Flávia Saraiva

ginasta brasileira

Flávia Lopes Saraiva (Rio de Janeiro, 30 de setembro de 1999[1]) é uma ginasta brasileira que compete em provas de ginástica artística.[2][3]

Flávia Saraiva
Flávia durante o Rio 2016
Informações pessoais
Nome completo Flávia Lopes Saraiva
Apelido Gigante
Modalidade Ginástica artística
Categoria sênior, adulta
Especialidade solo e trave
Representante  Brasil
Nascimento 30 de setembro de 1999 (21 anos)
Rio de Janeiro, RJ, Brasil[1]
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 43 kg Altura: 1,45m
Treinador Francisco Porath
Clube C.R Flamengo

A promissora atleta de até então quinze anos participou dos Jogos Pan-Americanos de 2015 representando o Brasil.

Em sua primeira apresentação nos jogos, na trave, classificou-se em primeiro lugar.

Conquistou uma medalha de bronze por equipes e o bronze individual geral no Pan Americano 2015. Fato que não ocorria com uma brasileira havia 12 anos. Flávia conquistou desde então inúmeras medalhas em etapas de Copa do Mundo de Ginástica Artística (a maioria delas de ouro). Ela é uma das representantes dos novos talentos olímpicos brasileiros.

CarreiraEditar

2013 Editar

A primeira competição internacional da Saraiva foi o Houston National Invitational, onde terminou em 10 graus no Individual geral da competição. Em dezembro, ela competiu no 2013 Gymnasiade no Brasil, e ganhou medalhas de ouro no exercício de solo, trave de equilíbrio e de prata com sua equipe e acabou na sexta colocação nas barras assimétricas.

2014 Editar

Flavia começou a sua temporada 2014 competindo no WOGA Classics, ocorrido em Plano no Texas. Ela ficou em primeiro na trave de equilíbrio, em segundo com sua equipe e em quinto lugar no concurso individual geral. Em março, ela competiu no Campeonato Pan-americano júnior, um encontro para a qualificação dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude de 2014. Lá, ela teve uma excelente competição, quando ela colocou em primeiro lugar no solo e Individual geral e em diante, segunda colocada com a equipe e terceiro nas barras e na trave.

Em agosto, ela foi a ccampeã nacional júnior do Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística, e medalhista de bronze na trave. 

Ela substituiu a colega de equipe lesionada Rebeca Andrade e competiu nos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude de 2014 em Nanjing,na China . Ela tinha uma grande concorrência lá, classificou-se as finais do Individual geral, trave e solo. Medalhando em todos eles, ganhando prata na Individual Geral, trave e o ouro no solo.

2015 Editar

Flavia Saraiva fez a sua estreia internacional sênior na Copa do Mundo de Ginástica Artística, na cidade de São Paulo. Ela ganhou o exercício de solo, e ficou com a medalha de prata na trave de equilíbrio atrás da chinesa Shang Chunsong.

Nos Jogos Pan-Americanos de 2015, realizado em Toronto no Canadá, ela conquistou a medalha de bronze no Individual geral, ficando atrás de Ellie Black do Canadá e da estadunidense Madison Desch. Na competição por equipes, o Brasil levou o bronze atrás dos Estados Unidos e do Canadá.

2016Editar

Flavia Saraiva fez a sua estreia em jogos olímpicos oficiais no Rio 2016, tendo sido um dos destaques, comovendo a todos com o seu carisma. Flavinha também conquistou um 5°lugar na trave olímpica e um 8° na competição por equipes.

Em sua estreia, foi elogiada pela ginasta Simone Biles dos Estados Unidos, disse que Flávia merecia a medalha de bronze na trave que ela havia recebido.[4]

2017Editar

Na etapa de Koper (na Eslovénia) da Copa do Mundo de Ginástica Artística de 2017, a ginasta ficou com o bronze nas barras assimétricas.[5] No dia seguinte disputou duas finais sendo que no solo sofreu uma queda e torce o tornozelo acabando em oitavo.

Já na trave terminou em quarto atrás da também brasileira Thais Fidelis que ficou com o bronze.[6]

2019Editar

Ganha a medalha de bronze por equipe, individual geral e solo no Jogos Pan-Americanos de Lima em 2019.

Em outubro de 2019, Saraiva disputou o Campeonato Mundial de Ginástica Artística de 2019 . O Brasil terminou na 14ª colocação na classificação por equipes e, portanto, não avançou para a final por equipes para os Jogos Olímpicos de Verão de 2020, na cidade de Tóquio.[7][8] Saraiva, porém, terminou a classificação geral em décimo lugar e, portanto, se classificou como atleta própria para as Olimpíadas de 2020, em Tóquio.[9][10][11] Além disso, ela também se classificou para as finais do evento de exercício de solo e trave de equilíbrio. Durante a final do individual geral, ela terminou em sétimo lugar. Durante as finais do evento, ela terminou em sexto lugar na trave e em quarto lugar nos exercícios de solo.

2020Editar

Saraiva iria disputar os Jogos Olímpicos de Verão de 2020, na cidade de Tóquio no Japão, porém devido a Pandemia de COVID-19, a competição foi adiada.[12] Em julho de 2020, Saraiva e vários outros integrantes do Comitê Olímpico do Brasil viajaram para Portugal, pois não puderam retomar os treinos devido à instabilidade criada pelo COVID-19 no Brasil e às academias fechadas.[13]

Em 05 de dezembro de 2020, foi noticiado que a atleta foi testada positivo com COVID-19, junto com uma colega de Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina, a Rebeca Andrade; o que criou o seu afastamento dos treinos físicos para ter o isolamento social e recuperar totalmente.[14]

Em 28 de dezembro de 2020, foi anunciado oficialmente, que Flávia havia entrado para a lista dos embaixadores do Jogos Escolares Brasileiros (JEB's) de 2021.[15]

2021Editar

Flávia segue os seus treinos físicos para os Jogos Olímpicos de Verão de 2020.[16] A atleta utiliza com frequência as suas redes sociais oficiais para se manter próxima dos fãs, principalmente a sua página oficial no instagram.

Principais resultadosEditar

Ano Evento AA Equipe        
2014 Jogos Olímpicos da Juventude      
2015 Copa do Mundo - São Paulo    
Jogos Pan-Americanos    
Campeonato Mundial de Ginástica Artística 24º
2016 Copa do Mundo - Baku      
Troféu Jesolo  
Copa do Mundo - Anadia    
Jogos Olímpicos[17][18]
2017 Troféu Jesolo      
Copa do Mundo - Koper  
2018 Campeonato Mundial de Ginástica Artística
Copa do Mundo - Cottbus    
2019 Copa do Mundo - Stuttgart  
Jogos Pan-Americanos      
Campeonato Mundial de Ginástica Artística

Referências

  1. a b «FLAVIA SARAIVA». Comitê Olímpico do Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016 
  2. «Com lesão no dedinho, ginasta está fora das Olimpíadas da Juventude | globoesporte.com». globoesporte.globo.com. Consultado em 3 de maio de 2015 
  3. «Flávia Saraiva é ouro no solo e prata no salto no Ibirapuera». terra.com. Consultado em 3 de maio de 2015 
  4. Folha de S.Paulo - Bronze na trave, Simone Biles diz que brasileira merecia sua medalha (15/08/2016) Acessado em 11 de janeiro de 2017
  5. SporTV - Com ótimas notas, Rebeca é campeã do salto na Copa do Mundo de Koper(13/05/2017) Acessado em 13 de maio de 2017
  6. «Líder da eliminatória, Flavinha cai na final do solo e torce o tornozelo». sportv.com 
  7. Paulo, iG São (5 de outubro de 2019). «Seleção feminina de ginástica do Brasil fica fora da Tóquio 2020 - Ginástica - iG». Esporte. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  8. Ginástica/Divulgação, Confederação Brasileira de. «Seleção feminina de ginástica decepciona no Mundial e está fora de Tóquio-2020». HOME. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  9. «Flávia Saraiva se classifica para Jogos de Tóquio 2020». Agência Brasil. 6 de outubro de 2019. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  10. Felizola, Ana. «Classificada para Tóquio, Flávia Saraiva treina por séries limpas e uma "foto no ginásio"». Rede do Esporte. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  11. Fernando Gavini (1 de maio de 2020). «Flávia Saraiva se diz pronta para ganhar medalha em Tóquio 2020». Olimpíada Todo Dia. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  12. «Olimpíada de Tóquio é adiada para 2021 por causa do coronavírus». G1. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  13. «Missão Europa: grupo de 76 atletas viaja a Portugal em programa do COB». Olimpíada Todo Dia. 17 de julho de 2020. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  14. «Rebeca Andrade e Flávia Saraiva testam positivo pra covid-19». ISTOÉ DINHEIRO. 5 de dezembro de 2020. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  15. «Flávia Saraiva entra para a lista de embaixadores dos Jogos Escolares Brasileiros». Ministério da Cidadania. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  16. «Flavia Saraiva conta com a mãe para treinar em casa na quarentena». Folha de S.Paulo. 10 de maio de 2020. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  17. Aleixo, Fábio; Mattos, Rodrigo (7 de agosto de 2016). «Novatas do Brasil se destacam na ginástica e avançam para finais». Rio de Janeiro: UOL. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  18. Ramil, Tatiana (15 de agosto de 2016). «Ginasta Flávia Saraiva fica em 5° na trave; holandesa supera Simone Biles». Reuters. Extra. Consultado em 15 de agosto de 2016 
  Este artigo sobre desportista é um esboço relacionado ao Projeto Desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.