Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A primeira lâmpada incandescente usava em vez de tungstênio (W - usado nas lâmpadas atuais) filamentos de carvão (extraído de bambús).

Por não ser muito estável e fragmentar-se com o tempo, o filamento de carvão tendia a formar uma cada escura nas lâmpadas. Para contornar este empecilho, Thomas Edison introduziu um outro eletrôdo dentro do encapsulamento e aplicou uma grande tensão positiva nele.

Com esta experiência, ele notou que o filamento emitia elétrons (efeito termoiônico) para o novo eletrôdo (ânodo), e mais, ele só conduzia em um sentido. Este efeito foi chamado de efeito Edison.

Este diôdo (2 eletrôdos, ânodo e filamento/cátodo) foi o primeiro diodo semicondutor e também, a primeira válvula termoiônica registrada.

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.