Filipe de Valadares Sotomaior

Filipe de Valadares Sotomaior[1] (Tavira, 15 de agosto de 1691Goa, 4 de maio de 1775) foi um administrador colonial português.

TrajetóriaEditar

Fez parte do 12.º Conselho do Governo da Índia, junto com Dom António Taveira da Neiva Brum da Silveira, Arcebispo de Goa e João de Mesquita Matos Teixeira, chanceler da Relação de Goa e conselheiro de Estado, entre 1756 e 1758. Durante esse período, segundo Manuel José Gabriel Saldanha, autor de História de Goa: História política, junto com o conselheiro Teixeira, "andavam sempre em desinteligência por causa dos interesses próprios, em que só cuidavam..."[2] necessitando, por muitas vezes, que Dom António tivesse que intervir para que ambos não viessem às "vias de fato"[2]. Com tantos desmandos, abuso de autoridade e prevaricações, tão logo assumiu o governo da Índia o 1.º Conde da Ega, ambos foram chamados à Metrópole, a mando do Marquês de Pombal, sendo presos, tendo os bens confiscados e as honras tiradas[2].

Após hábeis negociações reais e com o uso de seu ouro levao à Índia como forte argumento, Sotomaior conseguiu ser libertado e regressou a Goa em 1764, sendo-lhe restituído tudo que lhe haviam retirado[2]. Com a morte de João José de Melo, foi nomeado em 1774 o 76.º Governador da Índia, ficando alguns meses no cargo. Durante esse período, foi expedido em Lisboa alvará "dando nova organização à administração política, civil e econômica da Índia"[2].

Casou-se com Luisa Francisca de Melo, sem deixar descendência.

Referências

  1. Pela grafia arcaica, Filipe de Valadares Souto Maior.
  2. a b c d e Manoel José Gabriel Saldanha (1990). História de Goa: História política 2.ª ed. [S.l.]: Asian Educational Services. pp. 216–218 e 222. ISBN 9788120605909 


Precedido por
Luís Mascarenhas, 2.º conde de Alva
Conselheiro de Governo Interino da Índia Portuguesa
com António Taveira da Neiva Brum da Silveira e João de Mesquista Matos Teixeira

17561757
Sucedido por
Manuel de Saldanha e Albuquerque
Precedido por
João José de Melo
Governador Interino da Índia Portuguesa
1774
Sucedido por
José Pedro da Câmara