Abrir menu principal

Força Aérea Líbia

Força Aérea Líbia
Seal of the Libyan Air Force.svg
País  Líbia
Corporação Força Aérea
Subordinação Forças Armadas da Líbia
Missão Defesa Aérea
Criação 1951
História
Guerras/batalhas Guerra dos Seis Dias
Guerra do Yom Kipur
Guerra Líbia-Egito
Conflito entre Chade e Líbia
Incidente do Golfo de Sidra (1981)
Incidente do Golfo de Sidra (1989)
Guerra Civil Líbia
Logística
Efetivo 4 500 militares
88 aeronaves
Insígnias
Cocar Roundel of Libya.svg
Distintivo de cauda Flag of Libya.svg
Comando
Chefe do Estado-Maior Saqr Geroushi
Sede
Quartel General Okba Ben Nafi, Trípoli

A Força Aérea Líbia (em árabe: القوات الجوية الليبية) é o ramo aéreo das Forças Armadas da Líbia responsável pela defesa do espaço aéreo e da soberania do país. Durante o período em que Muammar al-Gaddafi foi o chefe de estado, entre 1969 e 2011, a Líbia chegou a possuir a maior força aérea do Norte da África.

Em 2010, antes da guerra civil que resultou na derrubada do poder e morte de Gaddafi, os militares eram estimados em 18.000, com um inventário de 374 aeronaves de combate, capazes de operar a partir de 13 bases aéreas.[1][2] Durante a intervenção da OTAN, em 2011, boa parte da força aérea do país foi destruída e muitos pilotos desertaram, passando a lutar ao lado do Conselho Nacional de Transição.

Atualmente, conta com 3.000 combatentes, 28 aeronaves e possivelmente apenas um helicóptero operacional. As principais aeronaves da Força Aérea Líbia são os caças de fabricação soviética MiG-17/19/25 e o bombardeiro russo Tu-22 que operam da base aérea de Okba Ben Nafi.

HistóriaEditar

A Força Aérea Líbia foi criada em 1951, quando o país ainda era uma monarquia, governada pelo rei Idris I. Nesta época, foi inicialmente denominada como Real Força Aérea Líbia. Com o golpe de estado em 1969, e a conseqüente deposição do rei Idris pelo coronel Muammar al-Gaddafi, o nome foi mudado para Força Aérea da República Árabe Líbia.[3]

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Military Balance 2010. [S.l.]: International Institute for Strategic Studies. 2010. p. 263 
  2. «Middle East Military Balance: Libya» (PDF). Consultado em 24 de agosto de 2011. Arquivado do original (PDF) em 14 de março de 2007 
  3. História