Abrir menu principal

Forças Armadas da Arábia Saudita

Forças armadas da Arábia Saudita

As Forças Armadas Sauditas (em árabe: القوات المسلحة الملكية السعودية) é a principal força de combate do reino da Arábia Saudita, formado por um exército, uma força aérea e uma marinha de guerra, além de unidades de defesa antiaérea, brigadas da Guarda Nacional e paramilitares, totalizando mais de 478 000 combatentes.[6] Há também, subordinado ao ministério da defesa, o serviço de inteligência nacional (Al Mukhabarat Al A'amah).[7]

Forças Armadas da Arábia Saudita
القوات المسلحة الملكية العربية السعودية‎
País Arábia Saudita
Fundação 1944[1]
Ramos Exército
Força Aérea
Naval base flag of the Royal Saudi Navy.svg Marinha
Sede(s) Riade
Lideranças
Comandante-em-Chefe Rei Salman
Ministro da Defesa Príncipe Mohammad bin Salman Al Saud
Chefe do Estado-Maior Tenente-general Huseen ibn Abdullah Al Gubayel
Idade dos militares 17 anos
Conscrição Serviço militar obrigatório
Pessoal ativo 478 000 militares[2]
Despesas
Orçamento US$ 63,7 bilhões[5]
Percentual do PIB 10% (2015–16)[3][4]
Indústria
Fornecedores estrangeiros  Alemanha
 Brasil
 China
Flag of Spain.svg Espanha
 Estados Unidos
 França
 Reino Unido
 Turquia

O Reino da Arábia Saudita tem uma das melhores forças de defesa do Oriente Médio. O país gasta 25% do seu orçamento, ou pelo menos US$ 88 bilhões, em suas forças armadas.[8] Em termos de mão-de-obra, a Arábia Saudita tem pelo menos 688 000 pessoas ativas no serviço militar, com 300 000 em tropas do exército.[9] Só a Guarda Nacional tem mais de 200 000 homens em suas fileiras[10] e 25 000 soldados tribais,[11] cuja função é primordialmente lidar com questões internas e ameaças ao regime Saud. A marinha, por sua vez, tem mais de 60 000 membros,[12] enquanto as forças de defesa antiaérea e de foguetes tem 40 000 soldados a seu serviço. Já a força aérea tem mais de 63 000 empregados.[13]

Referências

  1. Hertog, Steffen (2007). «Shaping the Saudi state: Human agency's shifting role in the rentier state formation» (PDF). International Journal Middle East Studies. 39: 539–563. doi:10.1017/S0020743807071073. Consultado em 17 de abril de 2012 
  2. «Saudi Arabia spends 25% of its budget on its military — here's what it has for the money». www.uk.businessinsider.com 
  3. The SIPRI Military Expenditure Database
  4. «SIPRI military expenditure database». Consultado em 1 de junho de 2014. Arquivado do original em 25 de julho de 2011 
  5. Saudi Arabian defence industry placed seventh among the top 10 military spenders
  6. Country Profile: Saudi Arabia, September 2006 Library of Congress
  7. Global Security – SANG
  8. «Trends in World Military Expenditure, 2015» (PDF). Stockholm International Peace Research Institute. Consultado em 5 de abril de 2016. Arquivado do original (PDF) em 20 de abril de 2016 
  9. «Political Regimes in the Arab World: Society and the Exercise of Power» 
  10. «Saudi King Salman cements hold on power». aljazeera.net. Consultado em 30 de janeiro de 2015 
  11. ", 31 de dezembro de 2015.
  12. ", military power
  13. Cordesman, Anthony H.; Al-Rodhan, Khalid R. (28 de junho de 2006). Gulf Military Forces in an Era of Asymmetric Wars (PDF). [S.l.]: Greenwood Publishing Group. CSIS. p. 67. ISBN 978-0-275-99399-3. Consultado em 18 de agosto de 2016