontecer: a existência de uma emissora pública membro da UER e um país anfitrião que reconhecesse o Kosovo como independente. Portugal é um dos 111 países que reconhecem a independência do país. A participação do Kosovo no Festival da Eurovisão nunca esteve tão perto de acontecer como em 2018.[182]

No entanto, tal não acontecerá: a União Europeia de Radiodifusão decidiu pôr um travão a esta participação. A RTK fez a sua pré-inscrição para o Festival Eurovisão da Canção 2018 e terá recebido feedback positivo da RTP e do Grupo de Referência. Mas, mais tarde, a UER recuou e decidiu excluir o país por este não ser membro da Organização das Nações Unidas. A 27 de setembro de 2017, Mentor Shala, diretor-geral da RTK, explicou, numa carta enviada ao site ESCToday, que "a RTK respondeu a todos os requisitos da UER para participar na Eurovisão. No ano passado, o Grupo de Referência deu-nos uma resposta positiva sobre a nossa participação com a condição de que o país organizador reconhecesse a nossa independência. Visto que a Ucrânia não nos reconhece como independentes, tal não aconteceu. Após a vitória de Portugal, tínhamos a certeza que iríamos participar na Eurovisão visto que Portugal reconhece a nossa independência. O Grupo de Referência voltou a dar-nos uma resposta positiva. Inscrevemo-nos oficialmente e obtivemos o apoio de muitas entidades. Estávamos confiantes que a resposta seria positiva. Mas ficamos muito surpreendidos quando recebemos uma carta da UER a dizer que o Kosovo não pode participar na Eurovisão, por enquanto, pois não é membro da ONU. Isto é uma razão absurda visto que o Kosovo foi admitido em todas as federações e outras organizações mundiais como a FIFA, UEFA, FIBA, WB, Jogos Olímpicos, FMI, etc. Sabemos que não podemos ser aceites como membros de pleno direito na UER porque não pertencemos à ONU mas nós só queríamos participar na Eurovisão! Não é de todo justo e não há razão para bloquear a participação de um país num festival destes. Lamentamos que uma organização não política como a UER esteja a fazer política no caso do Kosovo. Não desistiremos e tenho a certeza que um dia verão o Kosovo na Eurovisão". 

A australiana SBS, por se encontrar fora da zona de influência da UER, tem apenas o estatuto de membro associado mas participa na Eurovisão pois recebe um convite especial todos os anos. O Kosovo esperava ter o mesmo tratamento. A União Europeia de Radiodifusão já reagiu a este assunto dizendo que "a RTK não pode participar na Eurovisão pois não é membro nem associada da UER. Os estatutos da UER dizem que os membros têm de fazer parte da União Internacional das Telecomunicações ou ser membros do Conselho da Europa. O Kosovo não faz parte de qualquer uma destas. A UER ajudou a estabelecer a RTK em 1999 e continua a trabalhar com a emissora para proteger o serviço público no país. O Grupo de Referência tem, no entanto, um mandato para criar exceções às regras".[183]

 Liechtenstein A 1 de setembro de 2017 a 1FLTV confirmou que o Liechtenstein não fará a sua estreia no Festival Eurovisão da Canção 2018. A emissora do pequeno Estado europeu não é membro ativo da UER, o que significa que poderia participar apenas se recebesse um convite do organismo, tal como acontece com a Austrália. No entanto, a 1FLTV afirmou também que, mesmo que esse convite surgisse, teria de o rejeitar devido aos elevados custos de participação. O país espera participar no Festival da Eurovisão no futuro já que esse é um desejo antigo. Em 1976, Biggi Bachman chegou mesmo a ser selecionado para representar o país mas a inexistência de uma emissora pública na altura impossibilitou essa estreia.[184]

Transmissão do FestivalEditar

Países participantesEditar

  Participa e vota no evento
  Vota no evento
País Primeira semifinal Segunda semifinal Final Porta-voz
Canal Comentador(es) Canal Comentador(es) Canal Comentador(es)
 Albânia Andri Xhahu
 Alemanha One One Das Erste Peter Urban Barbara Schöneberger
 Arménia Armenia 1 Armenia 1 Armenia 1
 Austrália SBS Myf Warhurst

Joel Creasey

SBS Myf Warhurst

Joel Creasey

SBS Myf Warhurst

Joel Creasey

Ricardo Gonçalves
 Áustria ORFeins Andi Knoll ORFeins Andi Knoll ORFeins Andi Knoll Kati Bellowitsch
 Azerbaijão İTV İTV İTV Tural Asadov
 Bélgica Danira Boukhriss Terkessidis
 Bielorrússia Naviband
 Bulgária Boryana Gramatikova
 Chipre CyBC Costas Constantinou, Vaso Kominou CyBC Costas Constantinou, Vaso Kominou CyBC Costas Constantinou, Vaso Kominou Hovig
 Croácia Uršula Tolj
 Dinamarca Ulla Essendrop
 Eslovénia Maja Keuc
 Espanha Tony Aguilar

Julia Varela

Tony Aguilar

Julia Varela

La 1 Tony Aguilar

Julia Varela

Nieves Álvarez
 Estónia Ott Evestus
 Finlândia Finlândia Finlândia Finlândia Anna Abreu
Suécia Suécia Suécia
 França France 4 Christophe Willem

André Manoukian

France 4 Christophe Willem

André Manoukian

France 2 Stéphane Bern

Christophe Willem

Alma

Élodie Gossuin
 Geórgia First Channel Demetre Ergemlidze First Channel Demetre Ergemlidze First Channel Demetre Ergemlidze Tamara Gachechiladze
 Grécia ERT1, ERT HD, ERT World, Second Programme, Voice of Greece Alexandros Lizardos

Daphne Skalioni

ERT1, ERT HD, ERT World, Second Programme, Voice of Greece Alexandros Lizardos

Daphne Skalioni

ERT1, ERT HD, ERT World, Second Programme, Voice of Greece Alexandros Lizardos

Daphne Skalioni

Olina Xenopoulou
 Hungria Duna TV Krisztina Rátony

iFreddie

Duna TV Krisztina Rátony

iFreddie

Duna TV Krisztina Rátony

iFreddie

Csilla Tatár
 Irlanda Nicky Byrne
 Islândia Edda Sif Pálsdóttir
 Israel Lucy Ayoub[185]
 Itália Rai 4 Rai 4 Rai 1 Serena Rossi

Federico Russo

Giulia Valentina Palermo
 Letónia
 Lituânia Eglė Daugėlaitė
 Macedónia do Norte Ilija Grujoski
 Malta
 Moldávia Gloria Gorceag
 Montenegro Tijana Mišković
 Noruega JOWST e Alexsander Wallman
 Países Baixos O'G3NE
 Polónia Marcelina Zawadzka
 Portugal RTP 1 Hélder Reis

Nuno Galopim

RTP 1 Hélder Reis

Nuno Galopim

RTP 1
Antena 1
Hélder Reis

Nuno Galopim
Noémia Gonçalves

Pedro Fernandes
 Reino Unido BBC Four Scott Mills

Rylan Clark-Neal

BBC Four Scott Mills

Rylan Clark-Neal

BBC One Graham Norton Mel Giedroyc
BBC Radio 2 Ken Bruce
 República Checa ČT Libor Bouček ČT Libor Bouček ČT Libor Bouček Radka Rosická
 Roménia Sonia Argint-Ionescu
 Rússia Piervy Kanal Piervy Kanal Piervy Kanal Polina Gagarina
 San Marino John Kennedy O'Connor
 Sérvia
 Suécia SVT 1 Sanna Nielsen

Edward af Sillén

SVT 1 Sanna Nielsen

Edward af Sillén

SVT 1 Sanna Nielsen

Edward af Sillén

Felix Sandman
 Suíça França França França Letícia Carvalho
Itália Itália Itália
Alemanha Alemanha Alemanha
 Ucrânia STB Serhiy Prytula STB Serhiy Prytula STB Serhiy Prytula Nata Zhyzhchenko
UA:PBC Timur Miroshnychenko

Tetiana Terekhova

UA:PBC Timur Miroshnychenko

Tetiana Terekhova

UA:PBC Timur Miroshnychenko

Tetiana Terekhova

Países não participantesEditar

País Primeira semi-final Segunda semi-final Final
Canal Comentador(es) Canal Comentador(es) Canal Comentador(es)
 Estados Unidos Logo TV Michelle Visage

Ross Mathews

China China Mango TV

Álbum oficialEditar

Eurovision Song Contest: Lisbon 2018
Coletânea musical de Festival Eurovisão da Canção
Lançamento 20 de Abril de 2018
Gênero(s) Pop
Gravadora(s) Universal
Cronologia de Festival Eurovisão da Canção
Eurovision Song Contest: Kyiv 2017
(2017)
Eurovision Song Contest: Tel Aviv 2019
(2019)

Eurovision Song Contest: Lisbon 2018 é o álbum de compilação oficial da edição do Festival, lançado pela União Europeia de Radiodifusão e distribuído pela Universal Music Group digitalmente a 20 de Abril de 2018. O álbum conta com todas as 43 participações, incluindo os semifinalistas que não se classificaram para a final.

CD 1
N.º TítuloArtista Duração
1. "Mall" ( Albânia)Eugent Bushpepa  
2. "Qami" ( Arménia)Sevak Khanagyan  
3. "We Got Love" ( Austrália)Jessica Mauboy  
4. "Nobody but You" ( Áustria)Cesár Sampson  
5. "X My Heart" ( Azerbaijão)Aisel  
6. "A Matter of Time" ( Bélgica)Sennek  
7. "Bones" ( Bulgária)Equinox  
8. "Forever" ( Bielorrússia)Alekseev  
9. "Stones" ( Suíça)Zibbz  
10. "Fuego" ( Chipre)Eleni Foureira  
11. "Lie to Me" ( República Checa)Mikolas Josef  
12. "You Let Me Walk Alone" ( Alemanha)Michael Schulte  
13. "Higher Ground" ( Dinamarca)Rasmussen  
14. "Tu canción" ( Espanha)Amaia e Alfred  
15. "La Forza" ( Estónia)Elina Nechayeva  
16. "Monsters" ( Finlândia)Saara Aalto  
17. "Mercy" ( França)Madame Monsieur  
18. "Storm" ( Reino Unido)SuRie  
19. "For You" ( Geórgia)Iriao  
20. "Oneiro mou" ( Grécia)Yianna Terzi  
21. "Crazy" ( Croácia)Franka  
22. "Viszlát nyár" ( Hungria)AWS  
CD 2
N.º TítuloArtista Duração
1. "Together" ( Irlanda)Ryan O'Shaughnessy  
2. "Our Choice" ( Islândia)Ari Ólafsson  
3. "Toy" ( Israel)Netta  
4. "Non mi avete fatto niente" ( Itália)Ermal Meta e Fabrizio Moro  
5. "When We're Old" ( Lituânia)Ieva Zasimauskaitė  
6. "Funny Girl" ( Letónia)Laura Rizzotto  
7. "My Lucky Day" ( Moldávia)DoReDoS  
8. "Lost and Found" ( Macedónia do Norte)Eye Cue  
9. "Taboo" ( Malta)Christabelle  
10. "Inje" ( Montenegro)Vanja Radovanović  
11. "Outlaw in 'Em" ( Países Baixos)Waylon  
12. "That's How You Write a Song" ( Noruega)Alexander Rybak  
13. "Light Me Up" ( Polónia)Gromee e Lukas Meijer  
14. "O jardim" ( Portugal)Cláudia Pascoal  
15. "Goodbye" ( Roménia)The Humans  
16. "I Won't Break" ( Rússia)Julia Samoylova  
17. "Who We Are" ( San Marino)Jessika e Jenifer Brening  
18. "Nova deca" ( Sérvia)Sanja Ilić e Balkanika  
19. "Hvala, ne!" ( Eslovénia)Lea Sirk  
20. "Dance You Off" ( Suécia)Benjamin Ingrosso  
21. "Under the Ladder" ( Ucrânia)Mélovin  

Referências

  1. «Quatro mulheres apresentam Festival Eurovisão da Canção em Lisboa». RTP Notícias. Rádio e Televisão de Portugal. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  2. a b «Organização da Eurovisão falou com a RTP na hipótese de vitória». Consultado em 15 de maio de 2017 
  3. «Eurovisão 2018 será em Lisboa». Consultado em 15 de maio de 2017 
  4. «BLITZ – Há quatro cidades candidatas a receber o festival da Eurovisão». Jornal blitz 
  5. «What does it take to become a Eurovision host city?». Eurovision.tv. 29 de julho de 2017. Consultado em 31 de julho de 2017 
  6. «Guimarães, Faro e Santa Maria da Feira interessadas em receber a Eurovisão». Consultado em 15 de maio de 2017 
  7. «Rui Moreira diz que o Porto não está interessado em organizar a Eurovisão». Consultado em 16 de maio de