Abrir menu principal

Final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1961–62

A Final da Taça dos Campeões Europeus de 1961-62 foi a sétima final da Taça dos Campeões Europeus. Foi disputada pelo SL Benfica de Portugal e pelo Real Madrid CF de Espanha no Estádio Olímpico de Amsterdã, em Amesterdão, na Holanda, em 2 de Maio de 1962. O resultado final foi 5-3 para o SL Benfica, conquistando assim a sua segunda taça consecutiva.

Final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1961–62
Evento
Data 2 de Maio de 1962
Local Estádio Olímpico de Amsterdã, Amsterdam
Árbitro Leo Horn
Público 61,257

Detalhes do jogoEditar

2 de Maio de 1962   SL Benfica 5 – 3 Real Madrid   Olympisch Stadion, Amesterdão

José Águas   25'
Cavém   34'
Mário Coluna   51'
Eusébio   (g.p.) 65'   68'
Ferenc Puskas   17'   23'   38' Público: 61.257
Árbitro: Leo Horn  
     
 
 
SL Benfica
     
 
 
Real Madrid CF
SL Benfica:
GR 1   Costa Pereira
D 2   Mário João
D 3   Cavém
D 4   Ângelo Martins
D 5   Germano
M 6   Fernando Cruz
M 10   Mário Coluna
M 7   José Augusto
A 11   António Simões
A 8   Eusébio
A 9   José Águas (c)
Treinador:
  Bela Guttmann
Real Madrid CF:
GR 1   José Araquistáin
D 2   Casado
D 3   Vicente Miera
D 5   Santamaría
M 4   Felo
M 6   Pachín
M 8   Luis del Sol
M 11   Francisco Gento (c)
A 7   Tejada
A 9   Alfredo Di Stéfano
A 10   Ferenc Puskas
Treinador:
  Miguel Muñoz

[1]

ReferênciaEditar