Francis Baily

Francis Baily (Newbury, 28 de abril de 1774Londres, 30 de agosto de 1844) foi um astrônomo inglês. Foi presidente da Royal Astronomical Society.

Francis Baily
Glóbulos de Baily
Nascimento 28 de abril de 1774
Newbury
Morte 30 de agosto de 1844 (70 anos)
Londres
Sepultamento Igreja de Santa Maria
Nacionalidade Britânico
Cidadania Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Ocupação astrônomo, escritor,
Prêmios Medalha de Ouro da RAS (1827 e 1843)[1]
Campo(s) Astronomia
Obras destacadas Baily's beads

Trabalho astronômicoEditar

 
On the new method of determining the longitude by the culmination of the moon and stars, 1824

Em 1820, Baily já havia assumido um papel de liderança na fundação da Royal Astronomical Society, e ele recebeu sua Medalha de Ouro em 1827 por sua preparação do Catalogue of 2881 stars (Memoirs R. Astr. Soc. ii.). Mais tarde, em 1843, ele ganharia a Medalha de Ouro novamente. Ele foi eleito presidente da Royal Astronomical Society quatro vezes, com mandatos de dois anos cada (1825-27, 1833-35, 1837-39 e 1843-45). Nenhuma outra pessoa ocupou o cargo mais do que Baily quatro vezes (um recorde que ele compartilha com George Airy), enquanto seus oito anos no cargo são um recorde.[2][3][4]

A reforma do Almanaque Náutico em 1829 foi posta em marcha por seus protestos. Ele foi eleito Membro Honorário Estrangeiro da Academia Americana de Artes e Ciências em 1832.  Ele recomendou à British Association em 1837, e em grande parte executou, catálogos contendo cerca de 57 000 estrelas; ele supervisionou a compilação do Catalogue of 8377 stars da Associação Britânica (publicado em 1845);  e revisou os catálogos de Tobias Mayer, Ptolomeu, Ulugh Beg, Tycho Brahe, Edmund Halley e Hevelius (Memoirs R. Astr. Soc. Iv, xiii).[5][6]

Suas observações de "Baily's Beads", durante um eclipse anular do sol em 15 de maio de 1836, em Inch Bonney em Roxburghshire, deram início à série moderna de expedições de eclipses. O fenômeno, que depende da forma irregular do membro da lua, foi descrito de forma tão vívida por ele que atraiu uma quantidade sem precedentes de atenção para o eclipse total de 8 de julho de 1842, observado pelo próprio Baily em Pavia.[7]

 
Anel de diamante de Baily, quatro segundos antes da totalidade do eclipse.

Em outro trabalho, ele completou e discutiu os experimentos do pêndulo de Henry Foster, deduzindo deles uma elipticidade para a Terra de 1 / 289,48 (Memoirs R. Astr. Soc. Vii.). Esse valor foi corrigido para o comprimento do segundo-pêndulo com a introdução de um elemento de redução negligenciado, e foi usado, em 1843, na reconstrução dos padrões de comprimento. Suas operações laboriosas para determinar a densidade média da Terra, realizadas pelo método de Henry Cavendish (1838-1842), renderam o valor oficial de 5,66.[7]

Baily morreu em Londres em 30 de agosto de 1844 e foi enterrado no cofre da família na Igreja de St Mary em Thatcham. Seu relato do Rev. John Flamsteed (1835) é de fundamental importância para a história científica da época. Incluía uma republicação do Catálogo Britânico.[7]

Referências

  1. «Gold Medal Winners» (pdf) (em inglês). Royal Astronomical Society. Consultado em 17 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  2. «List of Presidents and Dates of Office». A brief history of the RAS. Royal Astronomical Society. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  3. Dreyer, John L. E.; Turner, Herbert H. (1923). History of the Royal Astronomical Society, 1820–1920. 1. London: Royal Astronomical Society 
  4. «Gold Medal Winners» (PDF). RAS. 2014. Consultado em 9 de janeiro de 2015. Cópia arquivada (PDF) em 24 de setembro de 2015 
  5. Ridpath, Ian. «Francis Baily and the British Association Catalogue» 
  6. «Book of Members, 1780–2010: Chapter B» (PDF). American Academy of Arts and Sciences. Consultado em 5 de maio de 2011 
  7. a b c One or more of the preceding sentences incorporates text from a publication now in the public domain:  This also cites J. Herschel's Memoir of F. Baily, Esq. (1845), also prefixed to Baily's Journal of a Tour, with a list of his writings (see Further reading). Month. Not. R. Astr. Soc. xiv. 1844.

Ligações externasEditar

Precedido por
John Herschel, James South e Friedrich Georg Wilhelm Struve
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1827
Sucedido por
Thomas Brisbane, James Dunlop e Caroline Herschel
Precedido por
Peter Andreas Hansen
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1843
Sucedido por
William Henry Smyth


  Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.