Abrir menu principal
Flávia Monteiro
Flávia no Carnaval de 2011.
Nome completo Flávia Soares Monteiro
Nascimento 14 de julho de 1972 (47 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1987–presente
Cônjuge Avner Saragossy (c. 2010)

Flávia Soares Monteiro (Rio de Janeiro, 14 de julho de 1972) é uma atriz brasileira.

CarreiraEditar

Nascida no Rio de Janeiro, iniciou sua carreira no cinema, em 1986, no filme A Menina do Lado, com direção de Alberto Salvá, após vencer mais de 400 candidatas que concorriam para o papel[1] de Alice, uma adolescente que vive um caso de amor com um quarentão, Mauro, interpretado por Reginaldo Faria. A atriz tinha apenas 14 anos na época, e suas cenas de nudez e sexo simulado com o ator causaram polêmica,[2] chocando o público mais conservador, porém sendo reconhecida pela crítica e premiada logo no primeiro trabalho, como atriz revelação no Festival de Gramado.[3]

Depois atuou no delicado Sonhos de Menina Moça, de Tereza Trautman, filme que reuniu importantes atrizes do cinema nacional: Tônia Carrero, Marieta Severo e Louise Cardoso, entre outras. Participou também da fantasia O Gato de Botas Extraterrestre, de Wilson Rodrigues, e do juvenil Manobra Radical, de Elisa Tolomelli.

Em 1988, estreou no teatro com o musical infantil Desenhos Animados. Nos palcos, interpretou textos de autores consagrados que vão de Shakespeare a Nelson Rodrigues. Ainda no teatro trabalhou com Irene Ravache em A Presença de Guedes, de Miguel Paiva.

Seus primeiros trabalhos em televisão foram Vale-Tudo, de Gilberto Braga, Salomé e alguns episódios do Você Decide na Rede Globo,[4] além de Pantanal na Rede Manchete, depois de dois anos dedicado ao teatro foi para o SBT em 1994, para fazer a novela Éramos Seis. Depois vieram o humorístico Brava Gente e a novela Sangue do Meu Sangue.

Seu maior sucesso ocorreu entre 1997 a 2001 no papel de Carolina, a responsável pelas meninas do orfanato, da novela infantil Chiquititas, uma parceria da Rede de Televisão Argentina Telefé com o SBT. A novela exigia inúmeras apresentações vocais e mostrava clipes, a atriz fez aulas de canto[3] e lançou dois discos solo, além dos CDs da novela, soltou a voz também nos palcos em musicais como Frisson.

Em 2005, Flávia atuou na novela Os ricos também choram,[5] no mês de maio do mesmo ano foi capa da revista masculina Playboy,[6][7] segundo ela, realizou o ensaio sensual para se desvincular da figura meiga e comportada que a novela infantil deixou.[8] Em 2006, Flávia participou do filme Gatão de Meia-Idade, onde assina também a assistência de direção da adaptação cinematográfica do personagem criada pelo cartunista Miguel Paiva.[9] Na televisão, fez participação nos últimos capítulos da novela Bang-Bang e viveu a vilã Maria Lúcia Campobello de Queiroz na novela Vidas Opostas, na Rede Record.

Em 2009, se formou no curso de Cinema, na Universidade Gama Filho[10][11] e fez turnê com a peça As Favas com os Escrúpulos, atualmente dirige em parceria com o cineasta Diogo Fontes o documentário da Ana Botafogo,[12] contratada da Record de 2006 a 2018, atuou em várias novelas e séries. Série religiosa Milagres de Jesus, a série política Partido Alto, de Marcílio de Moraes. E as séries premiadas Conselho Tutelar, de Rudi Lagemman, e série de ação e suspense Sem Volta de Edgar Miranda.

Atuou como a durona investigadora Marta na novela Ribeirão do Tempo de Marcilio Moraes[13], como a engenheira naval e atiradora de elite Eneida em Máscaras (telenovela), de Lauro César Muniz, ambos dirigidos por Edgard Miranda. Em A Terra Prometida atuou como a perversa sacerdotiza do Reino de Ai, a Ravena. Seu último trabalho foi em Apocalipse (telenovela), como uma mulher sofrida e de muita fé a Sabrina. Uma novela de Vivian de Oliveira com direção de Edson Spinello.

Vida pessoalEditar

É filha de Edson Monteiro, engenheiro químico[1] e Maria Regina Soares Monteiro, dona-de-casa.[8] Tem uma irmã mais velha, que se chama Andréia. Após um namoro de quatro anos, com o ator Leonardo Franco, que se encerrou em 1997, teve um romance com o argentino Martin Diego Spernanzoni, produtor do canal Telefe, que durou até 2001,[1] posteriormente se envolveu com o ator Gabriel Braga Nunes, num relacionamento que terminou em 2005.[14][15] Desde 2010 é casada com o empresário Avner Saragossy.[16]

Flávia é apaixonada por carros, gosta até mesmo de lavar seu automóvel com água e sabão, com direito a muita espuma, tarefa que a faz recordar de sua infância, adora também pegar uma estrada, ver a paisagem passar, onde aproveita para pensar na vida.[17][18] A atriz tem 1,60 m de altura, 46 kg de peso, 86 cm de busto, 62 de cintura e 86 de quadril.[19] Após terminar o ensino médio, chegou a iniciar um curso de psicologia, que abandonou depois de dois anos.[10] É torcedora do Flamengo.

No dia 2 de julho de 2015 nasceu a sua filha biológica Sophia com 3,535 kg e 50 centímetros, na maternidade Perinatal, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio.

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1988 Vale Tudo Fernanda
1989 C&A Shopshow Apresentadora
1990 Pantanal Nalvinha
1991 Salomé Carolina
1992 Você Decide Eva / Mariana Episódio: "Carrasco Nazista"
Episódio: "Relação Delicada"
1993 A Justiça dos Homens Regina Episódio: "O Filho Mais Querido"
1994 Éramos Seis Lili
1995 Sangue do Meu Sangue Cíntia Rezende
1996 Brava Gente Tatiana Messinari (Tati)
1997–01 Chiquititas Carolina Correa (Carol)
2003 Kubanacan Alma Episódios: "2–27 de dezembro"
2005 Os Ricos também Choram Olga Guedes
2006 Bang Bang Samanta Episódio: "14–17 de abril"
2006 Vidas Opostas Maria Lúcia Campobello
2008 Os Mutantes Viviane Menezes Figueira (Vivi)
2009 A Lei e o Crime Rebeca
2010 Ribeirão do Tempo Marta Naidin
2012 Máscaras Eneida Bastos[20]
2014 Milagres de Jesus Nênia[21] Episódio: "A Cura do Servo do Centurião"
2014 Vitória Rúbia Rodriguez[22] Episódios: "2 de junho–14 de julho"
2014 Plano Alto Soraia Ribas
2016 A Terra Prometida Ravena Vasco
2017 Sem Volta Inês Proênça
2017 Apocalipse Sabrina Santero Episódios: "11 de dezembro–6 de fevereiro"

CinemaEditar

Ano Título Personagem Notas
1987 A Menina do Lado Alice
1988 Sonhos de Menina Moça Alice
1990 O Gato de Botas Extraterrestre Belina
1991 Manobra Radical Luíza
1996 Atraídos Laura Curta-metragem
2007 Tatiana Tatiana Curta-metragem
2006 Gatão de Meia Idade Maria Eduarda
2016 Milagres de Jesus: O Filme Nênia

TeatroEditar

  • 1988 - Desenhos Animados.... Tatiana (musical infantil)
  • 1989 - Tistu, o Menino do Dedo Verde
  • 1991 - Os Sete Gatinhos (de Nelson Rodrigues)
  • 1993 - O Mercador de Veneza (de Shakespeare, com direção de Cláudio Torres Gonzaga)
  • 1993 - O Fiel Camareiro (de Ronald Harwood)
  • 1993 - Gnomos, Mais que uma lenda (no CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil)
  • 1996 - Roberto Zucco (de Koltés, com direção de Moacyr Chaves)
  • 2001 - Frisson.... Judy (ao lado de Françoise Forton e Cláudio Lins, um musical de Marcelo Saback)
  • 2004 - A Presença de Guedes.... Joana (de Miguel Paiva, ao lado de Ângela Vieira, com direção de Irene Ravache)
  • 2009 - As Favas com os Escrúpulos.... Brenda (com Bibi Ferreira, texto de Juca de Oliveira e direçao de Jô Soares)
  • 2012 - Mulheres Alteradas.... Norma
  • 2014 - Mãe de Dois.... Maria[23][24]
  • 2016/2017 - Cem Dicas para Arranjar Namorado - Flávia
  • 2018 - Bonifácio Bilhões - Alzira

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdio
Álbum Detalhes
A Menina e o Vento[25]
Natal Com Flávia Monteiro e Sua Turma[26]
  • Lançamento: 10 de dezembro de 2000
  • Formatos: CD, cassete
  • Gravadora: Abril Music

Referências

  1. a b c «Agora no picadeiro – Revista Isto é gente 101». 9 de julho de 2001 
  2. «Flávia Monteiro – Revista Isto é gente 297». 25 de abril de 2005 
  3. a b «As mordomias da chiquitita – Revista Isto é gente 5». 6 de setembro de 1999 
  4. FIUZA, Sílvia Regina de Almeida. Dicionário da TV Globo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003. pág.170, 196, 480 e 486 ISBN 85-7110-722-X
  5. «Olhar severo – NA tevê». 28 de julho de 2005. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  6. «Flávia Monteiro é capa da "Playboy" de maio – Portal Uol». 8 de maio de 2005 
  7. DURAN,J.R; MARTINELLI, Pedro; WOLFENSON,Bob; TRIPOLI, Luis; WEISSER, Otto. Playboy - 30 Anos de Fotografia 1975 - 2005. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005. pág.78 ISBN 85-364-0113-3
  8. a b «Chiquitita nunca mais – Revista Isto é gente 312». 8 de agosto de 2005 
  9. «Gatão no cinema – Revista Isto é gente 269». 4 de outubro de 2004 
  10. a b «Flavia Monteiro se forma em Cinema – Revista Contigo». 11 de fevereiro de 2009 [ligação inativa]
  11. «Flávia Monteiro: 'Tenho outra profissão' – Revista Caras». 11 de fevereiro de 2009 
  12. «Flávia Monteiro tenta fugir do estigma de boazinha em 'Ribeirão do Tempo' – Portal Terra». 6 de junho de 2010 
  13. «Dura na queda – Jornal Cruzeiro do Sul». 29 de maio de 2010 [ligação inativa]
  14. Revista TPM, edição 30, pág.77. Trip Editora, mensal. Março de 2004
  15. «Malabarismos de Flávia Monteiro». Caras. 25 de abril de 2007 
  16. «Flávia Monteiro e Avner: Características refletidas». Caras. 16 de junho de 2010 
  17. HYGINO, Cacau; DONATO, Vera. Mulheres fora de cena: celebridades brilham fora dos holofotes . Rio de Janeiro: Editora Globo, 2005. pág.135 ISBN 85-250-3992-6
  18. «Flávia Monteiro – Revista Isto é gente 319». 26 de setembro de 2005 
  19. «Flávia Monteiro é a estrela da Playboy de maio – Portal Terra». 8 de maio de 2005 
  20. «Flávia Monteiro está no elenco de Máscaras». O Fuxico. 25 de fevereiro de 2012 
  21. «Conheça melhor Rafael, o personagem de Gustavo Leão em A Cura do Servo do Centurião». R7. Consultado em 28 de fevereiro de 2014 
  22. «Flávia Monteiro grava no Caribe». R7. Consultado em 28 de fevereiro de 2014 
  23. «Mãe de Dois - O espetáculo é estrelado pelas atrizes Flávia Monteiro e Rebeca Reis». Guia da Semana. 24 de fevereiro de 2014 
  24. «Mãe de Dois». Teatro Gazeta. Consultado em 28 de fevereiro de 2014 
  25. «A Menina e o Vento». Discogs. Consultado em 14 de novembro de 2018 
  26. «Natal Com Flávia Monteiro e Sua Turma». Discogs. Consultado em 14 de novembro de 2018 

Ligações externasEditar