Festival RTP da Canção 1990

Festival RTP da Canção 1990
Festival Eurovisão da Canção
Edição
XXVI
Datas
Final 10 de março de 1990
Produção
Local Portugal Casino Estoril, Estoril, Portugal
Transmissão Portugal Televisão: RTP1
Abertura Imagens de arquivo da RTP.
Actuações nos intervalos Medley de canções da Eurovisão por Paulo de Carvalho, Luís Filipe, Dora, Alexandra e Lara Li.
Participantes
Número de participantes 10 intérpretes e 10 canções
Votação
Sistema de voto A votação baseou-se num júri por distrito que atribuiu 1 a 12 pontos às suas canções favoritas, por ordem de preferência.
Canção vencedora "Há Sempre Alguém", Nucha
Cronologia
         EuroPortugal.svg     Fleche-defaut-droite-gris-32.png  

O XXVI Festival RTP da Canção 1990 foi o vigésimo-sexto Festival RTP da Canção e teve lugar no dia 10 de Março de 1990 no Casino Estoril, no Estoril.

Os apresentador foram Ana do Carmo e Nicolau Breyner.

FestivalEditar

A RTP em 1990 realizou a sua edição do Festival da Canção a 10 de março, no Salão Preto e Prata do Casino Estoril.

A abertura conteve imagens de arquivo onde se destacaram as do primeiro dia de emissão da RTP, a inauguração da Ponte 25 de abril e o incêndio do Chiado, findando com imagens da fachada do edifício da RTP, na Avenida 5 de outubro.

Esta edição seria marcada por uma homenagem à mítica dupla do cinema, que fez delícias aos miúdos e graúdos, “Bucha e o Estica”, celebrando o 100º aniversário do “Estica”, Stan Laurel. No Casino Estoril também estiveram presentes Serenella Andrade, Ana Zanatti, Helena Ramos, Vasco Granja, entre outros.

À semelhança do ano anterior a estação pública de televisão voltou a endereçar convites às editoras discográficas para se fazerem representar no Festival da Canção e o convite foi aceite por sete editotas que apresentaram os seguintes cantores e respetivas cançóes: A Edisom concorreu com os Onda Média e o tema "Uma rainha". A Ovação contribuiu com as canções "A ilha do tesouro" por João Paulo e o "Terceiro milénio" por Kika. A MBP resolveu apresentar os Karamuru que interpretaram "Essência da vida"". A Polygram resolveu concorrer com as canções "Via aérea" por Jorge Fernando e com "Juju e a sua banda" pelos Afonsinhos do Condado. A editora Discossete apresentou neste festival Toy com "Mais e mais" e Os Helena com o tema "Ele é um playboy". Nucha foi a aposta da SBK com "Há Sempre Alguém". A SBS trouxe ao palco do festival Sara Pinto e a canção "Deixa lá o pior já passou". Este festival decorreu sob a égide Gostamos de estar consigo e, cujos profissionais da RTP proporcionaram uma visita guiada pelos diferentes departamentos, enquanto em palco a homenagem foi para as figuras cómicas do cinema mudo Bucha e Estica. Na segunda parte deste festival assistimos a medley de canções da Eurovisão por Paulo de Carvalho, Luís Filipe, Dora, Alexandra e Lara Li.

Na terceira parte o júri distrital foi chamado a pronunciar-se e escolheu a canção "Há Sempre Alguém" com interpretação de Nucha como vencedora. O Prémio de Interpretação foi entregue a Toy pela defesa de "Mais e mais".

Final - 10 de março de 1990
# Artista Canção Letra (l) / Música (m) Pontuação Classificação
Onda Média "Uma rainha" Simas Soeiro (m & l) 127
João Paulo "Na ilha do tesouro" João Paulo (m & l) 80
Karamurú "Essência da vida" Marco Quelhas (m & l) 170
Jorge Fernando "Via aérea" Jorge Fernando (m & l) 102
Afonsinhos do Condado "Juju e a sua banda" Eugénio Lopes (m & l) 77
Toy "Mais e mais" Ricardo e Toy (m & l) 145
Nucha "Há Sempre Alguém" Luís Filipe e Jan Van Dijck (m), Francisco Teotónio Pereira e Frederico Teotónio Pereira (l) 242
Kika "Terceiro milénio" Eugénio Lopes (m & l) 10º 63
Os Helena "Ele é um playboy" Ricardo (m & l) 130
10º Sara Pinto "Deixa lá (o pior já passou)" Paulo de Carvalho (m), Alexandra Solnado (l) 140

Referências

Ligações externasEditar