Francisco Di Franco

Francisco di Franco
Francisco di Franco, em cena de
Um Certo Capitão Rodrigo (1971)
Nome completo Francisco de Sousa Neto
Outros nomes Francisco de Souza
Nascimento 7 de maio de 1938
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Morte 10 de abril de 2001 (62 anos)
São Paulo, SP
Ocupação Ator

Francisco de Sousa Neto, mais conhecido como Francisco di Franco (São Paulo, 7 de maio de 1938 — São Paulo, 10 de abril de 2001) foi modelo e ator brasileiro de cinema e televisão.

Em alguns filmes, foi creditado como Francisco de Souza.

Biografia e carreiraEditar

Di Franco vinha de uma família tradicional, o que lhe possibilitou estudar em bons colégios.[1] Sua carreira teve início em 1954, com figurações em circos e em programas humorísticos da TV Record. Cinco anos depois, Mazzaropi o convidou para um papel em Jeca Tatu.[1] Depois vieram, entre outros, os filmes O Lamparina (1963), Um Certo Capitão Rodrigo (1970) (no papel-título, dirigido pelo premiado Anselmo Duarte) e Filho Adotivo (1984).

Atuou em publicidade, fazendo mais de 150 comerciais de televisão, no Brasil e no exterior.[1]

Sua estreia em telenovelas se deu em 1971, em Bandeira 2, porém a consagração perante o público viria no ano seguinte, ao protagonizar Jerônimo, o Herói do Sertão, na TV Tupi São Paulo. Ainda na Tupi, faria A Viagem (1975), Ovelha Negra (1975) e Jorge, um Brasileiro (1978).[1]

Tornou-se diretor de produção, trabalhando uma dezena de filmes, e show-man em clubes e circos no interior de São Paulo.[1] Voltou ao cinema em 1998, em Hans Staden, num pequeno papel.[1]

Morreu em São Paulo anos depois, de câncer nos pulmões.[1]

FilmesEditar

Ano Título Papel
2001 Amor Imortal
1999 Hans Staden Diogo
Até que a Vida Nos Separe Barman
1984 Anúncio de Jornal Pita
Sexo, Sexo, Sexo
O Filho Adotivo Neno
1983 A Difícil Viagem
1982 Tessa, a Gata Salvador
1981 Sexo e as Pipas
1980 Boneca Cobiçada
1979 Iracema, a Virgem dos Lábios de Mel Índio Poti
Os Trombadinhas Renato
Os Pankekas e o Calhambeque de Ouro Detetive
Mulheres do Cais
As Borboletas Também Amam Amante de Matilde
Os Três Boiadeiros
Paixão de Sertanejo Arnaldo
1978 A Força do Sexo
As Aventuras de Robinson Crusoé Capitão
1977 O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão Alberto
1974 A Noiva da Noite Danilo
O Super Manso Plínio
O Marginal Jorginho
A Última Bala Lucas
1973 Como Evitar o Desquite Amante Misterioso
1972 Independência ou Morte Plácido
Um Marido sem... É Como um Jardim sem Flores Ricardo
1971 Cordélia, Cordélia Leônidas'[2]
Quando as Mulheres Paqueram
Uma Verdadeira História de Amor Paulo
Um Anjo Mau Lucas [3]
Os Devassos Professor
Pantanal de Sangue José Neves
Um Certo Capitão Rodrigo Rodrigo Cambará
1970 O Pornógrafo Fábio
Balada dos Infiéis Fernando Cavalcanti
Sertão em Festa Chico
Juliana do Amor Perdido Faísca
1969 O Cangaceiro sem Deus Zico
Sentinelas do Espaço
Meu Nome É Lampião
1968 O Quarto Colega jovem
1966 As Cariocas José Luís
O Corpo Ardente Marido de Glória
1964 O Lamparina
1961 Tristeza do Jeca Jovem
1960 As Aventuras de Pedro Malazartes
Jeca Tatu

Telenovelas e minissériesEditar

Ano Título Papel
1984 Jerônimo Jerônimo
1975 A Viagem Mauro
Ovelha Negra Chapéu
1972 Jerônimo, o Herói do Sertão Jerônimo
1971 Bandeira 2 Galileu

Referências

  1. a b c d e f g SILVA NETO, Antônio Leão da. Astros e Estrelas do Cinema Brasileiro. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010. 2. ed. Coleção Aplauso. Coord.-geral Rubens Ewald Filho. ISBN 978-85-7060-903-8. p. 143. Disponível no site da editora.
  2. Cinemateca Brasileira, Cordélia, Cordélia [em linha]
  3. «Um Anjo Mau». Cinemateca Brasileira. Consultado em 16 de junho de 2018 
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.