Finlandeses

(Redirecionado de Finlandesa)

Os finlandeses ou finos[15] (em finlandês: suomalaiset; em sueco: finnar, para os finlandeses étnicos, ou finländare, para os cidadãos da Finlândia) são um grupo étnico fino-baltico historicamente associado com a Finlândia (ou Fenoscândia),[16][17] bem como a todos os habitantes daquele país.

Finlandeses
Suomalaiset
Flag of Finland.svg
Bandeira da Finlândia
Map of the Finnish Diaspora in the World.svg
Mapa da diáspora finlandesa ao redor do mundo.
População total

8 milhões

Regiões com população significativa
 Finlândia aprox. 4.900.000 [1]
 Estados Unidos 1.700.000 [2]
 Suécia 470.000
 Canadá 365.500 [3]
 Brasil 90.000 [4]
 Rússia 34.300 (incluindo os finlandeses da Íngria) [5]
 Austrália 20.988 (2006) [6]
 Alemanha 16.000 (2002) [7]
 Noruega 15.000-60.000 incluindo os kvens [8][9]
 Reino Unido 11.228 [10]
 Estónia 11.000 [11]
 França 6.000 (2005)
Flag of Spain.svg Espanha 5.000 (2001) [7]
Suíça 2.656 (2002) [12]
 Países Baixos 2.087 (2006) [13]
 Dinamarca 2.084 (2002)
Línguas

Finlandês
Sueco

Entre as línguas relacionadas ao finlandês estão o estoniano, o careliano, o vépsio, o võro e, em menor escala,
todos os idiomas fino-úgricos.
Religiões
Paganismo finlandês e cristianismo católico de 1050 até o século XVI;[14] atualmente predomínio do
protestantismo (luteranismo), com minorias ortodoxa e católica.

O termo também pode se referir ao restante dos grupos étnicos nativos que habitam aquele país, como a população de fala sueca e os lapões, além de populações minoritárias que vivem nos países vizinhos, mas que têm características étnicas finlandesas, como os kvens, da Noruega, a população que fala o finlandês e os tornedálios, da Suécia, e os finlandeses íngrios, da Rússia.

Os finlandeses podem ser divididos de acordo com os dialetos em subgrupos chamados tradicionalmente de heimo (lit. "tribo"), porém estas divisões vêm tornando-se menos importantes com o aumento das migrações internas.

Linguisticamente o finlandês, falado pela maior parte dos finlandeses, tem um parentesco mais acentuado às outras línguas balto-fínicas, como o estoniano e o careliano, enquanto o sueco, falando pelos finlandeses suecos, não tem qualquer relação com estes idiomas e faz parte da família linguística indo-europeia. O finlandês apresenta uma série de empréstimos do sueco, além de outras línguas germânicas e indo-europeias, que datam de diferentes camadas cronológicas, enquanto o sueco tem alguns poucos empréstimos dos idiomas balto-fínicos. Geneticamente, os finlandeses parecem ser um grupo razoavelmente homogêneo, com uma herança genética partilhada por outras etnias europeias.[18][19]

Uso linguísticoEditar

No uso da língua finlandês, a pessoa finlandesa (finlandês: suomalainen) é uma nação com duas línguas, finlandês (na Finlândia cerca de 92% falantes da população) e sueco: (cerca de 5,5% da população da Finlândia). O termo "Finlandês suecófonos" (finlandês que fala sueco) é suomenruotsalainen em finlandês.

A autodesignação do finlandês que fala sueco na língua sueca é finlandssvenskar ("finlandês-sueco"). No uso linguístico finlandês-sueco é possível fazer a seguinte especificação: a nação consiste em falantes finlandeses (finlandês-sueco: finnar) e falantes suecos (finlandês-sueco: finlandssvenskar) que junto com a pouca minoria constitui a pessoa finlandesa (finlandês-sueco: finländare). Essa distinção não é feita sempre pelos falantes suecos fora da Finlândia, onde o termo finländare é pouco conhecido, e também não por todos os finlandeses-suecos, alguns preferem se designar como finaar.

Referências

  1. Finland. CIA, The World Factbook
  2. Ancestry 2000 - Angela Brittingham e G. Patricia de la Cruz
  3. [1]
  4. Penedo, um pedaço da Finlândia no Brasil. revista Partes
  5. Censo russo de 2002
  6. 2006 Census Table : Australia
  7. a b Euroopassa asuneet Suomen kansalaiset maittain 1971-2002 (visitado em 11-21-2007). (em finlandês)
  8. St.meld. nr. 15 (2000-2001) " http://odin.dep.no/krd/norsk/dok/regpubl/stmeld/016001-040003/hov005-bn.html Om nasjonale minoriteter i Norge
  9. Saressalo, L. (1996), Kveenit. Tutkimus erään pohjoisnorjalaisen vähemmistön identiteetistä. Suomalaisen Kirjallisuuden Seuran Toimituksia, 638. Helsinque.
  10. BBC Born Abroad Finland - BBC News
  11. Estatísticas Populacionais - Ministério de Assuntos Exteriores da Estônia, 2007.
  12. Instituto de Migração (Finlândia)
  13. Suomen suurlähetystö, Haag : Tietoa Alankomaista : Kahdenväliset suhteet
  14. Cristianização a partir do século XI em diante (ambas as religiões co-existiram durante séculos)
  15. «Fino». Michaelis On-Line. Consultado em 17 de junho de 2022 
  16. "Finn", The Oxford Dictionary of English (ed. revisada). Ed. Catherine Soanes e Angus Stevenson. Oxford University Press, 2005. Oxford Reference Online. Oxford University Press. Tampere University of Technology. 3 de agosto de 2007 [2]
  17. Ollila, Anne. Perspectives to Finnish Identity,. Scandinavian Journal of History, volume 23, números 3-4, 1 de setembro de 1998, pp. 127-137(11) (visitado em 6-10-2006).
  18. "Como as circunstâncias sócio-econômicas, ecológicas e genéticas dos dois grupos populacionais são iguais, a vida ativa mais longa dos falantes de sueco é difícil de ser explicada através de fatores convencionais associados aos riscos à saúde." Markku T. Hyyppä and Juhani Mäki: Social participation and health in a community rich in stock of social capital
  19. Rootsi, S., Zhivotovsky, L. A., et al. (2006). A counter-clockwise northern route of the Y-chromosome haplogroup N from Southeast Asia towards Europe. European Journal of Human Genetics. [3] Arquivado em 29 de junho de 2007, no Wayback Machine. (PDF).
  Este artigo sobre a Finlândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre etnologia ou sobre um(a) etnólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.