Abrir menu principal

Flávio Tambellini

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Flávio Ramos Tambellini.
Flávio Tambellini
Nascimento outubro de 1925
Batatais
Morte 1976 (51 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Filho(s) Flávio Ramos Tambellini
Ocupação roteirista

Flávio Tambellini (Batatais, SP em 1 de outubro de 1925 - Rio de Janeiro 24 de fevereiro de 1976), foi um diretor e roteirista do cinema brasileiro.

BiografiaEditar

Tambellini começou sua carreira em São Paulo como crítico de cinema e sempre se preocupou em criar leis que dessem impulso à indústria cinematográfica nacional. Estreou no cinema como produtor em 1958 com a fita "Ravina". Foi o primeiro presidente do GEICINE, Grupo Executivo da Indústria Cinematográfica, assumindo o cargo logo após a criação do grupo, em 1961. [1]

A estréia como diretor aconteceu em 1964 com "O Beijo", extraído da peça de Nelson Rodrigues. Em seguida vieram "Até que o Casamento nos Separe" em 1968; "Um Uísque Antes...Um Cigarro Depois" em 1969; "Relatório de um Homem Casado" em 1974, com o qual ganhou o Prêmio Coruja de Ouro como melhor roteirista e "A Extorsão", que ele concluiu alguns meses antes de morrer. [1]

Pai do também cineasta Flávio R. Tambellini, ele morreu no Rio de Janeiro vitimado por um câncer.

Referências

  1. a b «Flávio Tambellini». Enciclopédia Itaú Cultural. ISBN 9788579790607. Consultado em 1 de agosto de 2019