Fibra

classe de materiais que formam filamentos contínuos
(Redirecionado de Fibras)

Fibra é uma substância natural ou artificial que é significativamente mais longa do que larga.[1] As fibras são frequentemente usadas na fabricação de outros materiais. Na engenharia, os materiais mais fortes geralmente incorporam fibras, por exemplo, fibra de carbono e polietileno de peso molecular ultra-alto.

Fibra ótica iluminada, um tipo de fibra artificial

As fibras sintéticas muitas vezes podem ser produzidas de forma muito barata e em grandes quantidades em comparação com as fibras naturais, mas para roupas as fibras naturais podem oferecer alguns benefícios, como conforto, em relação às fibras sintéticas.

Fibras naturaisEditar

As fibras naturais se desenvolvem ou ocorrem na forma de fibra e incluem aquelas produzidas por plantas, animais e processos geológicos.[1]

Fibras artificiaisEditar

Fibras artificiais ou químicas são fibras cuja composição química, estrutura e propriedades são significativamente modificadas durante o processo de fabricação. Na moda, uma fibra é um fio ongo e fino de material que pode ser tricotado ou tecido.[3]

Fibras semi-sintéticasEditar

As fibras semissintéticas são feitas de matérias-primas com estrutura naturalmente polimérica de cadeia longa e são apenas modificadas e parcialmente degradadas por processos químicos, ao contrário das fibras completamente sintéticas, como o nylon (poliamida) ou o dacron (poliéster), que o químico sintetiza a partir de compostos de baixo peso molecular por reações de polimerização (construção de cadeias). A fibra semi-sintética mais antiga é a fibra regenerada de celulose, rayon.[4]

Fibras sintéticasEditar

As fibras sintéticas vêm inteiramente de materiais sintéticos, como petroquímicos, ao contrário das fibras artificiais derivadas de substâncias naturais como celulose ou proteína.[5]

A classificação das fibras em plásticos reforçados se divide em duas classes: (i) fibras curtas, também conhecidas como fibras descontínuas, com uma razão de aspecto geral (definida como a razão entre o comprimento da fibra e o diâmetro) entre 20 e 60, e (ii) fibras longas, também conhecidas como fibras contínuas, a proporção geral está entre 200 e 500.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Kadolph, Sara (2002). Textiles. [S.l.]: Prentice Hall. ISBN 978-0-13-025443-6 
  2. Saad, Mohamed (outubro de 1994). Low resolution structure and packing investigations of collagen crystalline domains in tendon using Synchrotron Radiation X-rays, Structure factors determination, evaluation of Isomorphous Replacement methods and other modeling. [S.l.]: PhD Thesis, Université Joseph Fourier Grenoble I. pp. 1–221. doi:10.13140/2.1.4776.7844 
  3. «man-made fibre». Encyclopædia Britannica. Encyclopædia Britannica, Inc. 2013 
  4. Kauffman, George B. (1993). «Rayon: the first semi-synthetic fiber product». Journal of Chemical Education. 70 (11). 887 páginas. Bibcode:1993JChEd..70..887K. doi:10.1021/ed070p887 
  5. «synthetic fibre». Encyclopædia Britannica. Encyclopædia Britannica, Inc. 2013 
  6. Serope Kalpakjian, Steven R Schmid. "Manufacturing Engineering and Technology". International edition. 4th Ed. Prentice Hall, Inc. 2001. ISBN 0-13-017440-8.