Forza Rossa Racing

Forza Rossa Racing popularmente conhecida como Forza Rossa (do italiano Forza Rossa, que significa "Força Vermelha") e, por vezes abreviado para FRR, foi um projeto de equipe de Fórmula 1 de propriedade romena.[N 1] A equipe pretendia fazer sua estreia na Fórmula 1 na temporada de 2015,[1][2][3][4] mas no final não aconteceu. A sua estreia na temporada de 2016 também não foi possível já que a FIA não aprovou a entrada de nenhuma nova equipe, além da Haas F1 Team, para a temporadas de 2016.[5] Todo o projeto seria de financiamento privado.[6]

Se a FIA tivesse aprovado o projeto a equipe tinha planos em estrear no Mundial na temporada de 2015 usando motores Renault. Havia rumores que o ex-chefe das antigas equipes de Fórmula 1 Jordan, Midland, Spyker e HRT, Colin Kolles seria o chefe da nova equipe.

A sede da equipe seria situada nos arredores da cidade de Munique, na Alemanha, em uma estrutura de propriedade de Kolles.[4]

NotaEditar

  1. A inscrição da Forza Rossa é reconhecida pela FIA como uma equipe romena; no entanto, o nome da equipe é escrito em italiano, em vez de língua romena, como o nome é derivado de sua controladora, a Forza Rossa, um importador de carros de estrada com sede em Bucareste.

Referências

  1. «Forza Rossa aguarda resposta da FIA sobre entrada na F1». Autosport. Consultado em 10 de julho de 2014 
  2. «FIA grants entry to Romanian FRR F1 project» (em inglês). adamcooperf1.com. Consultado em 10 de julho de 2014 
  3. «Gene Haas eyes Dallara chassis tie-up for F1 entry» (em inglês). Haymarket Publication. Consultado em 10 de julho de 2014 
  4. a b «Equipe romena Forza Rossa tem inscrição para entrar no Mundial de F1 aceita pela FIA, diz jornalista». Grande Prêmio. Consultado em 10 de julho de 2014 
  5. «FIA fecha porta para novas equipes e só Haas vai entrar na F1 em 2016». Consultado em 8 de dezembro de 2015 
  6. «Premieră pentru România. Vom avea echipă de Formula 1: "Proiectul este 100% privat, nu există implicarea Guvernului"» (em romeno). Gândul. Consultado em 10 de julho de 2014