Abrir menu principal

Wikipédia β

Fieseler Fi 156 Storch

Fieseler Fi 156 "Storch" - foi um avião de combate utilizado na Segunda Guerra Mundial pela Alemanha.

Fi 156 Storch
Avião
Fieseler "Storch" pintado com as mesmas cores daquele que foi usado por Erwin Rommel no norte da África.
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de reconhecimento e comunicação, com motor a pistão, monomotor monoplano
País de origem  Alemanha
Fabricante Fieseler
Morane-Saulnier
Período de produção 1937-1949 (1965 para o MS 500)
Quantidade produzida +2900 unidade(s)
Primeiro voo em 24 de maio de 1936 (81 anos)
Introduzido em 1937
Aposentado em Alemanha:1945
França: 1970
Tripulação 2
Especificações
Dimensões
Comprimento 9,9 m (32,5 ft)
Envergadura 14,3 m (46,9 ft)
Altura 3,1 m (10,2 ft)
Área das asas 26  (280 ft²)
Alongamento 7.9
Peso(s)
Peso vazio 860 kg (1 900 lb)
Peso carregado 1 260 kg (2 780 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x motor a pistão V8 invertido refrigerado a ar Argus As 10
Potência (por motor) 240 hp (179 kW)
Performance
Velocidade máxima 175 km/h (94,4 kn)
Alcance (MTOW) 380 km (236 mi)
Teto máximo 4 600 m (15 100 ft)
Razão de subida 4,8 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 1 metralhadora MG 15 de 7,92 mm (0,312 in)
Bombas Cabides sob as asas: minas anti-pessoais (versão P)
Notas
Dados de: [carece de fontes?]

Por ser um avião "para ir a qualquer lugar", o Storch esteve em todas as zonas de combate, desde o Ártico e a Frente Oriental até o Deserto Ocidental.

Índice

HistóriaEditar

O Storch ("cegonha") foi desenhado como avião de cooperação, resgate e reboque para o exército. Foi a primeira aeronave STOL (para decolagem e pouso em pistas curtas) da história.[1] Muitos oficiais alemães de alto posto possuíam o seu Fi 156 pessoal, entre eles os marechais de campo Erwin Rommel e Albert Kesselring.

Mas este modelo é muito mais conhecido por seu dramático uso na Operação Carvalho, o resgate de Benito Mussolini,[2], que estava nos Apeninos em setembro de 1943. E também pelo voo de Hanna Reitsch, durante a batalha de Berlim, que transportou sob forte oposição de artilharia anti-aérea soviética em abril de 1945, Robert von Greim que havia sido convocado por Hitler para assumir o comando da Luftwaffe no lugar de Göring que havia sido demitido.

UsuáriosEditar

ImagensEditar

Referências

Ligações externasEditar