Força do Cóssovo

A Força do Kosovo (em inglês: Kosovo Force ou KFOR) é uma força de paz internacional liderada pela OTAN, e responsável pelo estabelecimento de um ambiente seguro no Kosovo.[1]

Crachá dos voluntários da KFOR em ambos alfabetos latino e cirílico.
Militares alemães da Força do Kosovo.

A KFOR entrou no Kosovo em 12 de junho de 1999 sob um mandato da ONU, dois dias após a aprovação da Resolução 1 244 do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Na época da Resolução 1 244, o Kosovo estava enfrentando uma grave crise humanitária, com as forças militares e paramilitares da República Federal da Jugoslávia (RFJ) e o Exército de Libertação do Kosovo (KLA) em engajamentos diários. As tensões étnicas foram as mais elevadas e o número de mortes atingiu uma alta histórica. Quase um milhão de pessoas fugiram do Kosovo como refugiados.[2]

Desde agosto de 2011, a KFOR é constituída por 5 872 soldados.[3]

Ver também editar

Referências

  1. «NATO's role in Kosovo». Nato.int. 10 de junho de 2010. Consultado em 13 de junho de 2010. Today, just under 10 000 troops from the NATO-led Kosovo Force (KFOR), provided by 31 countries (24 NATO and 7 non-NATO), are still deployed in Kosovo to help maintain a safe and secure environment and freedom of movement for all citizens, irrespective of their ethnic origin. 
  2. «NATO Topics: NATO in Kosovo». Nato.int. Consultado em 28 de abril de 2010 
  3. "NATO Kosovo Force (KFOR)." NATO. Última atualização: agosto de 2011.
  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.