François Bégaudeau

François Marie Bégaudeau conhecido apenas como François Bégaudeau (Luçon, 2 de março de 1971) é um escritor de ficção e drama, poeta, jornalista, professor, artista plástico, roteirista, colunista e ator francês, conhecido por seu livro Entre les Murs, que depois viraria filme e teria o próprio autor como o personagem principal, um professor.

François Bégaudeau
François em março de 2009
Nome completo François Marie Bégaudeau
Outros nomes Gotsky
Nascimento 2 de março de 1971 (50 anos)
Luçon, Vendeia, França
Residência Paris, França
Nacionalidade francês
Etnia Judeu
Estatura 1,67 m
Progenitores Mãe: Marie Saliviane
Pai: Mário Jogé Felipe Truffaut Bégaudeau
Filho(a)(s) Henric e Antoine
Educação Escola La Patriè
Alma mater Universidade de Harvard
Ocupação Escritor, ator, jornalista
Prêmios Prax France Culture
Movimento literário Realismo
Magnum opus Entre os muros da Escola
Principais interesses Literatura
Filosofia
Ideias notáveis Acreditava na hipótese da simulação e que a Terra era o inferno
Religião Catolicismo

BiografiaEditar

 
Apresentação do elenco do filme Entre les Murs em Cannes. François é o quarto de cima

Filho de professores, François Bégaudeau nasceu em Luçon, Vendée ,mas passou toda a sua infância em Nantes, onde fez estudos de letras modernas[1]. Ele foi cantor e dialogista do grupo punk Zabriskie Point, de 1992 a 1999. Depois de receber seu diploma em Literatura , ele ensinou em Dreux, uma pequena cidade do interior da França. Ele publicou seu primeiro romance, Jouer juste, em 2003. Em 2005, ele publicou Dans la Diagonale e Un démocrate, Mick Jagger 1960-1969, um relato romanceado da vida de Mick Jagger. Em 2006, seu terceiro romance, intitulado Entre les murs, inspirado a partir de sua experiência como professor na Zona de educação prioritária (ZEP),no Colégio Mozart em Paris, foi coroado com o Prêmio France Culture / Télérama[2]. François Bégaudeau é um crítico de cinema para a versão francesa da Playboy , tendo trabalhado anteriormente para o Cahiers du cinéma.

Ele também foi um colaborador regular de várias revistas francesas, incluindo "Inculte", "Transfuge" e "So Foot"[3]. Ele participa da emissão de Canal + televisão, ‘’Le Cercle’’, emissão sobre a atualidade cinematográfica dirigida por Frédéric Beigbeder desde setembro de 2007Ele participa da emissão de Canal + televisão, ‘’Le Cercle’’, emissão sobre a atualidade cinematográfica dirigida por Frédéric Beigbeder desde setembro de 2007.

Colabora ainda com a emissão Ça balance à Paris, produzida pela cadeia de televisão Paris Première. É atualmente redator chefe adjunto das páginas cinematográficas da revista Transfuge , onde escreve uma crônica literária desde 2005.

Ele trabalhou no roteiro de Entre les murs, um filme baseado em seu romance de 2006, em colaboração com Laurent Cantet. O filme foi um grande sucesso comercial, tendo atraido 356.494 espectadores em cinco dias e em 368 cinemas [4]. Ele também estrelou no filme que recebeu a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2008, e uma nomeação ao Óscar para Melhor Filme Estrangeiro em 2009 (embora tivesse perdido para o Japão's Departures). A versão em Inglês de Entre les murs foi publicado em abril de 2009 pela Seven Stories Press sob o título The Class.

PublicaçõesEditar

 
François Bégaudeau em décembre de 2011.

FicçãoEditar

  • Entre os muros da escola  : ISBN 8-56163-513-4
  • ’’Jouer juste’’(Basta jogar), Éditions Verticales, 2003, ISBN 2-84335-158-8
  • ‘’Dans la diagonale’’ (Na diagonal), Edições Verticales, 2005, ISBN 2-84335-202-9
  • Un démocrate’’ (Um democrata): Mick Jagger 1960-1969, Edições Naïve Records, 2005, ISBN 2-350-21001-4
  • Entre les murs (Entre os muros) Éditions Verticales, 2006, ISBN 2-07077-691-3
  • Colaboração para Une chic fille (Uma rapariga elegante), obra coletiva, Edições Naïve Records, 2008 , ISBN 978-2-3502-1140-4
  • Vers la douceur (Em direção da doçura ), Edições Verticales, 2009, ISBN 2-07-012301-8
  • La Blessure, la vraie (A Ferida, a verdadeira) , Edições Verticales, 2011, ISBN 978-2-07-013107-5
  • Au début (No início), Edições Alma, 2012
  • Deux singes ou Ma vie politique (Dois macacos ou Minha vida política), Edições Verticales, 2013, ISBN 978-2-07-013980-4

EnsaiosEditar

  • Colaboração para Débuter dans l'enseignement : Témoignages d'enseignants, conseils d'experts, obra coletiva, ESF, 2006
  • Colaboração para Devenirs du roman, ouvrage collectif (Naïve Records), 2007
  • Collaboration à Une année en France : Réferendum/banlieues/CPE, ouvrage collectif, Gallimard, 2007
  • Codirection avec Xavier de La Porte de Le sport par les gestes, Calmann-Lévy, 2007
  • Collaboration à Remix # 4, ouvrage collectif, Hachette Littératures, 2008
  • Antimanuel de Litterature, éditions Bréal, 2008 ISBN 2-74950-328-0
  • Collaboration à La Politique par le sport, ouvrage collectif, Éditions Denoël, coll. "Médiations", 2009 Predefinição:Isbn
  • Parce que ça nous plaît : L’invention de la jeunesse, avec Joy Sorman, Larousse, collection « Philosopher », 2010 Predefinição:Isbn
  • Tu seras un écrivain mon fils, éditions Bréal, 2011 ISBN 2749530547
  • « Une vie périphérique » dans le magazine Megalopolis, mars 2012

JuventudeEditar

  • L’invention du jeu, roman, Hélium éditions, 2009

TeatroEditar

  • Le problème, Théâtre Ouvert éditions, collection Tapuscrit numéro 119, 2008 ISBN 2-904742-91-0
  • Le foie, éditions Théâtre Ouvert, 2012

Referências

Ligações externasEditar