Abrir menu principal

Festival RTP da Canção 1967

Festival RTP da Canção 1967
Festival Eurovisão da Canção
Edição
4ª edição
Datas
Semi-final 11 de fevereiro de 1967[1]
18 de fevereiro de 1967[2]
Final 25 de fevereiro de 1967[3]
Produção
Local Estúdios da Tóbis, Lisboa, Portugal
Transmissão RTP1
Abertura A orquestra dirigida por Tavares Belo
Maestro Tavares Belo
Participantes
Número de participantes 8 intérpretes e 12 canções
Votação
Sistema de voto Cada júri dispunha de 15 votos a distribuir pelas canções que pretendesse premiar.
Canção vencedora "Quando amanhecer", Duo Ouro Negro (1ª semifinal)
"O Vento Mudou", Eduardo Nascimento" (2ª semifinal)
O Vento Mudou", Eduardo Nascimento (Final)
Cronologia
         EuroPortugal.svg     Fleche-defaut-droite-gris-32.png  

O IV Grande Prémio TV da Canção 1967 foi o quarto Festival RTP da Canção, a final teve lugar no dia 25 de fevereiro de 1967, a 1ª semifinal teve lugar no dia 11 de fevereiro de 1967 e a 2ª semifinal teve lugar no dia 18 de fevereiro de 1967 nos estúdios da Tóbis, em Lisboa.

Isabel Wolmar e Henrique Mendes foram os apresentadores da final do festival e das duas semifinais, a final do festival foi ganho por Eduardo Nascimento com a canção O Vento Mudou[4].

LocalEditar

 Mais sobre a cidade anfitriã: Lisboa
  Cidade anfitriã

O Grande Prémio TV da Canção 1967 ocorreu em Lisboa. Lisboa é a capital de Portugal e a cidade mais populosa do país. Tem uma população de 506 892 habitantes,[5] dentro dos seus limites administrativos. Na Área Metropolitana de Lisboa, residem 2 821 697 pessoas (2011), sendo por isso a maior e mais populosa área metropolitana do país. Lisboa é o centro político de Portugal, sede do Governo e da residência do chefe de Estado. É o "farol da lusofonia" (Daus): a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem a sua sede na cidade. É ainda a capital mais a ocidente do continente europeu na costa atlântica.

O festival em si realizou-se no Estúdio C da Tóbis.

FormatoEditar

Pela primeira vez na História do certame, foram incluídas eliminatórias, a par com a final. Dessas duas semifinais, as três canções mais votadas passavam à final.[6]

VotaçãoEditar

Cada júri distrital dispunha de 15 votos a distribuir pelas canções que pretendesse premiar.

Havia também um escrutinador no local, encarregado de monitorizar o processo de votação e controlar os resultados, estando sentado ao lado de dois assistentes. Após cada júri distrital revelar os seus votos, o escrutinador procedia à leitura da votação parcial.

ParticipantesEditar

FestivalEditar

A RTP, em 1967, introduziu o sistema de duas semifinais de onde saíram as canções para a final. A condução dos três espectáculos coube a Isabel Wolmar e a Henrique Mendes[8][4].

Neste ano foram apuradas 12 canções, que foram distribuídas por duas semifinais. Estas eliminatórias tiveram lugar a 11 e 18 de fevereiro. As três canções mais pontuadas, em cada semifinal, passaram à final, que aconteceu a 25 do mesmo mês. Os três espetáculos tiveram lugar no Estúdio C da Tóbis. O júri distrital foi chamado a pronunciar-se, por três vezes, e em cada uma delas, cada um dos 18 júris dispunha de 15 votos para atribuir conforme entendesse às canções a concurso. Como curiosidade na final deste ano foi chamado a votar um conjunto de júris Angolanos, das várias províncias, que atribuíram os seus votos, no entanto, sem que estes fossem considerados para os totais.

As 12 canções foram interpretadas pelos seguintes cantores: Rui Malhoa, Marco Paulo, Valério Silva, Artur Garcia, cada um com um tema e por Maria de Lurdes Resende, o Duo Ouro Negro, Eduardo Nascimento e António Calvário, que interpretaram duas canções.

Na final o tema que se sagrou vencedor foi O Vento Mudou, com letra de João Magalhães Pereira, música de Nuno Nazareth Fernandes e interpretação de Eduardo Nascimento[4]. Esta canção obteve 120 pontos deixando a canção classificada em 2º lugar, "Livro sem fim" pelo Duo Ouro Negro, a 42 pontos de distância. Em 3º lugar ficou o tema "Não quero o mundo" defendido por Maria de Lurdes Resende, com 30 votos.

1ª semifinalEditar

# Artista Língua Canção Lugar Pontos
Rui Malhoa Português "Balada da traição ao mar" 43
Marco Paulo Português "Sou tão feliz" 54
Valério Silva Português "Amor tens de voltar" 41
Maria de Lurdes Resende Português "Não quero o mundo" 53
Duo Ouro Negro Português "Quando amanhecer" 72
Maria de Lurdes Resende Português "Assim será o nosso amor" 7

ResultadosEditar

O júri distrital esteve sedeado nas 18 capitais de distrito de Portugal Continental e foi chamado a votar, segundo a ordem alfabética dos respetivos distritos.

Júris Canções Pontuadas
           
  Distrito de Aveiro 2 4 3 2 4
  Distrito de Beja 1 3 2 3 5 1
  Distrito de Braga 5 3 5 1 1
  Distrito de Bragança 5 1 4 2 3
  Distrito de Castelo Branco 3 2 5 5
  Distrito de Coimbra 5 2 3 5
  Distrito de Évora 2 3 2 5 2 1
  Distrito de Faro 1 4 4 1 5
  Distrito de Guarda 2 3 2 3 4 1
  Distrito de Leiria 4 5 1 2 3
  Distrito de Lisboa 1 3 5 1 5
  Distrito de Portalegre 4 4 2 2 3
  Distrito de Porto 1 4 5 5
  Distrito de Santarém 2 3 3 2 4 1
  Distrito de Setúbal 4 3 2 4 2
  Distrito de Viana do Castelo 5 1 5 4
  Distrito de Vila Real 3 3 4 5
  Distrito de Viseu 1 5 3 1 5
Total 43 54 41 53 72 7
Lugar
Júris            
Canções Pontuadas
Resultados acumulados

MaestrosEditar

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva ordem de actuação.

Canção Maestro
"Balada da traição ao mar" Tavares Belo
"Sou tão feliz"
"Amor tens de voltar"
"Não quero o mundo"
"Quando amanhecer"
"Assim será o nosso amor"
Maestro anfitrião

2ª semifinalEditar

# Artista Língua Canção Lugar Pontos
Duo Ouro Negro Português "Livro sem fim" 76
Eduardo Nascimento Português "O vento mudou" 78
Artur Garcia Português "Porta secreta" 55
António Calvário Português "Deixa-me só" 44
Eduardo Nascimento Português "Um homem só" 9
António Calvário Português "Vencerás" 8

ResultadosEditar

O júri distrital esteve sedeado nas 18 capitais de distrito de Portugal Continental e foi chamado a votar, segundo a ordem alfabética dos respetivos distritos.

Júris Canções Pontuadas
           
  Distrito de Aveiro 5 5 5
  Distrito de Beja 3 5 4 2 1
  Distrito de Braga 5 5 3 2
  Distrito de Bragança 2 5 5 3
  Distrito de Castelo Branco 5 5 5
  Distrito de Coimbra 4 5 5 1
  Distrito de Évora 4 3 4 4
  Distrito de Faro 5 1 2 5 2
  Distrito de Guarda 5 4 3 3
  Distrito de Leiria 5 5 3 2
  Distrito de Lisboa 5 5 5
  Distrito de Portalegre 5 5 2 3
  Distrito de Porto 5 5 2 3
  Distrito de Santarém 4 5 1 5
  Distrito de Setúbal 5 2 4 4
  Distrito de Viana do Castelo 5 5 5
  Distrito de Vila Real 4 5 2 1 3
  Distrito de Viseu 5 3 2 2 3
Total 76 78 55 44 9 8
Lugar
Júris            
Canções Pontuadas
Resultados acumulados

MaestrosEditar

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva ordem de actuação.

Canção Maestro
"Livro sem fim" Tavares Belo
"O vento mudou"
"Porta secreta"
"Deixa-me só"
"Um homem só"
"Vencerás"
Maestro anfitrião

FinalEditar

# Artista Língua Canção Lugar Pontos
Duo Ouro Negro Português "Quando amanhecer" 28
Eduardo Nascimento Português "O vento mudou" 120
Marco Paulo Português "Sou tão feliz" 5
Duo Ouro Negro Português "Livro sem fim" 78
Maria de Lurdes Resende Português "Não quero o mundo" 30
Artur Garcia Português "Porta secreta" 9

ResultadosEditar

O júri distrital esteve sedeado nas 18 capitais de distrito de Portugal Continental e foi chamado a votar, segundo a ordem alfabética dos respetivos distritos.

Júris Canções Pontuadas
           
  Distrito de Aveiro 3 11 1
  Distrito de Beja 3 2 5 4 1
  Distrito de Braga 1 7 5 2
  Distrito de Bragança 11 3 1
  Distrito de Castelo Branco 5 10
  Distrito de Coimbra 15
  Distrito de Évora 8 1 4 2
  Distrito de Faro 5 10
  Distrito de Guarda 5 8 1 1
  Distrito de Leiria 1 11 1 1 1
  Distrito de Lisboa 12 3
  Distrito de Portalegre 1 10 3 1
  Distrito de Porto 5 10
  Distrito de Santarém 2 1 2 1 9
  Distrito de Setúbal 6 7 2
  Distrito de Viana do Castelo 11 4
  Distrito de Vila Real 3 7 5
  Distrito de Viseu 7 7 1
Total 28 120 5 78 30 9
Lugar
Júris            
Canções Pontuadas
Resultados acumulados

MaestrosEditar

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva ordem de actuação.

Canção Maestro
"Quando amanhecer" Tavares Belo
"O vento mudou"
"Sou tão feliz"
"Livro sem fim"
"Não quero o mundo"
"Porta secreta"
Maestro anfitrião

Artistas repetentesEditar

Em 1967, os repetentes foram:

Foto Artista Ano Anterior Canção Pontuação Classificação
  António Calvário FC 1964 "Oração" 79
"Para cantar Portugal" 11
FC 1965 "Por causa do mar" 13
"Você não vê" 2
"Bom Dia" 6
FC 1966 "Encontro para Amanhã" 26
Artur Garcia FC 1964 "Foi sonho" 0 10º
"Finalmente" 2
FC 1965 "Nasci, sonhei, cresci e amei" 18
"Amor" 66

TransmissãoEditar

Área Canal Comentadores
  Portugal RTP1[9][10][11] Sem comentadores

Referências

Ligações externasEditar