Abrir menu principal

Francisco Donato Linhares de Araújo Filho

Chico Filho
Replace this image male.png
Chico Filho
Deputado estadual do Piauí
Período 1995-2004
Prefeito de Uruçuí
Período 2005-2009
Prefeito de Bertolínia
Período 1989-1993
Dados pessoais
Nascimento 27 de abril de 1960 (59 anos)
Floriano, PI
Cônjuge Renata Coelho
Partido PDS (Antes de 1988)
PMDB (Desde 1988)
Profissão comerciante, agropecuarista

Francisco Donato Linhares de Araújo Filho, ou simplesmente Chico Filho, (Floriano, 27 de abril de 1960) é um comerciante, agropecuarista e político brasileiro com atuação no estado do Piauí.[1][2]

Dados biográficosEditar

Filho de Francisco Donato Linhares de Araújo e Iani Mendes de Araújo. Comerciante e agropecuarista, foi filiado ao PDS, todavia estreou na política pelo PMDB ao ser eleito prefeito de Bertolínia em 1988. Posteriormente foi eleito deputado estadual em 1994, 1998 e 2002. No primeiro governo Mão Santa foi nomeado secretário extraordinário de Programas Especiais e com a reeleição do governador foi escolhido secretário de Agricultura em substituição a Marcelo Castro, posição que manteve no governo interino de Kleber Eulálio.[nota 1][nota 2][3]

Deixou a Assembleia Legislativa do Piauí após ser eleito prefeito de Uruçuí em 2004, entretanto foi derrotado quatro anos depois ao buscar a reeleição.[nota 3] Nomeado secretário de Defesa Civil no primeiro governo Wilson Martins, foi nomeado presidente do Instituto de Terras do Piauí com a recondução do governador ao cargo em 2010. Sua esposa, Débora Renata Coelho Araújo, foi eleita prefeita do município em 2012 sem, contudo, renovar o mandato em 2016.

FamíliaEditar

Seu irmão gêmeo, José Donato de Araújo Neto, foi eleito prefeito de Canavieira em 1992, conquistou um novo mandato em 2000 e foi reeleito em 2004, renunciando para ser eleito prefeito de Bertolínia em 2008.[4] Sua irmã, Ana Paula Araújo, foi eleita prefeita de Sebastião Leal em 1996 e reeleita em 2000. Mais tarde foi eleita deputada estadual em 2006 e 2010, além de ocupar o cargo de secretária de Justiça no governo Moraes Souza Filho. Desse modo foi sucedida no parlamento por seu marido, José Santana.[5]

Notas

  1. Sua gestão como secretário de Agricultura aconteceu nos dez meses anteriores a cassação do governador mediante veredicto do Tribunal Superior Eleitoral após a constatação de abuso do poder econômico na campanha que reelegeu Mão Santa.
  2. A cassação do governador Mão Santa aconteceu à noite de 6 de novembro de 2001 e a posse de Kleber Eulálio ocrreu no dia nove do mesmo mês e sua interinidade foi encerrada com a posse de Hugo Napoleão em 19 de novembro.
  3. A vitória de Chico Filho em Uruçuí permitiu a efetivação do suplente João Madison Nogueira.

Referências

  1. SANTOS, José Lopes dos. Piauí: a força do poder municipal. Teresina: Gráfica Mendes, 1989. v. III.
  2. «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí». Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  3. Liminar adia posse de Hugo Napoleão no Piauí (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 09/11/2001. Política, p. 11. Página visitada em 19 de janeiro de 2017.
  4. «Banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral». Consultado em 19 de janeiro de 2017 
  5. «Zé Filho empossa secretários e diretores da nova gestão no Piauí (g1piauí.com)». Consultado em 19 de janeiro de 2017